O que é varicosa testicular nos homens

Os testículos varicosos nos homens são relativamente comuns, afetando cada sexto representante do sexo forte. Na medicina, essa violação no pênis masculino é conhecida como varicocele. Com a patologia, as veias se expandem na área dos cordões espermáticos. Vasos inchados no escroto provocam dor, ejaculação prejudicada e outros problemas. As varizes ovarianas são mais comuns entre homens até os 25 anos de idade.

Se o aumento das veias dos testículos não foi curado a tempo, a doença ameaça com infertilidade e outras complicações.

Patologias vasculares do sistema reprodutivo em homens estão sendo cada vez mais detectadas em pacientes de meia idade.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Por que o problema surge: razões

As varizes do escroto têm um curso primário ou secundário. No primeiro caso, malformações congênitas da estrutura da veia cava inferior e do cordão espermático são a fonte dos problemas masculinos. A causa de varizes secundárias no ovário está no aumento da pressão venosa associada a vários fatores. Uma veia inchada em um testículo nos homens é causada por esses distúrbios:

  • Operação incorreta das válvulas, como resultado da circulação sanguínea.
  • Uma anatomia especial dos vasos sanguíneos que estão associados às características individuais do corpo masculino. As varizes podem ocorrer com paredes vasculares enfraquecidas, que se expandem e se deformam ao longo do tempo.
  • Doença renal. Estes incluem neoplasias malignas e benignas no órgão do sistema urinário, a formação de coágulos sanguíneos nos vasos renais.
  • Desvios na região retroperitoneal ou na região pélvica. Com patologias, as veias são comprimidas e a circulação sanguínea é perturbada, como resultado das quais as veias nos testículos se expandem.
  • Inflamação da próstata. A prostatite pode frequentemente levar a um aumento do plexo venoso no testículo direito ou esquerdo.

Um grande papel no desenvolvimento de varizes é dado ao estilo de vida de um homem. Veias aumentadas podem ocorrer sob a influência de fatores que afetam adversamente o escroto:

Maus hábitos, obesidade, baixa mobilidade são as fontes do aparecimento da doença.

  • modo de vida insuficientemente ativo, levando à estagnação do sangue nos testículos;
  • esforço físico pesado;
  • constipação frequente;
  • excesso de peso, afetando o aumento da pressão nos vasos;
  • sexo irregular, no qual um homem tem abstinência prolongada;
  • superaquecimento testicular;
  • abuso de álcool.

Voltar ao índice

Sintomas

As veias escuras nos testículos nos homens podem não aparecer imediatamente. Durante muito tempo, as varizes podem ser assintomáticas, pelo que o paciente não começa a tratar a patologia a tempo. Quando os vasos ainda não estão visíveis, é possível determinar o desvio exclusivamente através de procedimentos de diagnóstico. Posteriormente, um homem desenvolve cones vasculares vermelhos ou roxos nos testículos, o que pode causar dor à palpação. Nos estágios posteriores, a varicocele é acompanhada pelos seguintes sintomas:

  • escroto aumenta de tamanho;
  • dor constante na zona inguinal de um caráter puxador;
  • aumento da dor durante a caminhada ou esforço;
  • desconforto durante o movimento;
  • diminuição do desejo sexual;
  • coceira e sensação de queimação nos testículos.

Muitas vezes, a varicosidade testicular afeta crianças adolescentes, nas quais, via de regra, a veia esquerda é aumentada. Nas primeiras manifestações negativas, você deve consultar um médico, descobrir as causas das varizes e realizar o tratamento. À medida que a doença progride, ocorrem processos atróficos no testículo doente, devido ao qual diminui de tamanho.

Etapas do desenvolvimento

As varizes nos homens nos testículos passam por várias etapas, cada uma das quais sofre várias alterações patológicas. As varizes em diferentes estágios são apresentadas na tabela:

Com o estágio avançado da varicocele em um homem, um testículo doente se torna menor que um saudável e perde suas funções naturais.

Quais são as consequências das varizes testiculares?

