Inchaço das pernas com varizes

Inchaço das pernas no tornozelo e no pé é um sintoma de várias doenças. As patologias podem provocar inchaço das extremidades: varizes, tromboflebite, trombose venosa profunda das pernas, danos infecciosos nos tecidos moles, função renal prejudicada, etc.

Inchaço não é apenas um defeito cosmético. O inchaço das pernas ou pés limita a atividade física de uma pessoa. À noite, o inchaço tende a se intensificar, manifestação de dormência nas extremidades e síndrome da dor.

Com o inchaço do tornozelo, é preciso procurar a causa. O tratamento envolve a exposição à fonte do problema. Também são prescritos medicamentos que ajudam a nivelar o sintoma, na maioria das vezes são diuréticos.

O que fazer se houver inchaço da perna esquerda na perna, as causas e o tratamento do inchaço – consideraremos mais adiante.

E sobre este artigo:

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Causas de inchaço de uma perna

O inchaço é caracterizado pelo acúmulo de líquido na área do pé e tornozelo. Contém produtos de decomposição e substâncias tóxicas, o que leva a outros sintomas – vermelhidão, queimação, coceira, dor. As causas do inchaço das pernas no tornozelo são diferentes. Portanto, se uma perna inchar, suspeita-se de lesão.

A lesão pode ser acompanhada de ruptura de ligamentos, fratura, entorse, hematomas. A causa imediata é o dano aos vasos sanguíneos – o sangue se acumula nos tecidos, devido ao qual a perna fica azulada, incha. Se houver uma fratura fechada, a dor é muito intensa ao tentar mover a perna.

Com a trombose, o inchaço da perna é causado por uma violação da circulação sanguínea – o líquido não pode se mover livremente pelas veias. Dependendo da gravidade do processo patológico, o edema se desenvolve em duas horas ou em alguns dias. Quanto mais rápido o inchaço aparece, mais negligenciado é o processo. As veias internas e superficiais são afetadas.

Como o tecido subcutâneo não tem tempo para se esticar, a dor se manifesta. O sangue se acumula na perna do paciente. O membro pode inchar até 10 centímetros de diâmetro.

O edema unilateral se desenvolve pelos seguintes motivos:

  1. Lesão infecciosa do membro devido a danos à pele. O paciente tem um forte inchaço das pernas, um abscesso e fleuma são formados. Na ausência de tratamento, existe um risco de gangrena. Sintomas adicionais incluem aumento da temperatura corporal, mal-estar geral.
  2. Com artrite, um dos membros incha.
  3. Alergia a uma picada de inseto. Com esta reação, você não pode hesitar – é necessário dar uma injeção com um anti-histamínico ou tomar comprimidos da mesma propriedade.

Nas varizes, na maioria dos casos, o edema unilateral é manifestado. É uma conseqüência da estase venosa nos vasos. O sangue se acumula nos vasos, eles se expandem, o que leva a um aumento nos tornozelos e pés.

Etiologia do inchaço bilateral das extremidades

Com pernas varicosas, dois membros podem inchar ao mesmo tempo. Nesse caso, a causa são fatores provocativos. Assim, o inchaço ocorre devido a ignorar as prescrições do médico. Por exemplo, o paciente se recusa a usar roupas íntimas de compressão ou é escolhido incorretamente – uma classe de compressão pequena, o tamanho errado, etc.

Uma estadia prolongada em uma posição leva ao inchaço das pernas com varizes. O fato é que a falta de movimento leva ao acúmulo de sangue e líquido linfático nas pernas. Edema pode ocorrer se uma pessoa constantemente cruza as pernas.

Com sapatos desconfortáveis ​​e apertados, a saída normal de linfa e sangue é perturbada. Fluidos biológicos se acumulam na área do pé e tornozelo.

Outras causas de edema bilateral incluem:

  • Esforço físico excessivo;
  • Gravidez
  • Insuficiência renal;
  • Patologia cardiovascular;
  • Linfostase (fluxo linfático prejudicado).

O inchaço do pé e do tornozelo pode provocar medicamentos para o tratamento da hipertensão e medicamentos com hormônios.

