Gravidez e lábios varicosos – por que existe uma patologia

Ter um filho é acompanhado por uma diminuição na resistência do corpo feminino a várias doenças. Portanto, as mulheres grávidas devem estar especialmente atentas à menor deterioração do bem-estar. Durante esse período, freqüentemente surgem problemas nas veias, que são expressos em vários sintomas característicos. A varicose dos lábios durante a gravidez é uma doença que requer tratamento oportuno. Geralmente, o distúrbio desaparece após o parto, mas às vezes os pacientes precisam de ajuda séria até a cirurgia.

No artigo, diremos:

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Sintomas de patologia

Muitas vezes, não é difícil detectar varizes durante a gravidez, pois a mulher é perturbada por sensações desconfortáveis ​​em um local íntimo e pode sentir as mudanças negativas pelo toque. Ao passar no exame, o médico determinará imediatamente a presença de varizes de acordo com as manifestações clínicas disponíveis.

As varizes que ocorrem durante a gravidez na virilha podem ser reconhecidas por vários sinais:

  • veias superficiais inchadas;
  • lábios inchados;
  • pele seca e escurecendo;
  • coceira e queimação;
  • padrão vascular;
  • sensação de plenitude e peso;
  • dor agravada pelo sexo, movimento e esvaziamento da bexiga.

Inicialmente, as varizes dos lábios se declaram pela formação de um pequeno nódulo, e se durante a gravidez um sintoma semelhante passa despercebido, outros nódulos se juntam a ele. Eles se fundem e se transformam em formações subcutâneas inchadas e complicadas, de um tom azulado.

Identificar varizes durante a gravidez só é possível após o diagnóstico médico.

Sem tratamento competente ou na sua ausência, a progressão da doença pode levar a hemorragia significativa devido à ruptura de veias ou tromboflebite.

Causas de doença

Depois de engravidar, uma mulher corre o risco de danificar as veias inguinais. No entanto, as varizes dos órgãos genitais nem sempre se desenvolvem durante a gravidez. Isso requer a presença de certos fatores.

  1. Mau funcionamento no plano hormonal. Fortalecer a produção de progesterona ajuda a reduzir o tônus ​​das veias e a elasticidade de suas paredes. Devido ao desequilíbrio hormonal e enfraquecimento dos vasos, desenvolve-se doença varicosa ou, por exemplo, vulvite.
  2. Crescimento intra-uterino do feto. Os vasos pélvicos são forçados a assumir uma carga enorme causada pela pressão de um útero crescente. Devido à desaceleração da circulação sanguínea, a estagnação se forma, expandindo ainda mais o lúmen vascular.
  3. Patologias crônicas dos órgãos genitais. A exacerbação de patologias é exibida negativamente na corrente sanguínea na zona íntima.
  4. Uma alteração na quantidade de sangue circulante. Isto é devido ao aparecimento de um novo círculo de circulação sanguínea (útero-placentária) e a um aumento nas glândulas mamárias. Consequentemente, as paredes das veias enfraquecidas se expandem.
  5. Falta de atividade motora. A gravidez não é uma razão para abandonar os movimentos. Uma estadia prolongada em uma posição afeta negativamente o estado dos vasos e pode causar varizes na região da virilha.
  6. Quilos extras. Durante o nascimento do bebê, o peso corporal pode aumentar bastante. Por esse motivo, as veias das extremidades inferiores geralmente sofrem e, com o tempo, muitas desenvolvem varizes vaginais.
  7. Predisposição hereditária. Na presença de anormalidades genéticas na estrutura das válvulas venosas, o risco de formação de uma doença aumenta significativamente.
  8. Fezes difíceis. Constipação permanente é uma ocorrência comum durante a gravidez, levando a uma diminuição na saída de tecido líquido e à ocorrência de estagnação nos órgãos genitais.
Nanovein  Escleroterapia para varizes

As veias varicosas da região perineal também se desenvolvem devido à nutrição analfabeta, transferência de peso e vícios prejudiciais.

Tratamento eficaz

Quanto mais cedo o tratamento dos lábios varicosos for iniciado, mais rápido será possível se livrar das manifestações patológicas. Nos estágios iniciais, está previsto o uso de métodos conservadores, enquanto o uso da medicina tradicional é permitido.

Se a doença progride rapidamente, comprometendo não apenas a saúde, mas também a vida da criança e da mãe, o paciente está preparado para a intervenção cirúrgica.

Remédios populares

Para curar as varizes que se desenvolvem durante a gravidez em um local íntimo, receitas eficazes serão úteis, permitindo fortalecer as paredes vasculares e interromper o processo de deformação. Em particular, recomenda-se tomar banhos terapêuticos em casa.

Os procedimentos são realizados com camomila, cones de lúpulo, canela seca, folhas de avelã, flores de trevo-do-prado, a partir das quais são preparadas decocções tônicas. Os ingredientes são utilizados individualmente ou simultaneamente.

O procedimento é o seguinte:

  • as matérias-primas na forma triturada (200 g) são vertidas com água fervente (2 l) e colocadas em banho-maria por 10 minutos;
  • no final do tempo estipulado, o caldo é derramado em uma garrafa térmica e insistido por uma hora;
  • infusão terapêutica é adicionada ao banho após esforço, enquanto a água não deve ser aquecida acima de 38 graus.

Os banhos são tomados duas vezes por semana e a duração do procedimento não deve exceder 15 minutos.

