Irritação e vermelhidão na virilha feminina

Sensações desagradáveis ​​na região da virilha nas mulheres são uma fonte de desconforto constante, humor estragado e aumento da irritabilidade. Quaisquer alterações na pele em áreas íntimas devem ser alarmantes, pois na maioria dos casos, a vermelhidão na virilha nas mulheres é um dos sintomas de um processo patológico que se desenvolve no corpo. Representantes do sexo justo raramente ignoram a hiperemia aparente da pele ou erupções cutâneas, pois monitoram cuidadosamente a aparência do corpo e se esforçam para parecer perfeitas.

No entanto, é importante entender que vermelhidão e erupção cutânea não são apenas um defeito cosmético e sua aparência deve servir como um sinal para entrar em contato com um dermatovenerologista.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Causas da aparência

Os fatores pelos quais ocorrem vermelhidão e erupções cutâneas na região inguinal podem ser externos e internos. Se houver alterações na pele devido à exposição a fatores externos adversos, sua correção será relativamente fácil. Mas se a erupção cutânea e a vermelhidão são causadas por uma doença em desenvolvimento no corpo da mulher, é necessária uma abordagem abrangente do problema, incluindo tratamento médico.

Os fatores externos mais comuns para o aparecimento de vermelhidão e erupções na virilha nas mulheres são:

  1. Não observância das regras de higiene íntima: esse fator é considerado uma característica do estilo de vida da mulher. Os órgãos genitais devem ser lavados pelo menos uma vez por dia, a roupa de baixo deve ser trocada com a mesma frequência. Em algumas situações (por exemplo, durante a menstruação, a temperatura elevada do ar no ambiente ou para várias doenças dos órgãos genitais, acompanhadas pela presença de secreção abundante da vagina), a genitália externa deve ser lavada com mais frequência, conforme necessário. Se uma mulher negligencia a higiene íntima, um segredo se acumula na área dos pequenos lábios e pequenos lábios, que são constantemente secretados por certas glândulas. Isto é acompanhado por uma sensação desagradável de prurido, vermelhidão da pele. Essa condição da genitália externa em uma mulher é um excelente antecedente para a fixação de uma infecção bacteriana ou fúngica;
  2. Reações alérgicas: as principais manifestações de alergias de pele são o aparecimento de hiperemia, bolhas de tamanhos diferentes, bem como uma sensação de prurido e queimação graves. Na região inguinal, as alergias costumam ocorrer com produtos de higiene ou lubrificantes. Também é possível a ocorrência de uma reação alérgica na virilha a medicamentos ou produtos alimentícios. A vermelhidão e coceira na virilha nas mulheres geralmente ocorrem após o uso de produtos de higiene com um grande número de corantes e fragrâncias na composição. Evite o uso desses produtos de higiene e adquira produtos especiais para áreas íntimas em uma farmácia. Eles não apenas impedem o desenvolvimento de reações alérgicas, mas também mantêm um ótimo equilíbrio ácido-base e têm um efeito suavizante e calmante na pele delicada dos órgãos genitais externos. Se uma alergia se desenvolver para lubrificantes ou lubrificação de preservativos, tente no futuro comprar produtos sem corantes e aromas, marcados como "hipoalergênico";
  3. Depilação: a maioria das mulheres modernas remove os pêlos da virilha usando uma navalha, creme, cera ou outros métodos. Se o processo de depilação ocorrer com pressa ou for realizado incorretamente, irritação e vermelhidão na virilha das mulheres aparecerão. Esta condição é acompanhada por sensações desagradáveis ​​na forma de prurido e queimação, muitas vezes depois, é observado o crescimento do cabelo. Para evitar essa situação, você deve usar produtos de alta qualidade para combater pêlos indesejados. Além disso, para obter o melhor efeito, preste mais atenção ao procedimento de depilação: antes de prosseguir diretamente para a depilação, esfregue a pele para remover as células mortas do estrato córneo, para um barbear ou shugaring mais completo e de alta qualidade. Após o procedimento, não se esqueça de usar agentes calmantes especiais para a pele;
Nanovein  Ervas para varizes das pernas

Os fatores externos acima são fáceis de eliminar; para isso, é necessário alterar levemente seus hábitos de atendimento à área íntima; em geral, não é necessário atendimento médico nesses casos. É muito mais difícil identificar e corrigir fatores internos, incluindo:

