Injeções de varizes (2)

IMPORTANTE! Para marcar um artigo, pressione: CTRL + D

Você pode fazer uma pergunta ao médico e obter uma resposta gratuita preenchendo um formulário especial no NOSSO SITE neste link >>>

A medicina moderna oferece uma maneira eficaz de combater veias dilatadas – injeções para varizes. Dessa forma, o medicamento vai diretamente para o local da lesão. A operação de escleroterapia é realizada por injeção de uma substância especial, e os conta-gotas aceleram a obtenção do efeito terapêutico desejado.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Como eles funcionam?

As injeções contra varizes grudam ao introduzir um esclerosante. É feita uma injeção intravenosa, que atua seletivamente nas paredes das veias, causando queimaduras químicas. Como resultado disso, a inflamação anti-séptica se desenvolve. Neste ponto, é importante apertar os capilares com um curativo apertado. A veia perde sua capacidade, a corrente sanguínea segue um caminho alternativo e o vaso se mantém unido. Após alguns dias, os resíduos se dissolvem e se transformam em tecido conjuntivo.

A esclerose deve ser realizada por um médico experiente. A administração incorreta do medicamento pode levar à incapacidade.

Método de escleroterapia

A medicina moderna oferece várias opções para o procedimento de expansão das veias das extremidades inferiores:

O procedimento é realizado com uma preparação de espuma e produz o efeito mais positivo.

  • O método tradicional. É realizado por drogas que não se prestam a modificação e se dissolvem rapidamente no sangue.
  • Ecoscleroterapia. É realizado sob controle de ultra-som.
  • Processamento cosmético de pequenos capilares. É usado, como regra, para o rosto.
  • Escleroterapia com espuma. O procedimento exato com um resultado 100% positivo é realizado sob a supervisão de uma ecografia e uma lâmpada fluorescente.

Voltar ao índice

Como é o procedimento?

O tratamento de varizes com escleroterapia envolve preparação. Recomenda-se seguir uma dieta 3 dias antes do procedimento, evitar alimentos gordurosos e picantes. Você também deve abandonar os maus hábitos. Ao realizar uma cirurgia nas pernas, você deve se livrar dos pêlos indesejados com uma navalha. A pele deve estar limpa e seca.

Para um procedimento de escleroterapia mais confortável, é usada anestesia local. Uma agulha com esclerosante é inserida no lúmen da veia. A dosagem é selecionada pelo médico, levando em consideração o tamanho da área tratada. Em uma visita, você pode gastar até 10 injeções. Você pode repetir o procedimento de 5 a 6 vezes com um intervalo de 1 mês. No final, um curativo elástico ou curativo é aplicado. Durante esse período, recomenda-se ao paciente atividade física moderada, por exemplo, uma caminhada.

Preparações para injectáveis ​​para varizes

Na terapia complexa para varizes das extremidades inferiores, as injeções de Actovegin são usadas. A substância ativa é hemoderivada desproteinizada, projetada para curar a pele com várias lesões, incluindo úlceras tróficas, bem como trombose. Além disso, "Actovegin", no caso de varizes, combate eficazmente os distúrbios metabólicos, restaura a nutrição das células dos tecidos e melhora a microcirculação sanguínea.

Nomes dos medicamentos utilizados na escleroterapia vascular:

A substância ativa é o tetradecil sulfato de sódio. É uma das melhores ferramentas. Afeta o músculo liso dos capilares, reduzindo-os e estreitando o lúmen. Depois de um tempo, o espaço desaparece e a fibrose começa, ou seja. a veia se transforma em tecido conjuntivo. Além disso, o medicamento tem uma propriedade anticoagulante, evita a formação de coágulos sanguíneos. Durante a administração, o paciente pode se queixar de rubor, queimação ou dor leve no local da injeção.