Primeiros socorros para edema varicoso

Com o inchaço das pernas, é necessária uma consulta com um médico especialista. O médico irá estabelecer a causa da patologia, prescrever tratamento. Com um histórico de varizes, você pode usar as recomendações dos médicos que ajudam a reduzir o inchaço dos tornozelos e pés.

É necessário tomar tal posição que os membros se levantem – acima do coração. Para fazer isso, coloque vários travesseiros ou um cobertor sob os pés. Você também deve dormir nesta posição. No contexto da VFC, esse conselho deve ser utilizado não apenas com o inchaço existente, mas também como uma profilaxia.

É necessário normalizar o regime de consumo. É importante reduzir a ingestão de líquidos. E limite o consumo não apenas de sucos e compotas, leve em consideração os primeiros pratos. Um dia você pode beber com um inchaço leve de 1,5 litros de água. Com inchaço grave das pernas para um litro.

Outras recomendações para reduzir o inchaço dos tornozelos e pés:

  1. Mude a dieta. Certifique-se de reduzir a quantidade de sal no menu. Idealmente, por algum tempo, recuse completamente os alimentos salgados.
  2. Chuveiro de contraste melhora a circulação sanguínea no corpo. Tome várias vezes ao dia.
  3. Escolha sapatos que não apertem os membros.
  4. Massageando a área afetada 2 vezes ao dia por 5-7 minutos. Os movimentos devem ser leves, sem pressão forte.

As dicas não se livrarão das varizes, mas ajudarão a nivelar o inchaço, melhorar o bem-estar.

Como aliviar o inchaço das pernas com varizes?

O tratamento do edema é devido à causa de sua aparência. O médico prescreve terapia, o paciente é tratado em casa. Ação local recomendada – pomadas e géis. Eles contêm esses componentes vegetais – extrato de castanha da Índia, semente de uva, além de rutina, heparina.

Para terapia local, Troxevasin, Lyoton gel, Venozol, Venolife são prescritos. Aplique o medicamento na área afetada 2-3 vezes ao dia. A duração do uso é determinada individualmente, dependendo da gravidade da clínica. É necessário tomar medicamentos diuréticos, eles ajudam a acelerar a eliminação de líquidos do corpo.

Com varizes progressivas, são tomados comprimidos flebotrópicos. Eles aumentam o tônus ​​das paredes dos vasos sanguíneos, melhoram a microcirculação sanguínea, proporcionam um efeito angioprotetor, aceleram a saída do líquido linfático. Prescrever medicação:

  • Comprimidos de Detralex. O venotônico tem uma propriedade angioprotetora, reduz a venostase, reduz a extensibilidade das veias, aumenta o tônus ​​das paredes vasculares, melhora a drenagem linfática;
  • Planta Venotonic Aescusan. A substância ativa é o extrato de castanha da Índia, componentes adicionais – vitamina B1, tiamina. Lida eficazmente com o inchaço das extremidades, cãibras musculares, ajuda com dores nas pernas e comichão na pele com varizes.

O tratamento conservador com medicamentos elimina os sintomas, retarda o desenvolvimento de varizes, mas não ajuda a se livrar da doença para sempre.

Remédios populares e prevenção de edema com BPM

Com edema dos tornozelos e pés, os remédios populares ajudam. É também um tratamento sintomático que não afeta a causa do inchaço. Eles fazem banhos, loções, tomam decocções dentro com ervas medicinais.

Com edema no tornozelo, um banho com sal marinho ajuda. É necessário adicionar algumas colheres de sopa de sal em 2000 ml de água morna, misture bem para que os grãos se dissolvam. Em água morna, eles abaixam as pernas por 20 minutos. A manipulação é realizada todos os dias. A duração do tratamento é de 10 dias. Alternativa: coloque a toalha felpuda na solução e envolva-a nas pernas por 15 minutos – a compressa não é menos eficaz.

Remédio para inchaço e dor nas pernas: ralar uma cebola grande para fazer mingau. Para isso, adicione 100 g de açúcar granulado. Insista na mistura por meio dia. O suco aparece no "medicamento", é derramado em um recipiente separado. Tome 2 colheres de sopa 2 vezes ao dia, o curso do tratamento – até que o inchaço das extremidades desapareça. A recepção é realizada antes das refeições.

