Lábios varicosos durante o tratamento da gravidez

A doença varicosa afeta principalmente os membros inferiores. No entanto, na prática médica, há casos em que a expansão patológica das veias é observada na área pélvica: no reto e nos órgãos genitais. A última opção é mais frequentemente encontrada em mulheres e é chamada de lábios varicosos.

O perigo desta doença é frequentemente subestimado. Os especialistas observam que uma complicação das varizes nos órgãos genitais da mulher pode ser varicotromboflebite (a formação de um trombo em um vaso alterado), inflamação das veias e ruptura dos vasos sanguíneos durante a relação sexual ou durante o parto, seguida de sangramento.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Sintomas e sinais de varizes nos órgãos genitais

O quadro sintomático da doença é praticamente diferente da expansão das veias nas pernas. É possível detectar varizes nos lábios sem medidas especiais de diagnóstico.

Como outras formas da doença, essa variedade causa desconforto tangível às mulheres, a saber:

  • dor durante a relação sexual e durante uma longa estadia na posição sentada;
  • nódulos e veias azuladas salientes acima da superfície da pele;
  • pele seca sobre nós varicosos e alças;
  • inchaço;
  • coceira;
  • sensação de plenitude dos órgãos genitais.

Por via de regra, as varizes dos grandes lábios manifestam-se especialmente intensamente ao usar roupas apertadas e herméticas. O fortalecimento dos sintomas é possível durante o período menstrual e durante a gravidez.

Causas da aparência

O aparecimento desta patologia está frequentemente associado à gravidez, no entanto, outros fenômenos e condições podem se tornar a causa de varizes:

  • fraqueza congênita ou adquirida das paredes e válvulas venosas;
  • estadia prolongada em poses estáticos (especialmente quando está sentado);
  • processos inflamatórios nos órgãos pélvicos;
  • excesso de peso;
  • tomar medicamentos de reposição hormonal, incluindo contraceptivos hormonais.

Nada menos que esses fatores afetam a ocorrência e o esforço físico excessivo.

Varicoses dos lábios durante a gravidez

Durante a gestação, as causas e manifestações sintomáticas das varizes na região inguinal podem diferir ligeiramente das descritas acima.

Em primeiro lugar, o corpo de uma mulher grávida experimenta uma carga aumentada no sistema circulatório dos órgãos pélvicos. O sangue sob a pressão de um feto e útero em crescimento não circula como em mulheres sem gravidez.

Segundo, a fraqueza das paredes venosas pode ser causada por uma alteração no plano hormonal de uma mulher.

Procedendo a isso, flebologistas e ginecologistas geralmente não recorrem a métodos fundamentais para resolver o problema de veias dilatadas em mulheres (operações), mas preferem limitar-se à nomeação de medicamentos venotônicos seguros para o feto.

No entanto, os lábios varicosos durante a gravidez podem ser perigosos devido ao risco de sangramento. É por isso que uma mulher com um diagnóstico semelhante deve visitar o consultório com mais frequência.

Frequentemente, devido ao risco de complicações e à progressão muito rápida de varizes após 35 semanas de gravidez, uma mulher é enviada para uma cesariana, pois o parto independente é estritamente contra-indicado para ela.

Muitas vezes, as varizes nos lábios após o parto passam por si próprias. Nesse caso, são mostradas à mulher medidas preventivas que impedem o reaparecimento da doença.

Métodos de tratamento da doença

Como a varicose dos lábios está diretamente relacionada à circulação venosa prejudicada, um conjunto clássico de métodos é usado em seu tratamento:

  • terapia medicamentosa;
  • tratamento cirúrgico, incluindo cirurgia minimamente invasiva;
  • tratamento popular.

Cada um dos métodos é eficaz em qualquer estágio da doença, no entanto, os especialistas observam que os medicamentos em combinação com o folclore serão úteis nos estágios iniciais das varizes. A cirurgia é usada no caso de múltiplas lesões das veias, não apenas no órgão genital, mas também em outros órgãos da pelve pequena.

Medicamentos e remédios populares

A primeira coisa que um médico prescreve para um paciente é um remédio externo com efeito venotônico, analgésico e anti-inflamatório. Com a ajuda deles, você pode rapidamente sentir alívio.

