Linfadenite de Pachov

A principal tarefa do sistema linfático do corpo humano é protegê-lo de influências externas, através da formação de células imunes específicas. A saúde geral de uma pessoa depende diretamente do estado do sistema linfático.

A linfadenite inguinal é um dos tipos de inflamação dos gânglios linfáticos (consulte "Linfadenite"), indicando a presença de uma infecção grave no organismo. Dependendo da causa da doença, diferentes tipos de doença são distinguidos:

  • a linfadenite inguinal primária, que é muito rara, se desenvolve devido à penetração de microrganismos patogênicos nos linfonodos;
  • linfadenite inguinal secundária é diagnosticada com bastante frequência e ocorre na presença de um processo inflamatório em qualquer outra área do corpo. Freqüentemente, a inflamação dos gânglios linfáticos na região inguinal indica a presença de uma doença sexualmente transmissível no paciente.

causas de

A doença se desenvolve como resultado da infecção dos linfonodos inguinais por vários microorganismos. Entre os agentes causadores mais comuns de linfadenite, estreptococo, estafilococo, destacam-se vários tipos de diplococos, Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa.

Um aumento direto dos linfonodos na região inguinal ocorre devido ao acúmulo de células da reação inflamatória na área de detecção do microrganismo. Na maioria dos casos, os microorganismos entram nos gânglios linfáticos através dos vasos linfáticos com fluxo linfático de uma parte do corpo que foi infectada antes do foco principal da infecção. O papel deste último pode ser uma ferida purulenta na superfície da pele, furúnculos ou inflamação nulótica purulenta do folículo.

A disseminação da infecção pelo fluxo sanguíneo é tão comum quanto a variante linfogênica anterior e é o resultado de um foco infeccioso nos órgãos internos. Relativamente raro é o método de contato da transmissão do patógeno patogênico diretamente após o contato dos tecidos do linfonodo e do material infeccioso. A penetração de micróbios diretamente no tecido linfonodal é possível quando é ferida.

Depois de entrar nos gânglios linfáticos, o microorganismo patogênico começa a envenenar os tecidos próximos com os produtos de sua atividade vital, que causa inflamação, e no futuro é possível a fusão purulenta de tecidos. Ao mesmo tempo, alterações patológicas nos tecidos ao redor do linfonodo podem ser limitadas apenas por inflamação serosa e podem se transformar em purulentas.

Nanovein  Doença varicosa, métodos modernos de tratamento e prevenção

Sintomas de linfadenite inguinal

Entre os principais sintomas desta doença estão:

  • compactação e aumento dos linfonodos na região inguinal;
  • febre e fraqueza geral;
  • vermelhidão da pele na área dos linfonodos inflamados;
  • o aparecimento de dor desagradável na virilha e no abdome inferior ao caminhar e / ou esforço físico.

Em casos raros, a linfadenite inguinal pode se espalhar para outros linfonodos. No caso de detectar sinais de inflamação dos gânglios linfáticos na região inguinal, recomenda-se entrar em contato imediatamente com um terapeuta, que, se necessário, fará um encaminhamento para exame por especialistas de outros perfis.

Diagnóstico de linfadenite na região inguinal

Em uma pessoa saudável, os gânglios linfáticos são moles, não aumentados, indolores, deslocados em relação ao tecido vizinho. Muitas vezes, em pessoas com um físico normal, os linfonodos não podem ser sentidos.

Durante o diagnóstico, antes de tudo, o médico fará um exame externo dos linfonodos na região inguinal e estabelecerá todos os sinais da doença listados acima. Em seguida, orientada pelas informações recebidas, será resolvida a questão dos métodos laboratoriais e / ou instrumentais de diagnóstico.

Como regra, ao diagnosticar linfadenite inguinal, é realizado um exame geral de sangue para determinar mudanças quantitativas e qualitativas em sua composição. Se houver suspeita de processos tumorais no sangue, é possível uma biópsia dos gânglios linfáticos afetados para posterior exame histológico.

Se um paciente tiver linfonodos inchados na virilha, o especialista deve excluir uma hérnia inguinal para evitar mais progressão, se necessário, e evitar sua violação.

Tratamento de linfadenite

O tratamento desta doença começa com o estabelecimento da causa exata de sua ocorrência. Portanto, se a linfadenite inguinal for o resultado de uma doença infecciosa ou sexualmente transmissível, o tratamento principal será realizado para eliminá-las.
É possível que, após eliminar o foco principal da infecção, a inflamação dos gânglios linfáticos passe por si própria.

Quando a fonte da doença não pode ser determinada, a radioterapia local geralmente é realizada e o tratamento é prescrito, cujo objetivo principal é o fortalecimento geral do sistema linfático.

Nanovein  O que fazer se começar varizes graves Recomendações sobre como levar seu estilo de vida com

Até recentemente, acreditava-se que o melhor método de tratamento da linfadenite inguinal é a remoção cirúrgica dos linfonodos afetados. No entanto, estudos recentes mostraram que essa operação pode causar a formação de uma saída anormal de linfa e, no futuro – linfostase ou uma doença tão rara quanto a elefantíase.

O tratamento dos estágios iniciais da doença é criar dormência na área afetada. Muitas vezes, são utilizados métodos de tratamento fisioterapêutico – terapia por ultrassom, galvanização, eletroforese de medicamentos. Além disso, o médico pode prescrever várias pomadas anti-inflamatórias como remédio local.

Com uma causa infecciosa comprovada da doença, independentemente de seu estágio, é necessário o uso de antibióticos de um determinado grupo, dependendo da sensibilidade do patógeno.

Com linfadenite purulenta, uma cavidade purulenta é drenada urgentemente. Este procedimento deve ser realizado em condições estéreis, para evitar a anexação de uma infecção secundária. Vale ressaltar que, após esse procedimento, é necessário tratamento regular e curativo.

Se uma biópsia por punção confirmar a presença de um processo tumoral benigno ou maligno, o paciente poderá necessitar de quimioterapia e radiação complexas.

Quanto aos métodos populares de tratamento da linfadenite inguinal, seu uso é possível apenas no estágio inicial da doença e apenas em combinação com a terapia medicamentosa tradicional.

Possíveis complicações

Na ausência de tratamento oportuno e adequado, a linfadenite inguinal pode causar abscesso na pele, osteomielite, meningite, encefalite, artrite séptica e sepse.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.
Lagranmasade Portugal