Essas receitas não convencionais ajudam a se livrar do edema:

  1. Lave uma raiz de salsa pequena em água corrente, pique. Você não precisa limpá-lo. Despeje 500 ml de água quente e deixe por 12 horas. Em seguida, o suco de um limão é adicionado ao líquido. Filtre tudo. Beba 20-30 ml 2 vezes ao dia após as refeições, o curso dura 1-3 semanas.
  2. Folhas de bétula frescas ajudam muito. Eles são coletados em um saco de algodão e, em seguida, os membros inferiores são colocados nele. O tempo de manipulação é de 4 horas.
  3. Decocção de inchaço das pernas. Em proporções iguais, misture hortelã-pimenta, urtiga, raiz de cálamo, flores de sabugueiro preto e inflorescências de tília. Duas colheres de sopa da mistura medicinal são adicionadas a 500 ml de água, infundidas por 60 minutos. Filtrar. Beba 120 ml duas vezes ao dia após as refeições. A duração do tratamento é de até um mês.
Nanovein  É possível curar varizes com vinagre de maçã

Como a causa do inchaço é a congestão venosa, é recomendável agir como profilaxia. Você pode ir à piscina, nadar, passear, fazer hidroginástica, caminhada nórdica. Em casa, eles realizam exercícios especiais a partir de varizes, por exemplo, boas revisões das aulas de acordo com o método de Bubnovsky.

Se o paciente tiver trabalho sedentário, você precisará fazer uma pequena pausa a cada hora. Durante isso deve estar se movendo ativamente. Isso ajudará a restaurar a circulação sanguínea normal. É importante que as mulheres se recusem a usar sapatos de salto alto – isso ajuda a reduzir a carga nos membros inferiores e a prevenir trombose vascular.

Como remover o inchaço nos tornozelos em casa é descrito no vídeo deste artigo.

Tratamento eficaz do edema das pernas com varizes: como aliviar o inchaço e as cãibras em casa, comprimidos para varizes

As varizes, ou varizes, trazem consigo muitas sensações desagradáveis ​​e dolorosas – isso é peso nas pernas e dor, inchaço e cãibras.

Se existe um tratamento eficaz para o edema das pernas com varizes e como aliviar o edema das pernas com varizes em casa são duas questões principais que serão discutidas no artigo abaixo.

Causas de edema e cãibras nas pernas

Muitas vezes as pessoas têm inchaço das pernas com varizes, o que fazer nessa situação? Para começar, você precisa entender o que é essa doença.

O edema com varizes ocorre pelo seguinte motivo: varizes levam ao relaxamento e à deformação das veias, o que leva a uma circulação prejudicada. Por esse motivo, o sangue estagna nas veias, aumenta a pressão, o fluido escapa para o espaço intercelular dos tecidos circundantes, formando edema.

Com o líquido, muitos oligoelementos necessários também são removidos. Isso leva a convulsões. Cãibras nas pernas à noite com varizes são cãibras musculares espontâneas, agudas e graves. Por algum tempo uma pessoa não pode relaxá-la, o que leva à dor.

Na maioria das vezes, esses fenômenos ocorrem à noite, porque durante o sono, o fluxo sanguíneo já lento se torna completamente insuficiente. Os músculos tentam empurrar o sangue através dos vasos e, para isso, começam a se contrair impulsivamente.

Porém, tendo contraído, o próprio músculo não pode mais relaxar, porque as varizes provocam uma reprodução lenta da molécula de ATP, responsável por esse mecanismo. Com varizes, cãibras nas pernas ao longo do tempo se tornam uma ocorrência regular.

Como tratar o inchaço das pernas e cãibras com varizes? Como aliviar o inchaço com varizes? Livrar-se de edema e convulsões, que são apenas sintomas, é reduzido ao tratamento da própria doença.

O tratamento envolve todo um complexo, incluindo não apenas a cura do edema das pernas com varizes em combinação com a medicina tradicional, mas também a introdução das mudanças necessárias no seu estilo de vida, educação física e recomendações do seu médico.