"Etoxisclerol"

A substância ativa é o polidocanol. Uma característica do uso da droga é o efeito no endotélio vascular. Reduz a excitabilidade das terminações nervosas e a condutividade dos impulsos da dor. Não requer anestesia adicional. A dosagem é determinada pelo médico, dependendo do grau da doença e do tamanho dos vasos. Para diferentes patologias, é utilizado um medicamento com uma porcentagem diferente da substância ativa. E também a diferença no tratamento determina a escolha da forma do medicamento a partir de coágulos sanguíneos. Pode ser uma injeção e uma espuma. Durante a terapia, é possível uma manifestação de hiperpigmentação.

Outros tipos

Conta-gotas para varizes são prescritos para a entrada acelerada de substâncias benéficas no organismo. Devido à introdução direta de drogas no sangue, o efeito de sua introdução se manifesta mais rapidamente. Este método de administração envolve assimilação de quase 100%. Além disso, o médico pode prescrever injeções no estômago por trombose. Como regra, isso se aplica à heparina, que impede a coagulação do sangue. É necessário melhorar a microcirculação.

Contra-indicações e efeitos indesejados

Existem casos em que não é recomendável administrar injeções de varizes nas pernas:

Durante o ARVI, esses procedimentos não podem ser executados.

  • uma reação alérgica aos componentes da droga;
  • obstrução venosa profunda;
  • tromboflebite;
  • válvulas com defeito;
  • doenças oncológicas da pelve, que causaram varizes;
  • asma brônquica;
  • ARVI;
  • diabetes mellitus;
  • excesso de peso;
  • a presença de doenças de pele;
  • violação da composição do sangue;
  • gravidez e lactação.

As reações adversas durante a escleroterapia são muito raras. Efeitos colaterais são possíveis:

  • alergia;
  • tonturas;
  • vômito;
  • гиперпигментация;
  • trombose ou tromboflebite;
  • isquemia tecidual;
  • hemorragia cerebral.

Voltar ao índice

Breve conclusão

As injeções de esclerosante permitem livrar-se de veias e redes capilares nas pernas em pouco tempo e com riscos mínimos. O procedimento é realizado sob controle de ultra-som para uma introdução mais precisa. Além disso, as injeções indicadas para varizes aceleram o metabolismo e a circulação sanguínea em pequenos capilares. O nome do medicamento é determinado pelo médico com base nas características da doença do paciente.

As varizes são uma doença bastante perigosa, que na ausência de um tratamento adequado e oportuno progride rapidamente e pode causar uma série de complicações perigosas não apenas para a saúde, mas também para a vida. Os métodos modernos de tratamento desta doença incluem não apenas a intervenção cirúrgica, mas também a injeção de drogas. As injeções de varizes são usadas com bastante frequência e têm apenas apenas críticas positivas sobre sua eficácia.

Principais indicações e precauções

Na linguagem médica, as injeções de medicamentos para varizes anti-varicosas são chamadas de escleroterapia. Apesar do preço significativo desse método, ele é utilizado com grande eficiência nas seguintes condições:

  • "Estrelas" vasculares, pequenas contusões.
  • Veias varicosas.
  • Varizes precoces nas pernas com uma completa falta de descarga de sangue nos vasos profundos.
  • Diâmetro moderado das veias afetadas e ausência de formações nodulares.

Injeções para a expansão de veias nas pernas também são usadas além dos métodos cirúrgicos de tratamento. Isso também é indicado por revisões dos principais flebologistas. Além disso, a escleroterapia é realizada durante a operação para estreitar o lúmen de uma veia grande com varizes. A necessidade disso surge quando uma sinuosidade significativa das veias nas pernas não permite uma intervenção cirúrgica completa.

Nanovein  Causas, sintomas e tratamento de varizes labiais

As injeções contra a expansão das veias, apesar de sua alta eficiência, não devem ser usadas na presença das seguintes doenças:

  • Intolerância individual.
  • Gravidez
  • Doença cardíaca
  • Processos inflamatórios da pele.
  • Subdesenvolvimento de válvulas.
  • Tromboflebite.