Se as varizes nos testículos não foram diagnosticadas a tempo, é provável que ocorram complicações graves e mais difíceis de tratar. As varizes levam às seguintes consequências:

  • Hematoma. Se o vaso estourar, ocorrerá um sangramento interno, levando a um problema.
  • Recaída de varizes testiculares.
  • Desenvolvimento hidropônico. O desvio é caracterizado pelo inchaço da área do problema, que aparece após a terapia cirúrgica para remover as veias espermáticas danificadas.
  • Processos atróficos. Um testículo danificado se torna pequeno e não cumpre suas funções.
  • Incapacidade de ter filhos. É a complicação mais comum e perigosa das varizes nos homens. Diagnosticado na última fase da doença.

Voltar ao índice

Métodos de diagnóstico

É possível determinar o escroto varicoso em homens com a ajuda de exames laboratoriais e instrumentais. Com essa violação, eles recorrem a um urologista, flebologista ou cirurgião. O médico palpará a área do problema e coletará um histórico detalhado. Um procedimento diagnóstico importante é o teste de Valsalva, no qual o especialista examina os testículos na posição vertical e depois na horizontal. Existem outras maneiras de determinar varizes em homens:

  • um espermograma no qual o esperma é examinado em condições de laboratório;
  • diagnóstico por ultrassom do espaço retroperitoneal e dos órgãos do sistema urinário;
  • Exame Doppler dos vasos renais;
  • TC e RM.

Voltar ao índice

Como consertar o problema?

Tratamento medicamentoso

É possível curar varizes de ovos sem cirurgia, usando medicamentos de diferentes efeitos. Durante a terapia conservadora, recomenda-se ao homem que use roupa íntima de compressão, o que ajuda o médico a escolher. Destina-se a estabilizar a circulação sanguínea nos testículos, reduzindo a carga e a pressão nos vasos. Os medicamentos para varizes ajudam a lidar com a deficiência de oxigênio nos tecidos e a restaurar as funções da espermatogênese. A tabela mostra os produtos farmacêuticos populares.

A cirurgia é um último recurso

Quando a varicosidade do testículo esquerdo não se presta a medidas terapêuticas conservadoras, a cirurgia é prescrita. A cirurgia também é necessária se muitos nós venosos se formarem. Existem outras indicações para a operação:

  • dor constante;
  • desenvolvimento de infertilidade;
  • um ovo danificado em um adolescente deixou de crescer;
  • o impacto negativo da patologia no estado psicoemocional dos homens.

Anteriormente, uma intervenção cirúrgica aberta era realizada de acordo com Ivanissevich, na qual o cirurgião fazia uma incisão e enfaixava o plexo venoso danificado com fio de nylon para normalizar a circulação sanguínea. Esse tipo de operação é realizada extremamente raramente, geralmente é prescrito um tratamento menos traumático, que inclui:

  • Laparoscopia Um pequeno orifício é feito na área dos testículos, através da qual os instrumentos e a câmera são inseridos, controlando o processo de excisão da veia danificada no monitor. Esse método endoscópico tem menos probabilidade de causar complicações.
  • Microcirurgia endovascular. Uma solução esclerosante é injetada no vaso doente, que cola as paredes e o sangue é redirecionado através de veias saudáveis.

Após a eliminação cirúrgica da varizes testiculares, é prescrito ao homem medicamentos que devem ser tomados por 3 meses para restaurar completamente o fluxo sanguíneo.

Remédios populares

Varizes, próstata inflamada e outras doenças na área genital masculina são passíveis de terapia alternativa. Recomenda-se a utilização de componentes naturais nos estágios iniciais da doença; não se esqueça de coordenar sua ingestão com o médico. Recomenda-se ser tratado não apenas com remédios populares, mas também com preparações farmacêuticas para aumentar a eficácia. Em casa, você pode preparar pomadas, decocções para uso interno e tinturas. Receitas úteis para varizes:

  • Tintura em maçãs. O medicamento é preparado a partir de 3 maçãs de tamanho médio, que são derramadas com um litro de água fervente. Insista remédio por 3 horas, embrulhado em um cobertor quente. O molho de maçã picado é consumido por via oral com um líquido de 50 gramas de manhã e à noite.
  • Infusão de flores. Para preparar um produto terapêutico contra varizes, você precisará de camomila, ruta, castanha, raiz de framboesa, casca de yarrow e salgueiro. Todos os ingredientes são tomados em quantidades iguais, misturados e vertidos com água fervente. Insista por dia e beba duas vezes por dia, 150 ml.
Nanovein  Novos tratamentos para varizes

Voltar ao índice

Como evitar?