No entanto, para a integralidade da ação desses medicamentos, é necessário o uso de medicamentos orais (comprimidos) com a mesma composição.

Os meios mais eficazes são:

  • medicamentos externos à base de heparina – pomada de heparina e gel de Lyoton;
  • pomadas anti-varicosas com castanha da Índia – Troxevasin, Escin, Cycloven;
  • geles e unguentos com indometacina e diclofenaco – Voltaren, Dicloran, gel Fastum;
  • venotônicos para administração oral – Ginkor-forte, Curantil e Detralex.

O curso do tratamento com os meios listados deve ser longo, especialmente se forem comprimidos ou cápsulas. Pomadas e géis aliviam rapidamente o inchaço, a inflamação e a dor; no entanto, devido à falta de efeitos sistêmicos no corpo, eles não podem ser usados ​​como o único meio de terapia.

Preste atenção! O tratamento medicamentoso de varizes dos lábios, mesmo com um medicamento sem receita, deve ser iniciado após uma visita a um flebologista. Ele selecionará os medicamentos adequados para um paciente em particular, levando em consideração uma variedade de fatores, incluindo a presença de doenças concomitantes e / ou gravidez.

Remédios populares na forma de loções e pomadas feitas por si também serão úteis em caso de doença. A composição de tais preparações caseiras inclui ervas com efeitos anti-inflamatórios e venotônicos: erva de São João, camomila, coltsfoot e meadowsweet.

Como base para pomadas, você pode tomar óleo vegetal ou gordura animal com a adição de cera.

O tratamento cirúrgico

O tratamento cirúrgico é uma maneira eficaz de eliminar completamente as veias dilatadas.

As operações são divididas em dois tipos:

  1. Remoção de veias por flebectomia ou através de cortes na pele.
  2. Cirurgia minimamente invasiva – escleroterapia e coagulação a laser.

Atualmente, as operações minimamente invasivas são usadas com mais frequência, pois não exigem que o paciente seja imerso em um medicamento para dormir e também praticamente não apresentam risco de complicações. Além disso, esses procedimentos para remover varizes nos lábios não requerem reabilitação a longo prazo do paciente.

A essência das operações minimamente invasivas se resume à colagem de veias com a ajuda de descargas elétricas (eletrocoagulação), laser (coagulação a laser) ou preenchimento do lúmen de um vaso com uma composição espumosa especial.

As operações cirúrgicas e minimamente invasivas para os lábios varicosos são mostradas nas seguintes situações:

  1. Com a ineficácia do tratamento medicamentoso.
  2. Com progressão muito rápida da doença.
  3. Com a ameaça de coágulos sanguíneos ou exacerbação de tromboflebite.
  4. Com o aparecimento de lesões tróficas da pele.

No entanto, mesmo se houver indicações diretas para a remoção cirúrgica de veias patologicamente dilatadas, há contra-indicações, que incluem:

  • hipertensão
  • doença cardíaca coronária;
  • exacerbação de doenças crônicas ou presença de infecções no corpo;
  • idade avançada;
  • doenças de pele, incluindo eczema, erisipela;
  • terceiro trimestre de gravidez.

No pós-operatório, os pacientes devem continuar a seguir as recomendações do médico: usar roupas íntimas de compressão com abas especiais, evitar ficar em posição estática por um longo tempo e também abandonar os maus hábitos.

Varizes dos lábios: causas, sintomas, tratamento

Varizes – uma doença que afeta principalmente os vasos das pernas e se manifesta como rápida fadiga, inchaço e dor. A violação da circulação venosa na pelve leva ao desenvolvimento de varizes. A varicose dos lábios é uma patologia dolorosa que interfere com uma vida sexual completa, pratica esportes ativos e traz muitos sintomas desagradáveis.

Normalmente, as veias varicosas dos lábios desenvolvem-se em mulheres no último trimestre da gravidez. Pernas varicosas freqüentemente se tornam seu prenúncio. A causa da patologia, neste caso, é o aumento da pressão no útero e no assoalho pélvico. As veias localizadas na genitália externa aumentam e mudam patologicamente. A doença dura até o nascimento e causa desconforto e medo nas gestantes.