Após injeções de medicamentos contra varizes com a ajuda de injeções, podem ser observados efeitos colaterais como reações alérgicas, necrose da pele, visão turva, hiperpigmentação da pele, derrame, náusea e vômito, trombose venosa profunda.

Em conexão com os eventos adversos mencionados acima, é importante obter feedback de especialistas e passar por uma série de testes obrigatórios antes de iniciar as injeções para varizes.

após a introdução de drogas, efeitos colaterais são possíveis.

Técnica de

De todos os métodos de escleroterapia, a esclerobliteração por espuma é mais eficaz. A base deste procedimento é a injeção da substância ativa da estrutura em espuma no lúmen das veias das pernas. Posteriormente, há um estreitamento do lúmen do vaso e sua esclerose gradual. Após o procedimento, uma bandagem elástica é aplicada ao pé ou a roupa íntima de compressão é colocada e usada durante todo o período de reabilitação. Durante um mês após as injeções contra varizes, a luz solar direta deve ser evitada, você não deve se envolver intensamente em esportes e tomar banhos quentes.

A principal vantagem deste método contra varizes é o efeito diretamente na parte afetada do vaso, com subsequente fusão do seu lúmen. Além disso, o procedimento é realizado em nível ambulatorial e o paciente pode voltar para casa após a administração do medicamento. Este método de tratamento é bem tolerado pelos pacientes e praticamente não causa desconforto. O curso do tratamento é de 3 a 5 procedimentos.

Suas deficiências, de acordo com as revisões dos pacientes, incluem a possibilidade de recidiva da doença, observada em 30% dos casos.

O preço de um procedimento de escleroterapia é em média 7500 rublos. A escleroobliteração espumosa de todo o membro inferior custa cerca de 23 mil rublos. Apesar do preço do método ser bastante alto, devido à sua eficácia, é muito popular.

Assim, injeções contra pernas varicosas têm várias vantagens sobre o método cirúrgico de tratamento. A possibilidade de sua implementação em nível ambulatorial e um mínimo de desconforto mereceram críticas extremamente positivas dos pacientes.

A medicina moderna utiliza um método de injeção para o tratamento de varizes. Injeções de varizes nas pernas são uma boa alternativa de tratamento ao método cirúrgico, ou usando um laser. Na maioria das vezes, os medicamentos que aumentam o fluxo sanguíneo e os diluentes são usados ​​para tratar a estagnação do sangue. Com a falta de vitaminas no corpo, o médico prescreve conta-gotas para uma absorção mais rápida.

As principais causas de varizes

As injeções de varizes nas pernas são recomendadas para pessoas com os seguintes problemas:

  • a presença de veias ou redes de aranha;
  • varizes, se o tratamento conservador não ajudar, e a terapia cirúrgica for contra-indicada;
  • o aparecimento de complicações após o método de esticar veias.

Importante: O tratamento de varizes com injeções pode ser um procedimento independente ou fazer parte de um complexo de terapia.

Os médicos acreditam que as causas das varizes são a hereditariedade. Se uma mãe, avó ou alguém da linhagem masculina tiver varizes, essa doença poderá ser herdada. Nesse caso, não importa onde os parentes tenham varizes: a doença pode ocorrer nas pernas, na virilha, no ânus.

Importante: Se houver um gene que forneça uma parede venosa fraca, ele poderá se expressar a qualquer momento.

As injeções para varizes das extremidades inferiores também podem ser usadas para terapia em outros locais do corpo.

Como as injeções funcionam?

As injeções nas veias com varizes têm um efeito positivo. O medicamento injetado, esclerosante, destrói o endotélio das paredes da veia, formando uma queimadura química no local da injeção. Ocorre inflamação asséptica da parede venosa. Após a sessão, é fixado um curativo elástico compressivo, o que ajuda a aproximar as paredes inflamadas da veia e grudar. Um buraco na veia perde rapidamente sua capacidade de passar sangue. Como resultado, o fluxo sanguíneo segue uma rota alternativa através da rede colateral de veias. Depois de algum tempo, a veia desaparece e em seu lugar há tecido conjuntivo.