Um homem pode impedir o desenvolvimento de varizes testiculares se ele levar um estilo de vida ativo. É recomendável que você ajuste sua dieta diária para incluir alimentos cheios de vitaminas e minerais. Todos os dias eles realizam um treino leve que elimina processos estagnados no escroto. Não permita sobrecargas físicas e problemas com as fezes. Os provocadores de varizes são álcool e produtos de tabaco, portanto devem ser descartados. Nas primeiras sensações desagradáveis ​​nos testículos, é melhor não adiar a consulta com um urologista.

Varizes testiculares em homens – o fim da vida ou um problema facilmente resolvido?

As varizes testiculares são uma condição patológica na qual ocorrem varizes no cordão espermático de um homem.

Ele se presta ao tratamento com bastante facilidade, principalmente com o contato oportuno com um especialista. No entanto, com um processo em execução, é possível o desenvolvimento de complicações irreversíveis.

Esta doença afeta 10 a 20% da população masculina do planeta. Destes, até 10% são crianças menores de 18 anos, até 20% são homens jovens (até 25-27 anos).

Causas da doença

A principal razão para o desenvolvimento de varizes testiculares são as alterações anatômicas na forma das veias no cordão espermático e em todo o sistema de veias renais.

Isso leva a um aumento da pressão no sistema da veia renal, enfraquecendo as válvulas venosas nas veias testiculares. Posteriormente, desenvolvem-se desvios, formando densos plexos de veias dilatadas.

Outras causas que levam a um aumento da pressão neste sistema de veias são:

  • aumento da pressão intra-abdominal (devido à tensão prolongada e frequente da prensa);
  • trabalhe na posição vertical (em pé);
  • pressão regular da veia renal no lado esquerdo da artéria mesentérica superior e da aorta;
  • inchaço (benigno ou maligno) no rim;
  • inchaço ou hematoma grande atrás do peritônio;
  • um coágulo ou tumor no próprio sistema de veias renais.

Estágios do desenvolvimento da doença

Existem 2 tipos de classificação da doença: de acordo com o grau de desenvolvimento do processo e por origem.

A origem das varizes testiculares é:

  • primária (idiopática) – esta forma não é precedida por outras doenças, sua causa está nas próprias veias e em sua estrutura;
  • secundário (sintomático) – é um sintoma e uma consequência de outra doença, é sua complicação.

De acordo com o grau de desenvolvimento da varicocele é dividido em:

  • 1 grau – o aumento e a expansão das veias são determinados durante o Doppler, ultra-som convencional ou durante um teste especial;
  • 2 graus – alterações nas veias testiculares podem ser detectadas em pé, sem métodos adicionais de pesquisa;
  • Grau 3 – as alterações são visíveis a olho nu, não apenas em pé, mas também deitadas;
  • Grau 4 – além de alterações visíveis em qualquer posição do corpo, o testículo é reduzido em tamanho e se torna mais suave em consistência do que o normal.

Sintomas da doença, dependendo do estágio

Nos dois primeiros estágios, os homens não reclamam. Nesta fase, a doença é detectada durante exames preventivos nos departamentos de registro e alistamento militar, em policlínicas em crianças em idade escolar ou no exame periódico do médico durante o trabalho nas empresas.

O terceiro estágio das varizes testiculares começa a incomodar o paciente, manifestado pelos seguintes sintomas:

  • aumento do escroto (unilateral ou bilateral);
  • sentir dor na virilha, no testículo ou no escroto (não constante);
  • aumento da dor durante o exercício ou caminhada;
  • um aumento no tamanho do escroto e um claro aumento nas veias durante um banho ou chuveiro quente.

No último estágio da doença, os sintomas anteriores persistem. No entanto, as dores mudam sua duração (de periódica para constante). E o testículo ao lado da lesão diminui de tamanho e amolece (ocorre atrofia).

Além disso, os homens geralmente procuram o médico por causa da infertilidade (incapacidade de conceber uma criança por mais de 12 meses com relações sexuais regulares e desprotegidas).

Médicos que devem ser abordados com este problema: urologista, andrologista, cirurgião.

Métodos de diagnóstico

Em primeiro lugar, para o diagnóstico da violação, é utilizado o exame do escroto, sua palpação nas posições deitada e de pé. Um critério diagnóstico importante é o teste de Valsalva.