Foto: o que parece inchaço das pernas com varizes

O que fazer com cãibras?

Quando uma perna é fortemente perfurada por uma cãibra, quase todo mundo agarra sua perna e começa a esfregá-la com força, tentando restaurar a circulação sanguínea. Mas esse método nem sempre pode ajudar rapidamente.

Como posso remover rapidamente essa síndrome?

  • deitado, levante a perna e puxe os pés sobre as mãos, massageando o músculo da panturrilha. Em seguida, mova-se ativamente com os pés das duas pernas – gire, afaste-se, faça movimentos para cima e para baixo;
  • ajudará a picar uma perna com uma agulha, mas como o sintoma surge repentinamente e é improvável que a agulha esteja próxima, você pode beliscar com força várias vezes;
  • Levante-se no chão nu e dê uma volta. Quando o espasmo passar, fique de pé por um minuto, subindo nos dedos dos pés e descendo até os calcanhares.

Correção do estilo de vida

Para curar varizes e remover o inchaço das pernas com varizes, várias regras de um estilo de vida saudável devem ser observadas. Para que o sangue não fique estagnado nos membros, é necessário se mover.

É aconselhável fazer pelo menos meia hora de caminhadas ao ar livre todos os dias. A velocidade de caminhada deve ser medida; você precisa monitorar a respiração (inspire e expire a cada três etapas).

A recusa de maus hábitos – álcool, fumo, também é parte integrante do programa de tratamento. Conformidade com a rotina diária, bom descanso – esses são componentes que não podem ser ignorados.

Uma malha de compressão especial que aperta os músculos e evita a formação de inchaço também ajudará a se livrar da dor. Os sapatos não devem ser estreitos e restringir o pé, o salto alto é inaceitável.

Você deve reconsiderar sua dieta – abandone alimentos salgados e condimentados que contribuem para o acúmulo de líquidos. Os alimentos devem conter a quantidade necessária de vitaminas e minerais, porque sua deficiência provoca cãibras noturnas.

Cargas estáticas físicas e prolongadas devem ser evitadas. Tente não andar muito, não sobrecarregue as pernas. Se o trabalho for sedentário e em pé, é necessário fazer aquecimento várias vezes ao dia regularmente.

Pelo menos de manhã e à noite e, se possível, durante o dia, faça um conjunto especial de exercícios. Seria bom concluir a educação física com um banho de contraste, que tem um efeito tônico.

Esportes na luta contra o problema

Para restaurar a elasticidade das veias e normalizar a circulação sanguínea, esportes sem esforço excessivo ajudarão. Durante o movimento, os músculos se contraem, conduzindo sangue mais rapidamente pelas veias e impedindo a estagnação.

O exercício na academia não é contra-indicado, mas apenas atividades físicas moderadas são permitidas. Você deve evitar a pressão mesmo do seu próprio peso sobre as pernas e não usar materiais de pesagem – halteres, pesos etc.

Exercícios recomendados em simuladores que não implicam carga nas pernas – um elipsóide, bicicleta ergométrica, máquina de remo. Exercícios de alongamento serão úteis – yoga, Pilates, alongamento.

A melhor opção é praticar esportes aquáticos (hidroginástica, natação). A água possui alta densidade, eliminando quase completamente a carga de seu peso nos vasos e, ao nadar, todos os movimentos são realizados na posição horizontal, o que também elimina a carga nas pernas, distribuindo-a uniformemente por todo o corpo.

A respiração intensiva na água também ajuda a acelerar a circulação sanguínea.

Todo mundo que encontra um problema de violação deve executar diariamente um complexo especial, incluindo exercícios como:

  • uma bicicleta;
  • tesoura;
  • vidoeiro;
  • rotação dos pés, abrindo e apertando os dedos;
  • andar no lugar sem tirar as meias do chão;
  • rolando as pernas do calcanhar aos pés. Para quem tem trabalho sedentário, o mesmo exercício pode ser realizado enquanto está sentado;
  • vários movimentos dos dedos – você pode sentar e tentar agarrá-los do chão e segurar alguns objetos pequenos, além de comprimir e desapertar os dedos.