Tipos de procedimentos

O procedimento para o tratamento de varizes com injeções também é chamado escleroterapia e existe na medicina há mais de 100 anos. Esclerose das veias durante a sua existência reabastecida com vários tipos:

  • microscleroterapia; É um procedimento cosmético em maior medida: é usado para eliminar as veias e redes de aranha;
  • escleroterapia com espuma; utilizado para o tratamento de grandes vasos dilatados; uma substância é introduzida na forma de espuma, que entra em contato com as paredes da veia e é rapidamente absorvida, o que contribui para o tratamento rápido;
  • co -ugulação (remoção a laser); o método mais indolor, pode ser prescrito com asteriscos dos vasos sanguíneos ou no caso de grandes veias dilatadas.

Dica: Independentemente do método de tratamento, antes de começar, você precisa passar por um exame médico e obter uma consulta médica.

Contra-indicações e efeitos colaterais

As injeções contra varizes são contra-indicadas nas seguintes categorias:

  • mulheres durante a gravidez e lactação;
  • pessoas com manifestações alérgicas dos componentes do tratamento;
  • sofrendo de tromboflebite ou trombose das veias das pernas;
  • doente com diabetes;
  • pacientes com doença cardíaca;
  • pessoas com doenças de pele na fase de inflamação;
  • pessoas com aterosclerose das extremidades inferiores.

Os efeitos colaterais da terapia de varizes com injeções podem incluir:

  • queimação e dor no local da injeção;
  • erupções alérgicas;
  • tonturas e náuseas;
  • impulsos eméticos;
  • deficiência visual;
  • tromboflebite ou trombose de vasos profundos.

Os efeitos colaterais são extremamente raros, principalmente eles aparecem na forma de pigmentação na pele, que desaparece dentro de algumas semanas.

Importante: No estágio grave da doença, o médico pode prescrever conta-gotas para varizes das extremidades inferiores, que fornecem um fluxo rápido de medicamentos no corpo para aliviar a condição.

Venotonics

Os medicamentos venotônicos são prescritos por um médico para fortalecer as paredes dos vasos sanguíneos, melhorar a circulação sanguínea e remover coágulos sanguíneos.

Os agentes venotônicos mais populares atribuídos aos médicos são:

Para que os venotônicos produzam resultados positivos máximos, eles devem ser usados ​​em combinação com medicamentos para afinar o sangue.

Diluentes de sangue

As varizes são frequentemente acompanhadas de coagulação e coágulos sanguíneos. Para eliminar a presença de coágulos nos vasos, o médico prescreve medicamentos para afinar o sangue.

As injeções de varizes nas pernas em combinação com medicamentos para afinar o sangue trazem o efeito máximo do tratamento.

O grupo de anticoagulantes inclui:

  • aspirina, vitamina C, ácido acetilsalicílico;
  • fenilina;
  • carrilhões;
  • varfarina.

Importante: Se as paredes venosas do paciente são fracas, o tratamento com agentes venotônicos e afinadores do sangue é realizado sob a supervisão de um médico.

A intervenção cirúrgica

Se a cirurgia é necessária para eliminar varizes, o flebologista decide após um exame minucioso e os diagnósticos necessários.

Nas varizes do primeiro estágio e do segundo inicial, são utilizadas injeções venosas. Estágios mais avançados da doença podem envolver tratamento cirúrgico de varizes.

Nanovein  O que é uma picada de abelha útil para uma pessoa

Ao tratar cirurgicamente varizes, os seguintes princípios são distinguidos:

  1. Eliminação da patologia causada pela descarga de sangue nas veias superficiais das profundezas;
  2. Eliminação de vasos sanguíneos superficiais que foram dilatados com varizes;
  3. Condução de operações pelo método tradicional.

Qualquer tipo de operação busca um objetivo: a remoção das áreas afetadas das veias superficiais nas quais a estagnação é observada.