Na maioria dos casos, os sintomas das varizes desaparecem por si próprios logo após o nascimento do bebê. Mas acontece que, sem tratamento oportuno, as varizes se tornam um problema para o feto e o parto. Somente o médico ajudará a interromper a progressão da doença, definindo o tratamento correto. Devido a isso, as mulheres grávidas não desistem do parto natural. As veias patologicamente alteradas e dilatadas podem ser completamente restauradas.

Nanovein  O que é espondiloartrose e como tratá-lo

A gravidez é a principal causa dos lábios varicosos. Durante esse período, crucial para todas as mulheres, o corpo sofre uma carga séria. Ganho de peso significativo, desequilíbrio hormonal, inatividade física, estresse físico, disfunção venosa, hipotensão vascular são fatores que contribuem para a circulação venosa prejudicada no corpo de gestantes. Um útero aumentado pressiona as veias da pélvis pequena, o que leva a uma violação do fluxo sanguíneo, um aumento no volume sanguíneo e um aumento na carga nos vasos do corpo. As veias não são tão densas e elásticas quanto as artérias. É por isso que eles são atingidos em primeiro lugar. Nas mulheres, o períneo incha, os lábios vaginais "rastejam" e se tornam mais densos.

As causas do desenvolvimento da doença em uma mulher que não dá à luz são as seguintes:

  • Excesso de peso
  • Terapia hormonal a longo prazo
  • Hereditariedade
  • Fraqueza da parede vascular,
  • Insuficiência valvar
  • Trabalho físico duro
  • Doença inflamatória pélvica
  • Trabalho em pé,
  • Hipodinâmica,
  • Constipação
  • Uma estadia prolongada no calor, especialmente em um banho ou sauna.

Sintomatologia

Nas mulheres que sofrem de varizes dos lábios, a genitália externa incha, as veias incham e freqüentemente formam conglomerados inteiros de nós. Na membrana mucosa e na pele, aparecem betonilhas e veias da aranha. Pele irritada e seca do períneo coça, entorpecida ou dolorida, há uma sensação de queimação, plenitude e desconforto, distúrbios disúricos aparecem. Essas sensações desagradáveis ​​e dolorosas se intensificam durante a relação sexual, após esforço físico e ir ao banheiro. A dor geralmente irradia para o sacro e o períneo. O estado psicológico de uma mulher piora, seu humor diminui e um aumento da irritabilidade aparece.

Os especialistas detectam visualmente a deformação das veias, que são uma visão esteticamente desagradável. Primeiro, um pequeno nódulo aparece nos lábios, que não se manifesta clinicamente. Gradualmente, há muitos nódulos, eles aumentam de tamanho e interferem na vida normal de sentar, caminhar e fazer sexo. Nódulos venosos, fios e inchaços crescem e são palpados. A pele seca afetada do períneo é pigmentada. Nos últimos estágios da gravidez, a dor se torna dolorosa e os sinais óbvios das varizes são tão perceptíveis quanto possível. Em casos graves, os pacientes andam e sentam com grande dificuldade.

Se houver sinais clínicos da doença, você deve consultar imediatamente um médico para estudos adicionais e a nomeação de tratamento apropriado.

As complicações das varizes dos lábios são: sangramento e ruptura do períneo durante o parto, bem como varicotromboflebite, coagulação do sangue, trombose das veias pélvicas.

As varizes do períneo podem ser detectadas independentemente, sentindo os órgãos genitais externos. Ginecologistas, flebologistas e cirurgiões vasculares estão envolvidos no diagnóstico e tratamento de varizes. Um médico examina uma mulher, ouve reclamações e coleta uma anamnese. Métodos de diagnóstico adicionais incluem: exames clínicos de sangue, coagulograma, ultra-som. O exame ultrassonográfico permite que você veja a condição da parede venosa e confirme o diagnóstico da doença.

