Estágio de varizes das extremidades inferiores foto, descrição e tratamento

Muitas pessoas sabem como são as veias nas pernas com varizes. Mas vasos carmesim inchados aparecem em pacientes não imediatamente. A doença se desenvolve gradualmente, o que significa que a deterioração não pode ser permitida. Sabendo como são os estágios das varizes nas pernas, que medidas ajudam a parar a doença, todos são capazes de cuidar de sua saúde. O acesso oportuno a um médico e uma mudança no estilo de vida o salvam de complicações e incapacidades.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Estágios da doença

As varizes das extremidades inferiores se desenvolvem gradualmente. O conjunto de sintomas dessa patologia vascular se encaixa no curso faseado. Os seguintes estágios das varizes das extremidades inferiores são descritos na classificação:

  • Etapa 1 – compensação;
  • Etapa 2 – subcompensação;
  • Etapa 3 – descompensação.

Às vezes, as complicações da doença são conhecidas como manifestações das varizes do estágio 4.

Alguns pacientes chamam graus de estágios. De fato, a gravidade das manifestações da insuficiência venosa crônica é classificada em graus:

  • 0 grau – não há insuficiência;
  • 1 – manifestações da síndrome de "pernas pesadas";
  • 2 – edema instável;
  • 3 – edema persistente, aparecimento de hiperpigmentação, dano ao tecido subcutâneo, eczema;
  • 4 – a ocorrência de úlceras tróficas.

Para ter uma idéia de como a doença se desenvolve, você precisa considerar cuidadosamente a foto dos estágios das varizes e se aprofundar na descrição dos sinais dessa patologia vascular.

Estágio 1

A descrição do primeiro estágio das varizes merece a maior atenção, pois a ocorrência de alterações desse nível geralmente passa despercebida. A aparência dos membros não é alterada. Pessoas com sintomas semelhantes não se apressam em procurar um médico e mudam algo em suas vidas e hábitos. Isso leva à perda de tempo precioso e recursos do seu corpo. Afinal, é no primeiro estágio das varizes que você pode lidar com a doença com a menor perda.

Sintomas

Deve-se prestar atenção a esses sinais:

  1. Há uma sensação de peso nas pernas.
  2. Dor nas pernas aparece, as pernas estão "cansadas".
  3. Inchaço dos pés e tornozelos.
  4. Cãibras nos músculos da panturrilha à noite.
  5. As veias da aranha e um retículo são visíveis na pele.

O desconforto nas pernas com varizes do 1º grau aparece à noite ou após uma carga significativa: se uma pessoa ficou em pé por um longo tempo ou caminhou longas distâncias. A doença está em um estado equilibrado, a atividade normal não sofre. Portanto, os pacientes descrevem os sintomas como ocorrendo no final de um dia difícil e não atribuem importância a eles.

Após uma noite de sono ou descanso, o desconforto e o inchaço desaparecem. Pequenas “estrelas” venosas nas pernas ou quadris são percebidas como um defeito cosmético, o que não é motivo para procurar ajuda médica. Portanto, não há queixas nesta fase das varizes. Os pacientes avaliam sua condição como "cansada" ou "tal característica das pernas".

tratamento

Na primeira etapa das varizes, a consulta de um cirurgião vascular já é necessária. O tratamento inclui:

  1. O uso de malhas médicas para uso contínuo. Nesta fase, os produtos da classe de compressão 1 devem ser selecionados. Usá-los ajudará a normalizar a saída de sangue das pernas e pés e evitará o desenvolvimento adicional da doença.
  2. Fisioterapia. Os procedimentos são prescritos por um flebologista; O uso da magnetoterapia provou-se perfeitamente. Além disso, com manifestações iniciais, a terapia a laser é recomendada para ajudar a combater as veias de aranha que aparecem.
  3. Prescrição de medicamentos que atuam na parede vascular: Detralex, Phlebodia, Troxevasin.
  4. Escleroterapia e microscleroterapia. Quando há sinais de varizes, as veias afetadas são coladas, introduzindo uma substância especial – esclerosante em seu lúmen.
  5. Hidroterapia: banhos frios, um banho de contraste à noite para aliviar o inchaço e aumentar o tom das veias.
Nanovein  Como verificar se há coágulos sanguíneos nas pernas

Mudanças no estilo de vida: normalização do peso, níveis hormonais, rejeição de maus hábitos, bem como exercícios físicos destinados a estimular a saída de sangue pelas veias das pernas, reduzirão o risco de progressão de varizes.