Consiste na palpação das veias do escroto, primeiro na posição de pé e depois imediatamente na posição de bruços. O teste é considerado positivo se as veias em pé são palpadas na forma de cordas dilatadas complicadas e, quando deitadas, desaparecem imediatamente.

Os métodos de diagnóstico laboratorial que permitem suspeitar de uma varicocele incluem um espermograma (análise espermática) – na presença de varizes testiculares nos estágios 3 e 4, o espermatozóide terá menos atividade e menos número, e a análise dos hormônios sexuais no sangue (permite distinguir outras causas de infertilidade).

Como métodos instrumentais que finalmente confirmam o diagnóstico incluem:

  • Ultra-sonografia do espaço retroperitoneal e rins;
  • Dopplerografia dos vasos dos rins;
  • tomografia computadorizada;
  • ressonância magnética.

Tratamento da doença

Na presença de varizes testiculares primárias, o tratamento medicamentoso não traz o resultado desejado. Portanto, eles recorrem imediatamente à cirurgia para veias dilatadas do cordão espermático.

Existem várias opções para esta operação:

  1. Bandagem e excisão de veias afetadas pelo processo. Para isso, o médico escolhe o acesso antes da veia entrar no canal inguinal ou depois que ela sai do canal ou no próprio canal.
  2. Dopagem laparoscópica de varizes – um anel especial é colocado na veia afetada, bloqueando o fluxo sanguíneo através deste vaso. Então a veia morre por conta própria.

Com uma violação secundária, é necessário eliminar a própria causa da doença, após a qual a varicocele desaparece gradualmente.

Usando medicina tradicional

Métodos alternativos de tratamento podem ser eficazes no primeiro, às vezes nos segundos estágios da doença.

  1. Infusão de maçã. Para fazer isso, pegue três maçãs médias (Antonovka é o mais adequado), despeje 1 litro de água fervida apenas e feche a tampa. Insista por 3 horas, melhor enrolado em roupas quentes. Depois disso, as maçãs devem ser esmagadas até obter uma purê e tomadas com 50 g de líquido pela manhã e à noite antes das refeições por 30-45 minutos, 2 vezes ao dia.
  2. Infusão de flores. É necessário preparar uma mistura (em proporções iguais) de flores de camomila, arruda medicinal e castanha, raiz de framboesa, folhas de yarrow e casca de salgueiro. 2 colheres de sopa dessa mistura devem ser preenchidas apenas com 500 ml de água fervida, insista 24 horas. Após a infusão ser filtrada, deve-se tomar 150 g 2 vezes ao dia.

Com o que a doença está repleta?

Com uma visita prematura a um médico ou com tratamento inadequado de varizes testiculares, podem ocorrer complicações e consequências graves:

  1. Infertilidade Essa é a complicação mais comum. Ocorre com um mau funcionamento do testículo nos últimos estágios da varicocele.
  2. Atrofia testicular. Diminui de tamanho e deixa de cumprir suas funções.
  3. Dropsy do testículo. Ocorre após a cirurgia para a remoção de varizes do cordão espermático.
  4. Re-desenvolvimento de varizes testiculares.
  5. Hematoma do escroto. Ocorre quando uma veia varicosa se rompe.

Prevenção de doença

Como profilaxia das varizes testiculares, mudanças no estilo de vida são necessárias. Isso inclui mudar a dieta (enriquecimento de vitaminas e minerais), realizar aquecimento e exercícios para evitar estagnação, limitando as cargas que aumentam a pressão intra-abdominal.

Se o médico já tiver sido diagnosticado, evite:

  • esforço físico pesado;
  • problemas nas fezes;
  • fumo de álcool e tabaco;
  • estilo de vida sedentário.

Para evitar que a doença se repita, realize regularmente exercícios prescritos e massageie após a cirurgia.

Como prevenção de doenças, pratique esportes leves, descanse regularmente, mude para uma dieta saudável etc.

Nanovein  É possível fazer shugaring com varizes

No entanto, um exame sistemático por um especialista será a melhor prevenção. Quanto mais cedo você começar a tratar uma doença, maior a chance de evitar complicações.

Varizes testiculares – uma doença causada pelas características anatômicas e éticas do corpo masculino. Como método de prevenção, todo homem deve visitar um médico regularmente, sem esperar pelo aparecimento dos primeiros sintomas da doença.

