Insuficiência hormonal em mulheres – sinais, sintomas e tratamento

O nível de hormônios e sua interação equilibrada têm um enorme impacto no estado do corpo feminino. A falha hormonal é uma patologia caracterizada pela produção insuficiente de hormônios sexuais.

Nas mulheres, esse mau funcionamento causa várias doenças do sistema reprodutivo e, em combinação com imunidade prejudicada, inflamação e infecções sexuais, causa várias patologias graves: irregularidades menstruais, miomas uterinos, hiperplasia, pólipos e policísticos.

É muito importante a realização regular de exames ginecológicos, pois várias doenças do sistema reprodutivo são assintomáticas, sem dor, sangramento e outras manifestações clínicas.

Neste artigo, examinaremos mais de perto a insuficiência hormonal em mulheres, descobriremos seus primeiros sinais e os principais sintomas que merecem atenção. Não deixaremos métodos despercebidos e relevantes para tratar esse problema em mulheres.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

razões

Existem muitos fatores que contribuem para a falha hormonal nas mulheres. Isso se deve principalmente à dependência do status hormonal do funcionamento da regulação neuroendócrina do sistema nervoso central, localizado no cérebro, e do bom funcionamento das glândulas endócrinas, localizadas na periferia.

Nesse sentido, as razões que contribuem para os distúrbios hormonais podem ser divididas em dois grandes grupos:

  1. As razões causadas por distúrbios no funcionamento da regulação central.
  2. As razões provocadas por processos patológicos que ocorrem nas glândulas periféricas. O mau funcionamento de seu trabalho pode ser causado por tumores, infecções, processos inflamatórios, etc.

Assim, destacamos as principais causas do desequilíbrio hormonal nas mulheres:

  1. Predisposição genética. Defeitos congênitos do sistema hormonal – essa é uma condição bastante complexa, pouco passível de correção. Por via de regra, a principal causa de preocupação nesse caso é a amenorréia primária (ausência completa de menstruação em meninas após 16 anos).
  2. Mau funcionamento do sistema endócrino (problemas com o bom funcionamento do pâncreas, glândula tireóide e glândulas supra-renais).
  3. Com o uso de contraceptivos orais, os hormônios são incluídos em sua composição; portanto, inicia-se uma violação, que primeiro se manifesta em excesso de peso.
  4. Devido a resfriados, SARS, infecções respiratórias agudas, os hormônios geralmente podem ser perturbados. Está provado que as meninas que freqüentemente sofrem de várias doenças infecciosas têm problemas com os níveis hormonais na idade adulta.
  5. Nutrição inadequada, quando uma garota se atormenta com dietas exaustivas, quando a ingestão de alimentos é reduzida, o corpo carece dos elementos necessários pelos quais certos hormônios são produzidos.
  6. Doenças de várias naturezas, entre as quais asma brônquica, ovário policístico, miomas uterinos, cistos no peito e dores frequentes na cabeça (enxaqueca).
  7. Cirurgia para os órgãos genitais internos em mulheres.
  8. Colapso nervoso grave, estresse (incluindo crônico), depressão – todos os itens acima freqüentemente afetam negativamente o plano hormonal de uma mulher.
  9. Excesso de peso. Quanto mais libras extras uma mulher tiver, maior a probabilidade de ela ter um mau funcionamento hormonal.
Nanovein  O que são varizes e por que são perigosas

Condições naturais de uma mulher como adolescência, gravidez, parto, amamentação e menopausa podem afetar o desequilíbrio do fundo hormonal, mas na maioria das vezes o próprio corpo restaura a proporção necessária de hormônios.

Sintomas de insuficiência hormonal em uma mulher

O quadro clínico de insuficiência hormonal em mulheres está diretamente relacionado à idade e condição fisiológica.

Em particular, se a formação de características sexuais secundárias é mais lenta em adolescentes, em mulheres em idade fértil, os principais sintomas concentram-se no ciclo menstrual e na capacidade de conceber.

A este respeito, os sintomas de insuficiência hormonal em mulheres podem ser diferentes, no entanto, os sinais mais impressionantes que indicam essa patologia são:

  1. Menstruação irregular. Atrasos freqüentes da menstruação ou sua ausência por um determinado período de tempo.
  2. Mudanças de humor e irritabilidade. A mulher geralmente muda de humor, mas principalmente ela tem um humor ruim. A manifestação de raiva e agressão a outros, pessimismo, depressão frequente – tudo isso pode ser outra manifestação de insuficiência hormonal.
  3. Ganho de peso. Excesso de peso, depósitos de gordura aparecem rapidamente, enquanto a nutrição não é afetada. Quando uma mulher senta-se mesmo em uma dieta rigorosa, come quase nada, ela ainda melhora devido a um mau funcionamento hormonal.
  4. Diminuição do desejo sexual. Acontece que, com insuficiência hormonal, as mulheres observam uma diminuição no desejo sexual e interesse na vida sexual.
  5. Perda de cabelo. Um sintoma comum de falha hormonal em mulheres é a perda de cabelo, que pode ser muito intensa.
  6. Dores de cabeça. Outras manifestações também podem ser características da insuficiência hormonal, mas já são mais propensas a serem de natureza individual. Assim, por exemplo, esses sintomas podem ser: aparecimento de rugas, massas fibrocísticas no peito, miomas uterinos, secura na vagina.
  7. Insônia, fadiga. Devido ao fato de o sono de uma mulher ser perturbado, ela não dorme à noite, é atormentada por fraqueza constante, sonolência. Mesmo quando a mulher descansou bem, ela ainda se sente sobrecarregada.