O tratamento de mulheres grávidas é um processo difícil e muito responsável. As mulheres grávidas podem se livrar completamente das varizes somente após o parto. A terapia eficaz e adequada ajudará a reduzir a gravidade dos sintomas clínicos da doença e interromperá o desenvolvimento do processo patológico. Medicamentos adequados e seguros prescritos pelo seu médico melhorarão significativamente a condição de suas veias, tornando-as menos visíveis e dolorosas.

Gestantes que sofrem de lábios varicosos, os especialistas dão as seguintes recomendações:

  1. Não levante objetos com peso superior a 3 kg.
  2. Ofereça atividade física ideal (moderada),
  3. Controle de peso
  4. Regular a função intestinal,
  5. Visite a piscina
  6. Não tome banhos quentes, use chuveiros,
  7. Use roupas íntimas confortáveis,
  8. Observe a higiene pessoal
  9. Descanse em uma pose especial: deitado no lado esquerdo com os joelhos dobrados e pressionados contra o estômago.

O tratamento conservador consiste em usar roupa íntima de compressão, usar cremes com anestesia e usar medicamentos. Destina-se a interromper o fluxo sanguíneo reverso e aliviar os sintomas da dor.

  • Venotonics são prescritos para pacientes na forma de comprimidos, géis e pomadas – Troxerutin, Detralex, Lyoton, Venoruton, Eskuzan.
  • Agentes antiplaquetários que impedem a trombose – Trental, Curantil, Venolife, Aspirina.
  • Vestir roupas íntimas de compressão ajuda a reduzir processos estagnados, acelera a circulação sanguínea, elimina manifestações patológicas e melhora o bem-estar de uma mulher grávida.
  • Terapia com vitaminas – tomar vitamina C, que dilui o sangue e melhora a circulação sanguínea, bem como vitamina E, que melhora a elasticidade dos vasos sanguíneos.
  • A ginástica médica ajudará a reduzir a dor. Para fazer isso, você precisa ficar de quatro e abaixar a cabeça no travesseiro para que a pélvis fique acima da cabeça. Essa postura contribui para a saída de sangue.
  • Se a causa dos lábios varicosos não for a gravidez, é realizada terapia sintomática. Os pacientes são prescritos agentes antiplaquetários, anti-inflamatórios e analgésicos.
  • A escleroterapia é uma maneira médica de se livrar dos lábios varicosos. Esta é uma técnica de injeção que permite que as veias alteradas desapareçam completamente. A área afetada pelas varizes é resfriada com ar e, em seguida, uma solução especial é injetada na veia, que a estreita e empurra o sangue, interrompendo o fluxo sanguíneo e impedindo a trombose. O vaso afetado deixa de funcionar e o sangue flui pelas veias saudáveis. Após a injeção, a compressão bilateral da área afetada é realizada por 5 a 7 minutos.

A escleroterapia é a maneira mais eficaz e geralmente indolor de tratar varizes genitais, realizada em nível ambulatorial e produz um resultado qualitativo. Labioplastia e microtermocoagulação também são possíveis. Mas para mulheres grávidas, esses métodos são estritamente contra-indicados.

Se os lábios varicosos não desaparecem após o nascimento do bebê, mas continuam a progredir, eles prosseguem para a cirurgia. Os principais tipos de operações para varizes são flebectomia clássica, radiofrequência e coagulação a laser de veias deformadas.

Prevenção

Medidas para impedir o desenvolvimento de lábios varicosos:

  1. Exame ginecológico
  2. Usando sapatos confortáveis, sem salto,
  3. Passeios frequentes
  4. Chuveiro de contraste
  5. Massagem
  6. Banhos de sal marinho
  7. Alimentos que impedem a constipação
  8. Realização de exercícios voltados à prevenção de lábios varicosos,
  9. Vestindo roupas íntimas confortáveis ​​feitas de tecidos naturais,
  10. Monitoramento médico do sistema de coagulação sanguínea.

Atualmente, a varicose dos lábios é uma doença completamente tratável. Com a ajuda da medicina moderna, você pode eliminar de forma rápida e indolor os sintomas da doença e possíveis defeitos cosméticos. Para conseguir isso, é necessário identificar a doença a tempo. Caso contrário, os lábios varicosos podem causar muitos problemas, especialmente para mulheres grávidas. Basta seguir todas as recomendações e instruções de um especialista. O autodiagnóstico e a automedicação sempre terminam em fracasso!

