Doenças em que ocorre dor na virilha

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Fontes de dor na virilha

A dor na virilha é causada por vários grupos de doenças:

  • doenças geniturinárias (cálculos no sistema urinário);
  • condições patológicas do intestino (obstrução, cólica, inflamação do apêndice);
  • doenças do sistema músculo-esquelético (ciática, compressão das raízes intervertebrais dos nervos, artrose deformadora da articulação do quadril, artrite, osteocondropatia da cabeça femoral);
  • proptose do abdome, hérnia inguinal;
  • distúrbios patológicos do sistema nervoso (neuropatia do nervo sacral);
  • doenças do sistema linfático e circulatório (linfadenite, aneurisma da artéria femoral);
  • patologias de outras espécies (tumores, herpes, lesões traumáticas, abscesso do psoas, varizes da veia safena safena).

Características da etiologia em mulheres

A dor na virilha nas mulheres é notada como uma consequência das seguintes patologias e condições:

  • anexexite, endometrite, endometriose;
  • torção dos apêndices uterinos ou ruptura do cisto;
  • neoplasias;
  • cistite aguda;
  • gravidez ectópica (ectópica);
  • amolecimento dos ossos e ligamentos pélvicos que ligam o útero às paredes pélvicas (uma condição típica da gravidez);
  • antes da menstruação.

Com uma gravidez ectópica, a dor na virilha tem características: é cólica e cresce gradualmente. Sensações desagradáveis ​​são transmitidas ao abdômen e ao reto. Em caso de ruptura da trompa de Falópio, a síndrome da dor se torna difícil de tolerar, como resultado da qual a perda de consciência é possível. É necessária cirurgia imediata.

Dor na virilha também ocorre durante a gravidez normal. Dor é definida como puxar e doer. A superação completa ou parcial do problema é alcançada usando a banda pélvica, bem como o desenvolvimento dos músculos do assoalho pélvico. Reduzir a dor e remédios homeopáticos.

A dor na virilha também é causada por uma deficiência de cálcio no corpo da grávida. Nesse caso, o médico recomenda uma dieta saturada com alimentos ricos em cálcio e medicamentos que contenham cálcio.

Nanovein  As varizes podem afetar a potência

Em mulheres e meninas nulíparas, a algomenorréia é possível quando a dor está doendo e com cãibras. Sensações desagradáveis ​​ocorrem 1-2 dias antes da menstruação e duram mais 1-2 dias após o início. A causa do problema é geralmente deficiência hormonal. Se a síndrome da dor causar desconforto grave, você precisa consultar um ginecologista.

Características da etiologia em homens

Doenças da genitália masculina, provocando dor na região inguinal:

  • epididimite;
  • prostatite;
  • varicocele;
  • espermatocistite;
  • orquite;
  • funikulocele.

Dor permanente, dolorosa e leve na virilha e nos testículos é um sintoma de adenoma e prostatite da próstata. Com vesiculite, a dor, além da região inguinal, se estende ao períneo, testículos e púbis.

A orquite é caracterizada por dor intensa, que aumenta ao caminhar. Na epididimite aguda, a dor também aumenta com o movimento, mas não é tão forte e aparece de tempos em tempos.

A dor do funicular é caracterizada por dor do tipo dolorida. No entanto, a dor é observada principalmente em homens de meia idade e mais velhos. A dor não incomoda os rapazes com mais frequência, e o único sintoma da doença é a formação de uma bola no escroto.

Quando os testículos são torcidos, a dor na virilha nos homens é acompanhada por um aumento e inchaço do escroto, febre, vômito e náusea.

A varicocele é caracterizada por um tipo de dor opressiva e opaca que é perturbadora de tempos em tempos sem uma localização estabelecida. As varizes podem ser do lado esquerdo ou do lado direito, e o desconforto é sentido no lado oposto ou em toda a virilha. Nos meninos, a varicocele é caracterizada por um curso assintomático e começa a se manifestar com dor leve apenas na puberdade.

As doenças acima requerem tratamento, pois, caso contrário, podem provocar infertilidade, diminuição da libido e impotência.

Recursos de localização

A dor na região inguinal, acompanhada de aumento e aperto dos gânglios linfáticos, é um sintoma de problemas nos órgãos próximos.