  • Psoríase: em alguns casos, essa patologia pode ser localizada na região inguinal. Nas mulheres, a psoríase geralmente se manifesta durante períodos de alterações hormonais no corpo (adolescência, gravidez, período pré-menopausa). Muitas mulheres recorrem ao ginecologista com queixas da aparência no púbis, grandes lábios grandes de pápulas vermelhas de forma oval ou redonda com superfície escamosa. Geralmente, não há sensação de prurido e queimação com psoríase genital. Em casos raros, membranas mucosas com o desenvolvimento de vulvite podem estar envolvidas no processo patológico. Além de lesões de pele na região inguinal, erupções cutâneas são encontradas em outras partes do corpo. Se você suspeitar de psoríase, deve consultar um dermatologista;
  • Infecção fúngica da pele dos órgãos genitais: a doença é causada por fungos do gênero Candida. Em mulheres saudáveis, a presença desses patógenos no corpo não é acompanhada pelo aparecimento de sintomas clínicos. No entanto, existem vários fatores nos quais as manifestações de candidíase cutânea podem se desenvolver ativamente. Isso inclui doenças acompanhadas de distúrbios metabólicos (diabetes mellitus, obesidade, patologia da tireóide), uma diminuição das defesas do corpo devido ao estresse crônico, hipovitaminose e distúrbios no funcionamento do trato digestivo. A candidíase da pele dos órgãos genitais é caracterizada pela presença de hiperemia, inchaço da pele com o aparecimento de erupções cutâneas com a formação de manchas brancas. Essas manifestações cutâneas são acompanhadas por prurido e queimação graves. Muitas vezes, a doença se torna crônica, portanto, é muito importante consultar um médico imediatamente quando os sintomas aparecerem e iniciar um curso de tratamento;
  • Piolhos pubianos: a doença ocorre devido à parasitização na pele dos piolhos pubianos inguinais. O principal sintoma é a coceira intensa, que pode piorar à noite. A vermelhidão da pele na virilha com essa patologia aparece devido a arranhões. Os piolhos púbicos também parasitam nos cabelos da região perianal e nas axilas. Outro sintoma da doença é o aparecimento de uma erupção cutânea, que tende a desaparecer rapidamente. Muitas vezes, uma mulher pode detectar independentemente parasitas ou seus ovos na linha do cabelo no púbis. Em algumas mulheres, uma reação alérgica aos produtos vitais do parasita pode se juntar aos sintomas dos piolhos pubianos. A conseqüência perigosa da doença é a penetração da infecção através da pele danificada pelo arranhão;
  • Neurodermatite limitada: localizada nas pregas inguinal-femorais, na superfície interna das coxas, na região dos genitais externos. O principal sintoma dessa patologia é a coceira. Os focos da lesão são caracterizados pelo aparecimento de liquenificação da pele, pelo aparecimento de elementos papulares e pela descamação. O desenvolvimento da doença é promovido por distúrbios neuroendócrinos, predisposição hereditária, distúrbios do fígado e trato digestivo, distúrbios funcionais do sistema nervoso central;
  • Hiperidrose: a transpiração intensa na região inguinal leva à maceração da pele e à alteração da acidez, o pH torna-se alcalino, o que contribui para a fixação de uma infecção fúngica ou piocócica. Os sintomas incluem vermelhidão e aumento da umidade da pele. A patologia ocorre devido a distúrbios no sistema nervoso central, obesidade, patologias da glândula tireóide;
Nanovein  Sintomas de varizes de estágio, diagnóstico, foto, consequências

diagnósticos

Se você notar vermelhidão ou erupções cutâneas na pele da região inguinal, deve ser examinado por um dermatologista. Somente um especialista pode determinar com precisão a causa de tais sintomas e prescrever um tratamento eficaz.

Para cada doença dermatológica, há uma localização característica do processo patológico e a natureza das alterações na pele. Durante o exame, o médico avaliará a prevalência da lesão, o tipo, tamanho e forma dos elementos da erupção cutânea. Um exame é realizado não apenas na região inguinal, mas também em outras partes do corpo. Se houver suspeita de uma etiologia fúngica ou bacteriana da doença, a raspagem é realizada na área afetada, que é enviada para estudos microscópicos, bacteriológicos ou culturais. Também é realizado um exame histológico dos tecidos envolvidos no processo patológico.

A maioria das doenças de pele está associada a patologias de outros órgãos e sistemas; portanto, você também pode precisar consultar um endocrinologista, neurologista e gastroenterologista.

tratamento

A terapia com o aparecimento de erupções cutâneas e vermelhidão da pele na virilha deve ter como objetivo principal eliminar a doença subjacente. Depois de fazer um diagnóstico, o médico determina as táticas para o tratamento de vermelhidão na virilha nas mulheres.

No tratamento da psoríase, são utilizados medicamentos que afetam a função das células do sistema imunológico em combinação com a fototerapia. Inicialmente, são prescritos medicamentos para administração tópica (pomadas, géis); no entanto, se o resultado desejado não estiver disponível, eles passam para a administração oral ou por injeção de medicamentos.

A candidíase cutânea é tratada com medicamentos antimicóticos. Eles são prescritos de forma abrangente para uso local e interno. O medicamento e a dosagem são selecionados pelo médico, dependendo da prevalência e gravidade do processo patológico. Para mulheres com lesões cutâneas fúngicas, recomenda-se uma dieta baixa em carboidratos.

O tratamento dos piolhos pubianos começa com a remoção completa dos pêlos nas áreas inguinal e perianal. Por 2-3 dias, uma emulsão de 20% de benzoato de benzila é esfregada na pele pubiana.

Com neurodermatite limitada, o tratamento visa corrigir distúrbios do sistema nervoso central. Aplique tranqüilizantes, antipsicóticos (curso curto), anti-histamínicos, vitaminas. Um ponto importante no tratamento é considerado a observância do modo correto de trabalho e repouso, sendo recomendada fisioterapia (UV, diatermia). Para uso externo, é usada pomada de alcatrão e naftalina. A concentração dessas pomadas é aumentada gradualmente (de 3% para 20%). Na pomada, você pode adicionar substâncias que reduzem a intensidade do prurido: mentol 1%, anestezin%, difenidramina 1%. Durante a remissão, pacientes com neurodermatite limitada na região inguinal recebem administração subcutânea de histaglobulina. Passe 10 a 15 injeções por via subcutânea 2 vezes por semana, este procedimento é realizado para criar imunidade anti-histamínica.

Prevenção

Para evitar o aparecimento de vermelhidão e erupções cutâneas na região inguinal:

  1. Siga as regras de higiene íntima, use drogas hipoalergênicas;
  2. Realize corretamente a depilação de zonas íntimas;
  3. Faça sexo seguro com um parceiro sexual regular;
  4. Diagnosticar e tratar oportunamente patologias do trato gastrointestinal, sistemas endócrino e nervoso;

Se aparecerem alterações na pele da virilha, entre em contato com um dermatologista em tempo hábil, a automedicação pode levar a consequências perigosas para sua saúde.

Lagranmasade Portugal