Na maioria das vezes, um homem com varizes testiculares não percebe nenhum sintoma até que a doença tenha passado para um estado negligenciado.

Quais podem ser as consequências das varizes nos testículos nos homens: tratamento, sintomas

Todo sexto homem em idade fértil é suscetível a essa doença insidiosa, enquanto muitos nem suspeitam que tenham varicocélula. A doença, que é uma das causas mais comuns de cirurgia em meninos adolescentes de 13 a 17 anos de idade, é varizes do canal espermático ao redor do testículo.

Os testículos desempenham duas funções: a produção de testosterona, o principal hormônio sexual masculino, e a função da espermatogênese, a formação de espermatozóides. Todo homem que tem um sexo forte, ele é obrigado às glândulas sexuais. Os testículos são o único órgão que a natureza realizou, cobrindo-os com o escroto.

Se falarmos sobre os vasos dos testículos e seu suprimento sanguíneo, então – este não é um tipo de vaso, mas uma cadeia de pequenos, que se estendem do tronco superior e como se estivessem abraçando os testículos. Às vezes, na adolescência, há uma expansão dessas veias. Esta doença é chamada varicocélula.

Causas da doença

Existem duas causas principais de varizes testiculares nos homens:

  1. Localização herdada. Parentes com doenças vasculares – varizes das pernas ou testículos nos homens – têm 90% dos pacientes com esse diagnóstico. Em risco estão os pacientes com patologia dos tecidos conjuntivos.
  2. O aumento da pressão na área pélvica é uma condição importante para o aparecimento de varicocélula no testículo esquerdo. Vasos espremidos retêm sangue, aumentando a pressão leva a varizes com uma curvatura.

Entre outras causas, chama-se atividade física inadequada, excesso de peso, maus hábitos, fraqueza vascular congênita, doença intestinal crônica, trabalho em pé.

O uso frequente de roupas íntimas justas também pode provocar o aparecimento de varizes. Nesses casos, o calção de banho é melhor preferir shorts espaçosos. A estase sanguínea nos vasos doentes causa deficiência de oxigênio com o aumento da temperatura, e este é o primeiro passo para a infertilidade.

Os sinais característicos da doença

Durante muito tempo, a doença pode ser assintomática e só pode ser detectada com exames de rotina. Um sintoma característico da varizes testiculares nos homens pode ser a dor na virilha de natureza premente ou puxada, provocada pela estagnação do sangue.

Às vezes, a dor se espalha para outros órgãos genitais. As manifestações são intensificadas com cargas musculares, superaquecimento, excitação sexual e inatividade. O lado esquerdo do escroto pode ser ligeiramente aumentado e abaixado. Com a progressão da doença, torna-se grave, diminui e interfere na caminhada.

Há também uma diminuição na concentração de testosterona, uma diminuição na potência, o desenvolvimento da osteoporose, distúrbios metabólicos com a substituição dos tecidos musculares pela gordura.

Existem várias etapas do desenvolvimento da doença:

  1. O dano não é visível visualmente ou à palpação, diagnosticado pelo ultra-som ou pelo método Doppler.
  2. O aumento vascular pode ser sentido em pé.
  3. A patologia é detectada em qualquer posição.
  4. A expansão é perceptível e, a olho nu, a dor se torna permanente.

Sinais externos na forma de veias retorcidas e cheias de sangue, escroto aumentado e testículo esquerdo reduzido são observados no quarto estágio da doença. Ao examinar a infertilidade, 40% dos pacientes apresentam varizes testiculares.

Varicocela do testículo esquerdo

Acredita-se que o testículo esquerdo seja mais suscetível a varizes, uma vez que os sinais nele são mais pronunciados. As estatísticas médicas observam 1% do desenvolvimento de varicocélulas apenas no testículo direito, 20% em dois e em outros casos – varizes do testículo esquerdo.

O motivo é chamado de características anatômicas da estrutura com fluxo sanguíneo insuficiente desse lado. O sangue aqui se move para o coração, não pela veia inferior, mas pelo rim esquerdo, que geralmente é comprimido pelos vasos do intestino.

Os estudos mais recentes mostram que é necessário examinar e tratar varizes de maneira abrangente.

As consequências das varizes testiculares nos homens podem se manifestar como adenoma da próstata, infertilidade (mobilidade reduzida ou ausência completa de espermatozóides), inflamação do escroto, oncologia e outras complicações.