Estágio 2

Se não forem tomadas medidas, os distúrbios vasculares levam a uma alteração na parede da veia, as válvulas não conseguem lidar com o aumento da carga. Os sintomas do primeiro estágio tornam-se mais pronunciados, novos são adicionados. A doença começa a limitar a vida. As varizes entram no estágio de subcompensação.

Sintomas

Os pacientes nesta fase observam:

  1. Inchaço das pernas.
  2. Dor nas pernas.
  3. Sensação de plenitude nas pernas.
  4. Cãibras frequentes nos músculos da panturrilha à noite.
  5. A sensibilidade da pele nas pernas está quebrada, "arrepios" aparecem.
  6. Veias azuis ampliadas são visíveis nas pernas.

Para varizes do 2º grau, a persistência de sintomas desagradáveis ​​é característica após descanso suficiente. Assim, o inchaço das pernas durante a noite não desaparece, a dor começa a ocorrer mesmo após o esforço normal.

As veias inchadas nas extremidades inferiores falam eloquentemente sobre a doença. Eles são visíveis na superfície posterior da perna, na fossa poplítea, na superfície interna da coxa. A pele sobre as veias afetadas pode coçar, ocorre dormência, as manifestações iniciais de pigmentação são possíveis. As varizes geralmente afetam os vasos das duas pernas, mas também existem manifestações unilaterais.

tratamento

O segundo estágio das varizes exigirá o uso constante de roupas de compressão da classe 2. Esta malha tem um efeito compressivo mais pronunciado, impedindo o desenvolvimento de mudanças estruturais nas paredes das veias e a deformação das válvulas. Após realizar o tratamento cirúrgico ou não cirúrgico, o médico pode recomendar o uso de bandagens elásticas.

  1. O tratamento medicamentoso nesse estágio de varizes nas pernas não será tão eficaz quanto nas manifestações iniciais. Recomenda-se a nomeação de ventonics (Detralex, Venarus, Troxevasin Anavenol) e preparações vasculares (Lyoton, Trental, Vazobral).
  2. Hirudoterapia. O uso de sanguessugas pode melhorar as propriedades do sangue, reduzir os distúrbios do fluxo sanguíneo e o edema.
  3. Escleroterapia.
  4. A decapagem curta é uma operação para remover áreas da veia afetada.
  5. Usando o método não cirúrgico de espuma em forma. A essência do procedimento é a introdução de esclerosante espumado nas grandes veias afetadas. Injeções da substância bloqueiam os vasos.
  6. Hidroterapia, duche de contraste.

Estágio 3

Com a transição das varizes para o terceiro estágio, os sintomas de lesões nas pernas são representados pela estagnação e desnutrição dos tecidos. Alterações marcadas da pele na fase de descompensação são fáceis de notar a olho nu. Manifestações de varizes do 3º grau limitam significativamente a vida do paciente.

Sintomas

Aqui estão os sinais clínicos desta fase:

  1. No curso das veias, observa-se dor acentuada.
  2. O inchaço das pernas é permanente.
  3. Os pacientes observaram severidade severa nas extremidades inferiores.
  4. A sensação de plenitude, a dor atrapalha quase constantemente, o descanso não melhora a condição das pernas.
  5. Cãibras frequentes nas pernas à noite.
  6. As veias começam a inchar, são dilatadas por toda ou em áreas separadas, complicadas, de cor azul-púrpura.
  7. Ao redor das veias grandes, é visível uma fina rede de vasos menores.
  8. Nesta fase, são expressas alterações na pele: secura, descamação, desbaste, aparência de pigmentação marrom nas veias afetadas.
  9. Da estagnação nas veias e do sistema linfático, o tecido subcutâneo começa a condensar.
  10. A desnutrição em 3 estágios leva a uma deterioração na qualidade das unhas, perda de vegetação nas pernas.
  11. A violação do fluxo sanguíneo leva ao aparecimento de uma coloração azulada das pernas, pernas "geladas".
Nanovein  Livrar-se da dor nas pernas com varizes

tratamento

Na fase de descompensação de varizes, recomenda-se o uso de malhas de compressão da 3ª classe de compressão ou o uso de bandagens elásticas.