Inflamação dos gânglios linfáticos (linfadenite inguinal) é um sinal de tais doenças:

  • inflamação dos órgãos dos sistemas reprodutivo e urinário (cistite, orquite, uretrite, anexexite e outros);
  • lesões fúngicas da pele das pernas;
  • neoplasias nos órgãos pélvicos;
  • doenças infecciosas sexualmente transmissíveis (sífilis, síndrome da imunodeficiência adquirida, clamídia, micoplasmose e outras).

Dor nos músculos da virilha ocorre como resultado do aumento da atividade física. Especialmente suscetíveis a essa dor estão os atletas que levantam pesos, praticantes de esportes coletivos, tenistas, atletas. Dor é definida como doendo e puxando.

Dor de um lado

As causas que causam dor unilateral na virilha são mais frequentemente:

  • hérnia inguinal;
  • cólica nos rins;
  • apendicite.

A hérnia mais comum em pacientes do sexo masculino. No estágio avançado, é possível a violação da hérnia, o que leva à síndrome da dor intensa. O tratamento da violação de uma hérnia inguinal é cirúrgico.

Nanovein  Causas de varizes em mulheres (4)

Com cólica renal, há dor na virilha (direita ou esquerda). A dor é aguda e insuportável, irradiando para a bexiga e a região lombar.

Na apendicite, a síndrome da dor se desenvolve de forma crescente, espalhando-se da região epigástrica para baixo e aumentando quando o paciente se move ou quando está deitado no lado esquerdo. Outro sintoma é a irradiação para o reto.

A natureza da dor na virilha

A síndrome da dor aguda é observada com essas doenças:

  • urolitíase;
  • inflamação dos gânglios linfáticos;
  • Neuropatia do nervo pubiano;
  • cistite aguda;
  • artrose da articulação do quadril.

A dor intensa é inerente aos seguintes processos patológicos:

  • algomenorréia;
  • orhitu;
  • anexexite aguda;
  • torção testicular;
  • tumores cancerígenos;
  • abscesso testicular.

Dores na virilha sem brilho são características da varicocele.

A dor por dor e puxão são inerentes a doenças ginecológicas crônicas, prostatite crônica e são possíveis com cistite aguda e períodos fisiológicos. Além disso, as dores de tração são características como conseqüência do aumento do esforço físico.

A síndrome da dor pulsátil é geralmente unilateral e refere-se a sinais de apendicite. Outra causa de dor latejante é uma ruptura do aneurisma da artéria femoral, resultando em um extenso hematoma nos tecidos próximos.

Localização

Dor perto da virilha

A dor localizada perto da virilha (superior ou inferior) é uma propriedade da urolitíase, uretrite, endometrite, prolapso genital, gravidez ectópica.

Se sentir desconforto acima da virilha de um lado, pode ser uma hérnia inguinal. Dor à direita é um dos sintomas da apendicite. Nas doenças da bexiga, a dor é notada na área acima da virilha – no centro da parte inferior do abdômen. Se houver dor abaixo da virilha, a dor muscular ou a prostatite podem ser uma causa possível.

Irradiação do pé

Em algumas doenças, a dor na virilha irradia para a perna (ao longo de todo o comprimento ou apenas para a coxa). Coxartrose é caracterizada por dor transmitida da virilha para a coxa (lateral e frontal). A irradiação no membro é possível com neoplasias, osteocondrose, lesões traumáticas da virilha, hérnia inguinal, doenças do aparelho geniturinário.

Irradiação da região lombar

Uma manifestação semelhante é inerente à osteocondrose, prostatite, inflamação nas articulações do quadril e sacroilíaca.

O que fazer?

A dor na virilha é suprimida pelos analgésicos. No entanto, a dor é apenas uma consequência do problema, portanto, você precisa diagnosticar e tratar sua causa.

Especialistas como urologistas, neurologistas, ginecologistas, cirurgiões, imunologistas, oncologistas, quiropráticos, fisioterapeutas e outros fazem o diagnóstico e prescrevem o tratamento. Se o tratamento terapêutico for impossível ou ineficaz, a cirurgia é realizada.

Lagranmasade Portugal