Varizes genitais em mulheres, palestra (vídeo)

Características dos lábios varicosos durante a gravidez

A varicose dos lábios durante a gravidez é registrada em 20% das gestantes. A doença é caracterizada por um aumento no diâmetro e afinamento das paredes dos vasos venosos dos órgãos genitais externos, a formação de nós sobre eles. Na maioria dos casos, a cura espontânea ocorre após o parto. Mas às vezes o dano às veias durante a gravidez é tão grande que, sem intervenção oportuna, as varizes podem causar não apenas desconforto, mas também complicações durante a gestação e o parto.

A varicose dos lábios durante a gravidez é registrada em 20% das gestantes.

Os principais sinais do processo patológico:

  1. Deformação dos grandes lábios. Os vasos dilatados durante a gravidez manifestam-se na forma de cordas, nós ou aglomerados de cor cianótica.
  2. Irritação e ressecamento da pele, desconforto, coceira, queimação, dor na área afetada.
  3. Dor durante a relação sexual, movimento, micção.
  4. A formação de veias de aranha na superfície da pele durante a gravidez.
  5. Dor refletida no sacro, períneo.
  6. Problemas de natureza psicológica.

O processo patológico durante a gravidez começa com o aparecimento de um pequeno nódulo na superfície dos lábios. Então o número de formações aumenta, elas se fundem em nós, as veias incham.

O processo patológico durante a gravidez começa com o aparecimento de um pequeno nódulo na superfície dos lábios.

Na maioria das vezes, as varizes dos lábios se desenvolvem durante a gravidez, quando o corpo feminino é enfraquecido devido à carga adicional e alterações hormonais. Durante esse período, as doenças crônicas pioram. As varizes dos lábios podem ser uma complicação das varizes das extremidades inferiores ou apenas um prenúncio de seu desenvolvimento.

A progesterona, cujo nível começa a aumentar a partir do primeiro trimestre da gravidez, reduz o tônus ​​das células musculares da parede vascular. O útero aumentado agrava a condição, que pressiona os vasos venosos da pelve, o que impede a saída normal de sangue.

Provoque doenças durante a gravidez e libras extras, que aumentam a carga nas pernas e músculos do assoalho pélvico.

Nesse caso, os músculos subcutâneos das extremidades inferiores e da região inguinal, desprotegidos pelos músculos, são especialmente vulneráveis.

A progesterona, cujo nível começa a aumentar a partir do primeiro trimestre da gravidez, reduz o tônus ​​das células musculares da parede vascular.

Nanovein  Os principais métodos de tratamento de varizes sem cirurgia

Um efeito negativo nas veias e um aumento no volume de sangue circulante de uma mulher grávida. A carga leva ao excesso de alongamento das paredes.

Um fator chave que afeta o estado do sistema circulatório durante a gravidez é a hereditariedade, que determina a densidade da parede vascular, sua elasticidade e condição do aparelho valvar, além de anomalias congênitas na estrutura dos vasos sanguíneos.

Um estilo de vida sedentário, levantamento de peso, inflamação avançada do sistema genito-urinário, uso de hormônios, constipação crônica, aumento da pressão intra-abdominal, aumento da viscosidade sanguínea contra hipotensão e distúrbios endócrinos contribuem para o desenvolvimento da patologia.

As varizes dos lábios durante a gravidez são tratadas com métodos conservadores. É importante eliminar as causas que exacerbam a condição. Vale a pena mudar o estilo de vida, controlar o peso, equilibrar a atividade física, tratar doenças crônicas.

A doença em mulheres grávidas é tratada com atividade física moderada. O trabalho ativo dos músculos esqueléticos melhora a saída de sangue e o funcionamento do aparelho valvar dos vasos venosos. Durante a gravidez, será útil para caminhadas intensivas, natação e hidroginástica.