O tratamento medicamentoso inclui cursos de venotonia, drogas vasculares. Se ocorrer dor, recomenda-se o uso local de anti-inflamatórios não esteróides (cetoprofeno).

O tratamento cirúrgico nesta fase das varizes é realizado em um volume maior do que nas manifestações iniciais da doença. A conveniência de prescrever uma técnica específica só pode ser dita após um exame minucioso, identificação de complicações e doenças concomitantes.

Complicações

Os pacientes costumam chamar esse estágio de varizes de 4º grau da doença; portanto, você deve se concentrar na descrição dos sintomas com mais detalhes. O aparecimento de complicações está associado a uma mudança no estado das paredes das veias, uma violação do fluxo sanguíneo local. A nutrição insuficiente dos tecidos com varizes leva a alterações tróficas. Os vasos das pernas se tornam mais frágeis, portanto, são facilmente arrancados de um efeito menor, o que leva ao sangramento ou à adesão de elementos sanguíneos (plaquetas) nos locais de lesão. Assim, com varizes avançadas, as seguintes complicações se desenvolvem:

  • Úlceras tróficas. Manchas violeta-roxas aparecem na pele das pernas, e então um defeito na pele com bordas inflamadas e irregulares aparece nesse local. Um líquido turvo amarelado pode escorrer da superfície das úlceras. Se a infecção se juntar, pode aparecer pus. Esta condição é difícil de tratar.
  • Sangramento. Nesta fase das varizes, as paredes das veias nas pernas tornam-se mais finas e quebradiças. O sangramento pode estar associado a algum dano adicional ou ocorrer espontaneamente. Sangue derrama ou impregna tecido subcutâneo.
  • Tromboflebite. Quando essa complicação das varizes ocorre, os pacientes se queixam de dor ao longo da veia afetada, inchaço nas pernas. O membro é mais frio ao toque. Se ocorrer tromboflebite nas veias superficiais, a localização da lesão pode ser determinada após o exame: a dor é expressa acima do local da inflamação e listras vermelho-púrpura aparecem na pele.
  • Trombose venosa profunda. Uma das complicações mais graves na fase de descompensação. Pacientes com varizes nem sempre percebem essa complicação, pois nem sempre um coágulo de sangue cobre completamente a veia afetada. Dor, inchaço das pernas aparecem. Não há sintomas de pele vívidos. Uma complicação é perigosa devido ao descolamento de um trombo e à deriva no ramo da artéria pulmonar, com o desenvolvimento de tromboembolismo muito rápido, do qual o paciente morre em questão de segundos.

tratamento

O tratamento de varizes de grau 4 (ou complicações da doença) pode exigir hospitalização devido à incapacidade de controlar a condição em casa. O perigo desse estágio reside não apenas no aparecimento de condições com risco de vida, mas também na ocorrência de recaída da complicação.

  1. O tratamento medicamentoso inclui o uso de venotônicos, medicamentos vasculares e anti-inflamatórios.
  2. Quando as úlceras tróficas aparecem, a terapia local é conectada, com o objetivo de acelerar a cicatrização desses defeitos cutâneos (Solcoseryl), antibioticoterapia local.
  3. Com tromboflebite de veias superficiais, é realizada uma venectomia.
  4. A trombose venosa profunda é tratada em ambiente hospitalar: conservadoramente com medicamentos que dissolvem o coágulo sanguíneo e reduzem sua viscosidade ou realizam trombectomia.

O sangramento das veias com varizes requer assistência imediata: aplique um curativo sob pressão, levante o membro afetado, aplique gelo, se possível, e chame uma ambulância.

A fisioterapia também é recomendada para complicações de varizes:

  • irradiação ultravioleta;
  • terapia magnética;
  • massagem pneumática;
  • hirudoterapia

Quando os primeiros sinais de varizes aparecerem, você deve procurar ajuda médica imediatamente para evitar a progressão da doença e o aparecimento de complicações com risco de vida.

Lagranmasade Portugal