É aconselhável tratar varizes com a ajuda de injeções nos estágios iniciais da doença, em caso de impossibilidade de intervenção cirúrgica ou se a malha venosa cobrir uma área excessivamente grande da superfície da pele.

Escleroterapia – tratamento de varizes sem cirurgia: Vídeo

O procedimento para escleroterapia ou escleroterapia envolve injeções de varizes nos vasos venosos das extremidades inferiores. A técnica é inovadora, minimamente invasiva e não prejudica a superfície da pele. O ponto é que as paredes problemáticas dos vasos venosos se unem. Isso leva a bloquear o movimento do fluxo sanguíneo pelas veias doentes.

As injeções para o tratamento de varizes são prescritas em situações como:

  • Se varizes tiverem uma forma frouxa. Durante essa forma, os vasos venosos do tipo reticular são afetados, o que impede uma operação cirúrgica completa.
  • Na presença de placas e asteriscos na rede vascular.
  • Com varizes, que apareceram após a cirurgia.

A esclerose das veias pode ser realizada como um procedimento separado ou pode ser combinada com outros métodos de tratamento terapêutico das varizes.

Características do tratamento

A terapia de vasos venosos com injeções é prescrita quando as veias estão muito sinuosas, o que não permite o uso de outros métodos de cirurgia. Se não for possível tratar problemas com um laser, ocorrerá uma recaída após a cirurgia ou o paciente sofrer varizes soltas, a escleroterapia é prescrita.

As injeções contra varizes afetam apenas as veias afetadas. Para alcançar uma eficácia clara, as injeções são administradas várias vezes. Isso levará cerca de cinco procedimentos.

Esse tipo de tratamento ajudará a restaurar o processo correto de circulação sanguínea, eliminar a expansão venosa e aliviar os sintomas do inchaço. Há várias vantagens desta operação:

  • Nenhuma injeção permanece.
  • Viena estará inteira.
  • Não há período de reabilitação.
  • Não é um procedimento traumático.
  • Pode ser combinado com outros tipos de terapia.

Como injeções? O procedimento é realizado usando uma seringa, na qual uma agulha muito fina é colocada. No início das manipulações, eles fazem um furo. Para levar a agulha ao destino exato, é usada a tecnologia de ultrassom.

Então, um medicamento especial chamado esclerosante é administrado. Sua dose é estabelecida pelo médico e depende das características individuais do paciente: a localização dos vasos, suas dimensões.

Os componentes medicinais da injeção podem ser líquidos ou na forma de uma espuma. A consistência espumosa tem um efeito melhor – abrange grandes áreas de contato, a ação começa mais rapidamente.

A rara ocorrência de complicações é confirmada pelas múltiplas revisões de pacientes e médicos satisfeitos com o procedimento.

O custo da manipulação é aceitável. O preço médio para a região central é de 7500 rublos por sessão.

Preparação para manipulação

A preparação para escleroterapia é um ponto importante no complexo de tratamento. Antes de iniciar o procedimento, o paciente visita um médico, um exame completo é realizado com consulta. Se a situação for incerta, medidas adicionais de diagnóstico são prescritas.

A dopplerografia dos vasos sanguíneos ajuda a determinar o estado dos vasos sanguíneos, é realizada com ultra-som. As ondas que entram no corpo são repelidas pelos glóbulos vermelhos. Este processo é mostrado no monitor do dispositivo.

O vetor de velocidade e direção do movimento das células vermelhas do sangue permite ao médico estabelecer o estado do vaso venoso e determinar se é possível realizar o procedimento.

Se o médico permitir que o paciente esclerose, alguns dias antes do início da manipulação deve:

  • Recuse o uso de drogas hormonais.
  • Recuse-se a tomar medicamentos anti-inflamatórios.
  • Pare de beber álcool.
  • Não fume.
  • Não depile áreas do procedimento.
  • Não use pomada, loção, creme e leite corporal.
  • Antes de ir ao médico, faça um lanche e tome um banho.