Você pode tratar varizes com compressas frias, enquanto o tratamento envolve infusões de cerveja:

  1. Cones de lúpulo e flores de castanheiro são misturados em partes iguais. As matérias-primas (1 colher de sopa) devem ser derramadas com água fervente (250 ml), mantidas por 20 minutos em banho-maria, filtradas e resfriadas. A gaze impregnada com infusão de ervas é aplicada nas veias doentes por 15 a 20 minutos.
  2. Flores de calêndula (1 colher de sopa) cheias de água fervente (1 copo) são infundidas em uma garrafa térmica por uma hora. Utilizado após esforço e resfriamento.

Recomenda-se fazer uma compressa de folhas de couve, que devem ser escaldadas com água fervente e depois resfriadas.

Noções básicas de nutrição

Sem revisar a dieta nutricional, é muito mais difícil eliminar varizes nos lábios que ocorrem durante a gravidez. Graças a uma dieta bem composta, a criança receberá substâncias úteis suficientes, enquanto a mulher será capaz de evitar um ganho de peso significativo.

A gestante deve dar preferência a produtos que:

  • fortalecer as paredes dos vasos venosos;
  • tornar o sangue menos viscoso;
  • evitar inchaço.

Alimentos picantes, fritos e salgados são proibidos.

Roupa interior especial

Se uma mulher grávida revela uma doença venosa, é necessário prestar atenção especial ao estado dos vasos, para que as veias varicosas da vagina ou dos lábios possam ser eliminadas usando malhas de compressão. O uso de roupas especiais com efeito terapêutico é uma parte importante da terapia complexa.

Nanovein  Aparelhos a laser para o tratamento de varizes com obliteração endovenosa a laser, flebologia,

Muitos fabricantes estão envolvidos na fabricação de meia-calça projetada para mulheres grávidas. Os produtos contribuem para a normalização do suprimento sanguíneo nas pernas e na região inguinal. Um flebologista ajudará o paciente na escolha da meia-calça, que determinará o grau de compressão necessário, levando em consideração a fase da doença.

O uso de roupa prevê o cumprimento das regras:

  • mangueiras de calcinha devem ser usadas nos sinais iniciais de doença venosa;
  • o produto é colocado na posição supina imediatamente após acordar;
  • a roupa deve ser lavada todos os dias.

Se uma mulher já deu à luz e enfrentou patologia, na gravidez subsequente é recomendável usar calças justas, a partir do 2º trimestre.

Terapia medicamentosa

O que fazer se uma futura mulher em trabalho de parto for diagnosticada com varizes dos lábios? Para restaurar o tom venoso e normalizar a circulação sanguínea, os medicamentos são selecionados na forma de pomadas, géis ou comprimidos. Antes de prescrever medicamentos, o flebologista deve levar em consideração os riscos para o feto.

As varizes vaginais em mulheres durante a gravidez são eliminadas por:

  • Detralex;
  • Venarusa;
  • Troxevazina;
  • Flebodia;
  • Liotona e t. d.

O uso de medicamentos ajuda a eliminar o inchaço, fortalecer os vasos sanguíneos e prevenir processos inflamatórios. A dosagem é determinada pelo médico e não pode ser alterada sem o seu conhecimento.

Você pode tomar medicamentos somente após a permissão do médico.

Além dos medicamentos, o paciente pode receber escleroterapia – um procedimento minimamente invasivo, com a ajuda da qual esclerosante (solução) é introduzido na veia doente. O resultado das manipulações é a colagem do vaso, o que evita a progressão da patologia, enquanto o sangue começa a circular pelas veias saudáveis.

A intervenção cirúrgica

Quando a varicosidade dos lábios provoca uma deterioração significativa da condição das mulheres grávidas, os médicos recorrem ao tratamento cirúrgico. No entanto, antes do parto, a cirurgia não é utilizada, pois esse método é perigoso para a criança e representa uma ameaça à sua vida. Se o risco de complicações após o parto persistir, o paciente estará na mesa de operação.

A vulva ou vagina varicosa é eliminada por:

  1. Flebectomia. Sua essência é remover o local com uma sonda em forma de gancho através de pequenas incisões.
  2. Coagulação por RF. As veias que são deformadas são expostas a radiação de alta frequência.
  3. Coagulação a laser. Um LED laser é inserido através de uma perfuração na pele, que sela o vaso afetado. Com o tempo, a veia geralmente se resolve completamente.

Como mostra a prática, muitas vezes a doença varicosa após o aparecimento de migalhas desaparece gradualmente.

Medidas preventivas

Para evitar varizes dos órgãos genitais ou períneo durante a gravidez, a mulher deve prestar atenção à prevenção. Também ajudará a desacelerar a progressão da patologia, o que permitirá que o bebê persista sem problemas.

A lista de medidas preventivas inclui:

  1. Vestindo roupas íntimas de compressão.
  2. Compilação de uma dieta nutricional competente. Ele deve conter produtos que ajudem a evitar ganho de peso excessivo e também garantam a entrada dos elementos necessários no corpo.
  3. Recusa de grampos de cabelo e roupas de sintéticos.
  4. Minimização da atividade física.
  5. Calçadões regulares ao ar livre.
  6. Evitar excesso de trabalho e descanso oportuno.

Como o desenvolvimento de varizes é freqüentemente causado por doenças existentes, é importante não atrasar a aprovação da terapia sob a supervisão do médico assistente.

A gravidez em muitos é acompanhada por varizes na virilha. Na ausência de tratamento adequado, a situação pode se tornar crítica; portanto, as menores alterações negativas na área pélvica devem se tornar um motivo para procurar ajuda.

Lagranmasade Portugal