O tratamento da insuficiência hormonal em uma mulher é prescrito de acordo com os resultados de um estudo do contexto hormonal geral. Geralmente, medicamentos contendo os hormônios cuja produção no corpo da mulher é insuficiente ou completamente ausente são prescritos para aliviar os sintomas de desequilíbrio hormonal.

Recursos específicos e inespecíficos

Todos esses sinais que indicam a presença de insuficiência hormonal em uma mulher podem ser divididos em dois grandes grupos: sintomas específicos e inespecíficos.

O primeiro grupo inclui:

  • problemas em conceber um filho;
  • um aumento na quantidade de pêlos no corpo e sua taxa de crescimento;
  • distúrbios menstruais;
  • um aumento acentuado do peso corporal enquanto observa o estilo de vida anterior;
  • sangramento uterino, não associado à menstruação.

Sinais não específicos incluem:

  • fraqueza da mulher;
  • fadiga mesmo na ausência de razões objetivas para isso;
  • dores de cabeça freqüentes;
  • distúrbios do sono (insônia ou, inversamente, sonolência constante);
  • diminuição no desejo sexual;
  • mucosa vaginal seca.
Nanovein  Creme eficaz para varizes nas pernas

Como regra, quando esses sintomas são detectados, o médico prescreve exames adicionais que permitem o diagnóstico diferencial.

Sintomas em meninas

Sintomas de falha em adolescentes:

  1. As glândulas mamárias são pouco desenvolvidas.
  2. Se a menina já tem 16 anos e ainda nunca teve (teve, mas é muito irregular) menstruação.
  3. Quantidade excessiva de pêlos no corpo ou sua completa ausência.
  4. Magreza excessiva, pernas e braços longos e finos. Peso que não atinge 48 kg.

Em muitos casos, será necessário estabelecer a rotina diária correta da menina e tudo acontece por si só. Mas, em casos graves, podem ser prescritos medicamentos hormonais, que são tomados claramente de acordo com as instruções.

Resultado

O desequilíbrio hormonal causa interrupções no funcionamento de todo o organismo; portanto, se você não reconhecer a causa a tempo, existe o risco de complicações, como:

  • infertilidade;
  • obesidade;
  • osteoporose;
  • violação da função sexual;
  • doenças ginecológicas de origem diferente;
  • tumores benignos ou malignos dependentes de hormonas;
  • aterosclerose com risco aumentado de derrame, ataque cardíaco.

Deve-se ter em mente que disfunções e muitas doenças causadas pelo mau funcionamento de hormônios são muito difíceis de tratar. Mas se você sabe por que existe um mau funcionamento hormonal e como lidar com isso, pode facilitar muito esse processo desagradável.

Tratamento de insuficiência hormonal em uma mulher

Devido ao fato de que qualquer violação do fundo hormonal pode acarretar sérias conseqüências, essa condição requer correção obrigatória. No entanto, antes de iniciar o tratamento para insuficiência hormonal, a mulher deve descobrir a causa da mudança hormonal. Para fazer isso, você precisa consultar um endocrinologista, bem como fazer um exame de sangue para verificar o status hormonal.

Dependendo da causa da falha hormonal, o tratamento pode ser baseado em:

  • terapia hormonal e / ou tratamento de infecções genitais;
  • seguir uma dieta especial (por exemplo, zinco-selênio para adolescentes ou vegetarianos durante a menopausa);
  • às vezes é necessária cirurgia.

No entanto, com a insuficiência hormonal em mulheres, na maioria dos casos, o tratamento está associado à terapia de substituição, na qual são utilizados vários medicamentos artificiais com estrutura semelhante à secreção das glândulas sexuais, como Mastodion, Klimadion, Cyclodion. Em vista disso, a nomeação de terapia complexa pode ser realizada apenas com base em diagnósticos laboratoriais.

Também é dada muita atenção à nutrição e exercício, cumprimento do horário de descanso e trabalho. As mulheres geralmente recebem uma dieta que aumenta o consumo de frutas e vegetais, infusões e chás de ervas e outros métodos alternativos são incluídos, como suplementos nutricionais e complexos vitamínicos. Em algumas clínicas, para restaurar o equilíbrio dos hormônios femininos, é oferecida a hirudoterapia, ou seja, o tratamento com sanguessugas.

Prevenção

Todo mundo sabe que prevenir uma doença é muito mais fácil do que tratá-la. Portanto, as mulheres que não querem saber o que são os distúrbios hormonais nas mulheres e não têm problemas com elas devem fazer o seguinte como medida preventiva:

  • manter um calendário regular do ciclo menstrual;
  • monitorar a natureza do fluxo menstrual.

E o mais importante é que um ginecologista seja submetido a um exame preventivo duas vezes por ano, mesmo que não haja motivos óbvios de preocupação – infelizmente, as doenças "femininas" tendem a não avisar por enquanto.

Lagranmasade Portugal