Medicamentos

A coisa mais importante no caso de ocorrência de sintomas de varizes, como inchaço e convulsões, é uma visita oportuna a um médico. Após o exame, o médico prescreverá os medicamentos necessários nas doses necessárias.

Estes podem ser comprimidos para o edema das pernas com varizes e outros medicamentos. Você tem edema com varizes? Corre urgentemente ao médico!

Para o tratamento, é prescrito um tratamento complexo, incluindo medicamentos dos seguintes tipos:

  • flebotônicos – medicamentos que fortalecem as paredes das veias e vasos sanguíneos devido ao conteúdo de substâncias como heparina e rutina. Drogas eficazes desse grupo são Detralex, Troxevasinum, Venarus, flebodia, Eskuzan, etc;
  • anticoagulantes, anticoagulantes para melhorar a circulação sanguínea e aliviar o inchaço das pernas (por exemplo, aspirina, venolife, lyoton, etc.);
  • normalizar o trabalho do coração, uma vez que a circulação sanguínea é perturbada devido ao enfraquecimento de sua função de bombeamento. Os glicósidos, que ajudam na luta pela saúde do coração, estão disponíveis em comprimidos ou gotas e requerem dosagem exata para evitar efeitos colaterais. Estes são digoxina, estrofantina e outros;
  • desagregantes, cujas substâncias limpam o sangue das placas e impedem a formação de coágulos sanguíneos, por exemplo, heparina;
  • diuréticos, ou diuréticos, são prescritos para um processo mais eficaz de drenagem de fluidos. Estes incluem verospirona, hipotiazida, uregite, furosemida e muitos outros.

É impossível se envolver em tomar diuréticos, você não deve procurar uma solução instantânea para o problema. Você precisa fazer um curso selecionado pelo médico para um caso específico, caso contrário, poderá se prejudicar bastante.

Os comprimidos diuréticos para edema das pernas com varizes podem criar uma ilusão visual de se livrar do problema, mas apenas aliviam temporariamente o sintoma das varizes – edema. O tratamento deve ser completo e abrangente.

Além dos medicamentos, o médico pode recomendar decocções de ervas – por exemplo, calêndula, espinheiro, viburno, salsa, folhas de bétula, hortelã. Para aliviar o sofrimento de edema, use banhos de ervas ou compressas. Mas também apenas como prescrito pelo médico.

Nanovein  Como tratar varizes sem cirurgia

Mesmo que o inchaço das pernas com varizes e cãibras seja insignificante, você não pode tentar se livrar delas com a ajuda de diuréticos, pois o aparecimento desses sintomas indica a presença de problemas circulatórios no corpo.

Não se automedique e não deixe a doença flutuar, as conseqüências das varizes são mortais – a formação de coágulos sanguíneos, úlceras tróficas. E então, na melhor das hipóteses, apenas um cirurgião pode ajudar.

Para tratar a trombose, você precisa começar nos estágios iniciais; apenas uma visita oportuna a um médico ajudará a restaurar a saúde ou a proteger-se do perigo mortal. Portanto, o que fazer se as pernas incharem com varizes? A primeira coisa é ir ao médico!

Vídeo útil

Em mais detalhes sobre como tratar o edema das pernas com varizes, você aprenderá com o vídeo abaixo:

Inchaço com varizes – tudo sobre um sintoma desagradável

Veias varicosas – uma doença manifestada por grave deformação irreversível, estiramento das paredes vasculares, formação de nódulos venosos, protrusão de veias grandes e pequenos capilares sob a superfície da pele.

Essa doença grave e difícil de curar ocorre devido a um mau funcionamento nas válvulas intravenosas, cuja tarefa é empurrar os fluxos sanguíneos que entram nos membros inferiores do coração na direção oposta.

Como resultado da saída incompleta de sangue dos bezerros das pernas, forma-se estase sanguínea, que é acompanhada por dor, dor e inchaço nessa área.

O inchaço das pernas com varizes, juntamente com o aparecimento de uma rede de pequenos capilares na superfície da pele, é um dos principais sintomas que sinalizam a ocorrência de uma doença venosa.