Em caso de curso grave, a doença é tratada com o uso de drogas venotônicas de aplicação geral e local. O efeito sistêmico é exercido por angioprotetores e corretores de microcirculação: Hesperidin em combinação com Diosmin, Troxerutin, etc. O uso de drogas no interior durante a gravidez é impossível sem supervisão médica.

As varizes severas dos lábios são tratadas prontamente, sem esperar pela entrega. Para esse fim, durante a gravidez, são utilizadas flebectomia clássica, radiofrequência ou coagulação a laser das veias afetadas.

Durante a gravidez, será útil para caminhadas intensivas, natação e hidroginástica.

Remédios populares

Eles tratam varizes da região inguinal e remédios populares. Eles contribuem para o alívio do processo patológico, fortalecendo as paredes dos vasos sanguíneos. Durante a gravidez, os seguintes remédios são populares:

  1. Uma decocção de cones de lúpulo. 1 colher de sopa. eu pique os cones, despeje um copo de água fervente e cozinhe em banho-maria por 15 minutos. O caldo refrigerado e filtrado toma 1 xícara antes das refeições, 3 vezes ao dia.
  2. Infusão de maçãs Antonovka. 3 maçãs esmagadas despeje 1 litro de água fervente e insista 3 horas. Em seguida, as maçãs são amassadas na infusão. Tome o medicamento pela manhã antes das refeições e à noite antes de dormir, 50 ml, apreendendo 1 colher de chá. querida. A ferramenta dilui o sangue. Em caso de alergia ao mel e no terceiro trimestre de gravidez, ele deve ser descartado.
  3. Todos os dias você pode beber 1 copo de água com 1 colher de chá. vinagre de maçã.
  4. Infusão de urtiga dióica. O medicamento é tomado dentro de seis meses. Para a sua preparação, 1 colher de sopa. eu ervas picadas devem ser derramadas com 1 copo de água, deixe ferver, fresco, tensão. A infusão resultante é dividida em 3 porções e tomada durante o dia antes das refeições.
  5. Tintura de castanha da Índia. 50 g de inflorescências devem ser derramadas em 1 litro de vodka, insistidas por 14 dias, agitando regularmente o recipiente, o produto acabado deve ser filtrado e armazenado na geladeira. Tome uma tintura de 2 colheres de sopa. eu 3 vezes ao dia antes das refeições por 7 dias, faça uma pausa por 5 dias e repita novamente o curso do tratamento.

A tintura de castanha da Índia é um dos remédios populares populares para os lábios varicosos durante a gravidez.

O uso de remédios populares durante a gravidez é permitido apenas na ausência de intolerância individual aos componentes e sob a supervisão de um médico.

Banhos sentados

As varizes inguinais também são tratadas com banhos sedentários. Os procedimentos durante a gravidez podem ser realizados 2 vezes por semana. Para isso, são utilizadas infusões tônicas de cones de lúpulo, flores de camomila, folhas de avelã, capim marshmallow, folhas de bétula, flores de trevo-do-prado. Os componentes podem ser usados ​​alternadamente ou como parte de uma mistura.

Para preparar um banho, 200 g de matéria-prima triturada são despejados em 2 litros de água fervente e aquecidos por 10 minutos em banho-maria, e depois deixados para infusão em uma garrafa térmica por uma hora. A infusão forçada é adicionada ao banho. A temperatura da água não deve exceder + 38 ° C, a duração do procedimento – não mais que 15 minutos. A água deve ser suficiente para cobrir as pernas e o corpo ao longo da região lombar.

As varizes inguinais também são tratadas com banhos sedentários.

Compressas frias

Infusões de ervas durante a gravidez são usadas como compressas frias na área afetada. Os seguintes produtos são mais populares:

  1. Infusão de cones de lúpulo ou folhas e flores de castanheiro. 1 colher de sopa. eu matérias-primas precisam ser derramadas com 1 xícara de água fervente, ferva em banho-maria por 20 minutos, coe e deixe esfriar. A infusão finalizada é impregnada com gaze ou tecido de algodão e aplicada nas veias dilatadas por 20 minutos.
  2. Infusão de óleo de flores de camomila. 1 copo de flores, você precisa derramar 500 ml de óleo vegetal e deixar por 30 dias, depois espremer e coar. Esfregue o óleo na área afetada de manhã e à noite. Você também pode usar a infusão de óleo de frutos de castanha da Índia: 50 g de núcleo de frutas picadas são derramados com 1 xícara de óleo vegetal.
  3. Infusão de flores de calêndula. 1 colher de sopa. eu as matérias-primas trituradas são vertidas com 1 copo de água fervente e insistidas em uma garrafa térmica por 1 hora, resfriadas e filtradas.
  4. Pré-escaldado com água fervente e repolho gelado e folhas de amora são usados ​​como compressa.