Métodos de tratamento

Por um longo tempo, acreditava-se que esse diagnóstico é garantido para levar à infertilidade, portanto, os adolescentes foram submetidos à cirurgia, mas há 20 anos eles desenvolveram uma versão alternativa. Temos varizes operando totalmente em todas as clínicas. Mas a doença nem sempre requer intervenção cirúrgica – o fato de estabelecer um diagnóstico não é uma razão para o tratamento cirúrgico.

A operação é mostrada em alguns casos:

  • Na presença de sintomas de dor intensa.
  • Quando os fatos do subdesenvolvimento dos testículos ao lado do dano são revelados.
  • A principal indicação é a redução do tamanho do testículo danificado.

O protocolo internacional regula: para provar essas alterações, observando o paciente por 18 a 20 meses, com exames periódicos a cada 3-6 meses. É impossível tirar conclusões sobre a patologia anteriormente, principalmente porque não há urgência em realizar essas operações. A necessidade de tratamento cirúrgico é determinada por ultrassom.

A tecnologia de hoje permite comparar o tamanho e a textura dos testículos, monitorar a condição da mesma veia ao redor do testículo, que, segundo os médicos, determina o subdesenvolvimento dos testículos.

As causas da varicocélula estão associadas a um tumor renal, que aperta uma veia, interrompendo a circulação sanguínea nos vasos dos ovários, à medida que eles se afastam da veia renal. Com sua estagnação, as varizes se desenvolvem. É por isso que esse diagnóstico em adolescentes requer um exame completo.

Terapia medicamentosa para varizes testiculares

Graças às comissões no escritório de alistamento militar, a doença é frequentemente diagnosticada nos estágios iniciais. Após a detecção do primeiro grau da doença, os homens jovens são observados por um urologista devido à probabilidade de autocura. Para a prevenção da estase venosa, recomenda-se que os pacientes usem malhas de compressão que restaurem o fluxo venoso e reduzam a carga na rede de veias do lado esquerdo.

O tratamento medicamentoso da varicosidade testicular envolve:

  • eliminação da deficiência de oxigênio nos tecidos;
  • restauração das possibilidades de espermatogênese;
  • regulação da motilidade espermática (reação acrossomal).

Para isso, são utilizados antioxidantes, como óleo de semente de uva, Triovit e Vitamax. Para restaurar a microcirculação sanguínea, são prescritas preparações de pentoxifilina: Agapurin, Trental, Orbiflex. O curso do tratamento é realizado de acordo com um esquema individual. Para estabilizar o resultado, são utilizados venoprotetores como Eskusana, Detralex e Ginko biloba.

Tratamento cirúrgico de varizes masculinas

Os homens jovens geralmente são operados para evitar o desenvolvimento da infertilidade. Em uma idade avançada, a cirurgia testicular é indicada se a varicocela atingir o grau 4 e causar séria preocupação.

Várias técnicas operacionais foram desenvolvidas:

  1. O método da cirurgia aberta de acordo com Palomo ou Ivanissevich: a pele é cortada na zona ileo-inguinal à esquerda, a operação ocorre com anestesia local e se assemelha à remoção do apêndice. As veias do cordão espermático e testículo são ligadas com fio de kapron, o que impede o retorno do fluxo sanguíneo.
  2. Laparoscopia: através de um orifício especial, é introduzida uma câmera para controlar os resultados e manipuladores para cirurgia endoscópica. O método reduz% de complicações.
  3. Microcirurgia endovascular: veias danificadas são bloqueadas com agentes esclerosantes.

O método ideal é escolhido pelo cirurgião, levando em consideração as características da doença e a saúde geral do paciente. Todos os métodos têm um objetivo comum: a prevenção da estagnação do sangue no escroto. Para garantir a circulação sanguínea normal nos testículos, a veia danificada é removida ou enfaixada, costurando uma nova em seu lugar.

Após a operação, a terapia medicamentosa é prescrita por 3 meses. Se o suprimento de sangue nos testículos não for totalmente restaurado, são prescritos venoprotetores e antioxidantes.

Se um homem se importa com a continuação de um tipo, é impossível ignorar os sinais do início de varizes nos testículos. A ajuda qualificada fornecida no prazo ajudará a restaurar a saúde e a longevidade dos homens.

Lagranmasade Portugal