Natureza da ocorrência

Assim, varizes e inchaço das pernas são fenômenos indissociáveis, quase sempre o inchaço preocupa os pacientes desde o início da doença.

Quais são as características da ocorrência de inchaço da panturrilha com varizes?

  • Nos estágios iniciais da doença, o inchaço ocorre apenas na segunda metade do dia, após um longo período em pé, ou vice-versa, se uma pessoa passa todo o tempo de trabalho sentado à mesa de trabalho e abaixando as pernas no chão.
    Após uma noite de sono relaxante, o inchaço nas pernas geralmente desaparece completamente.
    Nesta fase da doença, malhas de compressão e bandagens elásticas, medicamentos venotônicos e afinadores de sangue ajudam a lidar com o edema.
    No entanto, com a progressão da doença, o inchaço com varizes torna-se um companheiro constante do paciente.
  • As pernas com varizes incham de maneira desigual, mas apenas no local da localização dos pacientes com veias dilatadas, aumentando à medida que a doença se desenvolve.
    Ou seja, nem sempre as duas pernas começam a inchar, mas apenas uma delas, aquela cujas veias foram afetadas por varizes. Somente em casos raros, as duas pernas incham como resultado de varizes.

Variedades de edema

O edema varicoso é de vários tipos:

  • Edema que ocorre no início da doença, causado por circulação sanguínea prejudicada e fluxo sanguíneo da região gastrocnêmica, desaparecendo completamente após um longo descanso.

  • Edema do leite, assim chamado por causa de uma forte descoloração da pele dos bezerros e pés. Afetada por esse edema, a parte do corpo não apenas muda significativamente de tamanho, mas também adquire uma cor esbranquiçada pálida. Um companheiro frequente de edema do leite é dor intensa.

A principal razão para esse tipo de edema é o bloqueio de vasos sanguíneos e veias das extremidades inferiores.

É impossível eliminar esse edema por conta própria, será necessária a ajuda de um especialista qualificado.

  • O inchaço azul é ainda mais perigoso do que os laticínios. Os sintomas desses tipos de inchaço são semelhantes, mas o inchaço azul é acompanhado por densificação e escurecimento da pele. Isto é devido a uma grave violação do fluxo sanguíneo venoso nas panturrilhas das pernas, falta de oxigênio, deficiência nutricional dos tecidos moles desta área do corpo.

Muitas vezes, nesta fase da doença, ocorrem úlceras tróficas e o inchaço cianótico se estende a áreas mais altas da perna.

Se ocorrer edema azul, é necessário tratamento intensivo, pois, no caso de infecção de tecidos com úlceras tróficas, existe um alto risco de gangrena do membro inferior e sua amputação.

Nesse caso, o tratamento deve ser realizado apenas com constante supervisão e controle médico.

Métodos de tratamento

Existem várias maneiras, meios e métodos para remover o edema com varizes, e eles podem ser divididos condicionalmente em vários tipos:

Terapia de compressão

Um excelente remédio para o edema é o uso regular de bandagens elásticas e meias de compressão, que normalizam a pressão sanguínea nos vasos deformados das pernas.

Malhas de compressão estão disponíveis na forma de meias, perneiras e calças justas, existem várias classes de compressão (compressão).

O tipo de roupa de compressão necessária em um caso específico só pode ser recomendado pelo médico assistente com base em análises e estudos flebográficos.

  • O grau I, também chamado de preventivo, é usado em terapia complexa contra varizes durante a gravidez e também é recomendado para pessoas das profissões cujas atividades estão associadas a períodos prolongados em pé ou sentado: professores, cabeleireiros, gerentes.
  • A classe II, com um grau médio de compressão, é aplicável nos estágios 2 e 3 das varizes, quando as veias já estão severamente deformadas, o edema se torna permanente, ocorre tromboflebite. Essa roupa íntima também é recomendada após operações em pequenas veias invasoras, como ablação a laser e escleroterapia.
  • Classe III – um forte grau de compressão, é usado para estagnação grave de sangue nas panturrilhas das pernas, na fase de úlceras tróficas.
  • Grau IV – linho com alto grau de compressão, é utilizado com pouca frequência para edema patológico, estagnação do sangue (na fase da elefantíase) e deformidade vascular.