A infusão de flores de camomila é usada como compressas frias na área afetada.

Pomada para uso externo

Para o tratamento local de varizes dos lábios externos durante a gravidez, são usadas pomadas e géis contendo venotônicos e anticoagulantes: Troxerutina, Heparina, preparações de ginkgo biloba (Detralex, Lyoton-gel, etc.). A pomada é aplicada 2-3 vezes ao dia nas veias dilatadas com movimentos leves, sem esfregar ou pressionar os vasos.

Remédios externos aliviam o inchaço durante a gravidez, reduzem a dor e a sensação de queimação.

Complicações

Se o tratamento de varizes durante a gravidez não for realizado, o processo patológico se desenvolve, a área e o grau de dano aumentam, a qualidade de vida da mulher se deteriora bastante. Existe o risco de sangramento, trombose, tromboflebite.

Para o tratamento local de varizes dos lábios externos durante a gravidez, são usadas pomadas e géis contendo venotônicos e anticoagulantes.

As varizes sob a pele dos lábios aumentam o risco de ruptura do períneo, sangrando durante o parto de maneira natural. A falta de tratamento para a doença durante a gravidez leva à disseminação de varizes nas pernas e nos órgãos pélvicos. Em 10% dos casos, a patologia persiste após o parto.

Medidas preventivas

Uma mulher grávida precisa de exercícios moderados para fortalecer seus músculos. Durante o descanso, as pernas e a pelve devem ser elevadas, o que contribui para a saída de sangue venoso. Você não pode ficar de pé ou sentado por um longo tempo, porque provoca congestão venosa. Útil durante a gravidez e auto-massagem.

Um papel importante na prevenção de varizes é a dieta. É importante que o ganho de peso semanal de uma mulher grávida não exceda 300 G. A dieta deve ser enriquecida com produtos que fortaleçam as paredes dos vasos venosos, reduzam a viscosidade do sangue e previnam o inchaço. A nutrição durante a gravidez deve ser fracionada, rica em vitaminas, minerais, proteínas e ácidos graxos poliinsaturados. A nutrição adequada beneficiará não apenas a futura mãe, mas também a criança.

Um papel importante na prevenção de varizes é a dieta.

Roupa especial

Para que uma mulher grávida evite varizes, os médicos recomendam usar roupas íntimas de compressão ou enfaixar as pernas com bandagens elásticas. Isso ajuda a melhorar a saída de sangue pelos vasos venosos, compensa a falha das válvulas intravasculares.

Roupa íntima de compressão durante a gravidez deve ser usada e lavada diariamente se houver risco de varizes na virilha. Meias de compressão e collants durante o parto ajudam a reduzir a pressão nas veias.

Os médicos recomendam o uso de roupas íntimas de compressão para mulheres grávidas, a fim de evitar varizes.

Parto com varizes nos lábios

Com 38 semanas, uma mulher grávida é hospitalizada para selecionar um método de parto em um ambiente hospitalar. Isso exigirá exame adicional – dopplerografia das veias dos órgãos genitais externos, exame geral de sangue, etc. Nos estágios iniciais do desenvolvimento da patologia e com baixo risco de quebras de tecido, o médico pode permitir o nascimento natural.

Em caso de lesão extensa durante a gravidez, é realizada uma cesariana.

Isso ajudará a evitar rasgar as veias vaginais que podem estar envolvidas no processo patológico.

Se o parto ocorreu naturalmente e sem patologias, para a prevenção de complicações, os médicos recomendam caminhadas precoces, terapia com exercícios e dieta para prevenir a constipação.

Lagranmasade Portugal