É necessário ter malhas elásticas com você na forma de meias ou ataduras, sapatos confortáveis, roupas que não restrinjam o movimento.

Etapas do procedimento

As injeções para prevenir varizes são um procedimento complexo e meticuloso, realizado em várias etapas:

  1. O primeiro estágio é a punção dos vasos afetados – punção. A injeção é administrada usando Venovizor, um dispositivo de ultrassom que permite que os medicamentos entrem na área afetada com mais clareza. O médico usa a agulha mais fina para que não haja descarga de sangue na área da punção.
  2. O segundo estágio envolve a determinação da dose do medicamento, seguida pela administração cuidadosa do medicamento diretamente no vaso venoso. A dosagem varia de acordo com o nível de dano, as dimensões do lúmen do vaso e a localização.
  3. A terceira etapa envolve o uso de equipamento especial para verificar o início do medicamento.

Quando as injeções são injetadas nos membros inferiores, o médico deve aplicar malhas de compressão no local do tratamento. No final do procedimento, você precisa andar um pouco. Alivie a compactação dois dias após o final do procedimento.

Contra-indicações

Existem várias contra-indicações estritas para o uso de tratamento para varizes com injeções:

  • Período de gestação
  • Período de lactação.
  • Problemas do aparelho valvar de vasos venosos.
  • A presença de coágulos sanguíneos.
  • Tromboflebite aguda.
  • Processos inflamatórios na pele.
  • Doenças de vasos sanguíneos e coração.
  • Intolerância a um componente específico da medicação.

Efeitos secundários

Os efeitos colaterais não ocorrem frequentemente, mas vale a pena mencioná-los:

  • Uma reação alérgica.
  • Náusea
  • Impulsos eméticos.
  • Fraqueza corporal.
  • Desmaio.
  • Perda de visão no tempo.
  • Necrose.
  • Trombose (muito rara).
  • Mancha de sangue.
  • Isquemia tecidual.

Às vezes, nos primeiros dias após o procedimento, o paciente sente fraqueza e dor leve. Mas se adequadamente reabilitado, a sintomatologia das consequências pode ser eliminada.

Siga rigorosamente as regras e os conselhos que seu médico explicará. Não negligencie os exames preventivos para monitorar o resultado.

Se ocorrerem efeitos colaterais, consulte um médico.

Tratamento adicional

Para aumentar a eficácia das injeções de varizes, podem ser prescritos medicamentos adicionais para melhorar o fluxo sanguíneo e as veias tonificantes:

  • Detratex – melhore o tônus ​​vascular, remova o inchaço.
  • Flebodia 600 – o sangue se torna líquido, a estagnação é eliminada.
  • Troxevasin – uma melhora no tônus ​​vascular.
  • Venoruton – melhora a elasticidade vascular, os capilares se tornam menos frágeis.

Para proteger a ocorrência de coágulos sanguíneos, são prescritos vários medicamentos diluidores:

Esses fundos podem ser utilizados no pós-operatório para se proteger de complicações após o procedimento.

Prevenção e controle

Depois que o paciente é curado de varizes por injeção, várias regras devem ser observadas:

  • Consulte um médico uma semana após os procedimentos para verificar o resultado e eliminar complicações.
  • Dois meses depois, consulte um médico para estabelecer o fato da ausência de fluxo sanguíneo na veia colada.
  • Um ano após a operação, entre em contato com um flebologista para avaliar a saúde geral das extremidades inferiores. Exclua o progresso da doença.

A medicina não pára. Agora você pode evitar operações traumáticas complicadas nas pernas e se livrar de varizes sem remover os vasos.

O tratamento de varizes com injeções ajuda a resolver o problema em estágios avançados. Caso contrário, os médicos lidam com a doença sem intervenção cirúrgica. Para fazer isso, é importante reconhecer o problema nos estágios iniciais e começar a combatê-lo imediatamente.

Lagranmasade Portugal