Terapia de medicação

Eliminar os sintomas das varizes com a ajuda de medicamentos é um tratamento muito eficaz, inclusive na luta contra o inchaço.

Que tipo de agentes externos e orais deve ser usado para varizes para um paciente específico só pode ser decidido por um flebologista. Ele também deve recomendar a dosagem e a duração necessárias da administração de um determinado medicamento.

Preparações externas (pomada, creme ou gel para varizes) são dispensadas sem receita médica e são recomendadas para uso doméstico, mas apenas se não houver danos externos à pele da panturrilha das pernas e úlceras tróficas.

Todos os medicamentos anti-varicosos, pela natureza da ação, são divididos em vários grupos, a saber:

  • Agentes venotônicos que fortalecem, impedem a fragilidade, aumentam a elasticidade das veias. Estes são medicamentos como Detralex, Troxerutin, Troxevasin, Diosmin, Flebodia 600.

  • Anticoagulantes – anticoagulantes, prevenindo a ocorrência e promovendo a reabsorção de coágulos sanguíneos existentes: Lyoton 1000, Pomada de Heparina, Heparina-Akrigel.

Maneiras populares

Existem muitas receitas de origem popular destinadas a eliminar os sintomas das varizes, incluindo o inchaço das pernas.

  • Banho de pés. Pegue um recipiente com água morna, mexa uma pequena quantidade de sal marinho, adicione óleo aromático. Mergulhe os pés na água para que os bezerros ocultem completamente a água por cerca de 30 minutos e depois lave as pernas com água de temperatura mais baixa.
  • Rale algumas batatas cruas, espalhe a massa sobre as áreas doloridas das pernas, prenda com gaze e um filme e, por cima, com uma camada adicional de tecido. Deite-se em silêncio por 2 horas, depois enxágüe com água morna e esfregue na pele um remédio externo (gel ou pomada), contra varizes.
  • Tome 100 gramas: erva-cidreira, urtiga, salsa, orégano. Despeje 1 litro de água fervente e deixe esfriar. Em seguida, dissolva a composição resultante em 10 litros de água morna. Este é um excelente banho descongestionante, a duração do procedimento deve ser de 15 a 20 minutos.
  • E essa pomada é preparada com base em castanhas – um famoso inimigo da doença venosa. Tome 1 xícara de picada para uma massa homogênea de nozes, despeje a mesma quantidade de banha derretida. Misture tudo bem até ficar homogêneo. Tal pomada é usada para esfregar na panturrilha das pernas afetadas por varizes.

Prevenção

Medidas preventivas destinadas a prevenir e remover edema, cuja eficácia e eficiência dependem em grande parte do próprio paciente.

  1. Vestindo roupas e sapatos confortáveis, feitos de materiais de origem natural e de alta qualidade, garantindo a respiração da pele. A altura do salto dos sapatos não deve ser superior a 3-4 cm.
  2. Durante o horário de trabalho, é necessário alternar a posição em pé com um descanso relaxante (é aconselhável colocar as pernas em um pequeno travesseiro para drenar o sangue).
  3. E vice-versa, se a atividade laboral estiver associada à permanência prolongada no monitor, faça, regra geral, exercícios regulares após cada 2-3 horas de trabalho.
  4. Durante uma noite de descanso, é aconselhável colocar os membros inferiores em uma pequena elevação (travesseiro ou rolo), 30 a 40 centímetros acima do corpo.

Conclusão

Todos os métodos listados para eliminar o edema podem ser muito eficazes somente se você seguir rigorosamente as recomendações médicas, a aderência à formulação, a dosagem e a duração do uso.

Além disso, não se deve esquecer as medidas domésticas, como dieta balanceada, exercícios de fisioterapia, relaxamento regular dos membros, abandono de maus hábitos.

Proteja a saúde das suas pernas! Tenha um tratamento bem-sucedido e sinta-se bem!

Lagranmasade Portugal