Doença Vascular da Perna – Visão Geral, Sintomas e Tratamento

Universidade Estadual de Kabardino-Balkarian em homenagem a H.M. Berbekova, Faculdade de Medicina (KBSU)

Nível de ensino – Especialista

Instituição educacional do Estado "Aperfeiçoamento de médicos" do Ministério da Saúde e Desenvolvimento Social de Chuvashia

Até o momento, doenças vasculares das pernas são encontradas em pacientes com bastante frequência. Isso inclui doenças que perturbam o trabalho das artérias, capilares e vasos das extremidades inferiores. A manifestação frequente de tais doenças é explicada tanto por um fator hereditário quanto pelo estilo de vida de uma pessoa moderna. É a segunda razão mais comum no mundo moderno, desde que as pessoas começaram a se mover muito menos, todos os movimentos são substituídos por equipamentos modernos e modernos. Além disso, mais e mais produtos estão aparecendo nas lojas que afetam negativamente o corpo.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Doenças mais comuns

Os especialistas distinguem certas doenças em relação aos vasos das extremidades inferiores, que são muito comuns em pacientes. Estes incluem as seguintes doenças:

1. A aterosclerose é uma doença das artérias das extremidades inferiores de natureza crônica. É formado devido ao uso de grandes quantidades de alimentos gordurosos. Ele contém colesterol, que não se dissolve no corpo, é depositado nas paredes dos vasos sanguíneos, como resultado, restringe a passagem neles; em alguns casos, ocorre algum bloqueio. A aterosclerose é uma doença bastante perigosa, pois pode provocar o desenvolvimento de doença cardíaca coronária. Detectar esta doença é bastante fácil:

  • dor nos músculos da panturrilha das extremidades inferiores aparece ao caminhar;
  • a dor se intensifica com uma carga adicional, como subir escadas, exercitar-se, correr;
  • períodos claudicação é observada;
  • com doença avançada, a gangrena seca aparece nas áreas mais afetadas.

A aterosclerose é observada principalmente em idosos com mais de 50 anos de idade. A princípio, a doença não se manifesta de forma alguma, é detectada apenas durante um exame de rotina.

2. Endarterite. A doença se desenvolve muito lentamente, afeta as artérias das pernas. Com esta doença, ocorre o entupimento das artérias, como resultado, o aparecimento de tecido morto nas extremidades inferiores, a circulação sanguínea não é realizada. As doenças obliterantes dos vasos das extremidades inferiores podem ser detectadas com tais manifestações:

  • fadiga das pernas;
  • pés frios;
  • convulsões;
  • dores nas extremidades inferiores;
  • claudicação intermitente.

A endarterite é muito fácil de detectar pela cor da pele, pois com o desenvolvimento dessa doença ela muda de cor rapidamente, pois não há fluxo sanguíneo.

3. Varizes. O desenvolvimento da doença não ocorre rapidamente, os sintomas se acumulam por um longo tempo. A doença afeta as funções das veias nas pernas, elas se tornam menos flexíveis, como resultado, são completamente endireitadas. A formação de tubérculos ou em lugares um grande acúmulo de veias em uma determinada área. Uma doença é formada devido a um mau funcionamento das válvulas, como resultado, o fluxo sanguíneo reverso aparece, o que leva a tristes consequências. É fácil detectar a doença:

  • as veias safenas se expandem visivelmente, é impossível não notar;
  • sensação constante de peso das extremidades inferiores;
  • fadiga;
  • queima na direção do fluxo sanguíneo;
  • o aparecimento de cãibras no bezerro à noite;
  • inchaço perceptível nos tornozelos, pernas ou pés.
Nanovein  O desenvolvimento de hemangiomas na cabeça em recém-nascidos

As varizes muitas vezes surgem devido a um fator hereditário. A doença é perigosa porque, no contexto, podem ocorrer perturbações no funcionamento das veias do corpo, formação de coágulos sanguíneos, o que levará ao desenvolvimento de tromboflebite.

4. Obstrução vascular. A doença pode ocorrer em pessoas de qualquer idade, com essa doença há uma mudança nas paredes das artérias. Outras doenças vasculares, como embolia ou trombose, podem provocar seu desenvolvimento. A obstrução vascular pode ocorrer após um trauma na artéria ou sua compressão. A doença aparece da seguinte forma:

  • espasmo arterial ocorre não apenas no membro lesionado, mas também em um membro saudável;
  • o aparecimento de súbita dor repentina nos membros.

A obstrução vascular é uma doença bastante grave, portanto você não deve adiar uma visita ao médico quando os primeiros sinais aparecerem.

5. Bloqueio de veias profundas. Doenças dos vasos das extremidades inferiores podem ocorrer na forma de bloqueio das veias. Esta doença é caracterizada pelo aparecimento de coágulos sanguíneos – coágulos sanguíneos nas veias. Uma doença bastante rara, ocorre apenas em 10-20% de toda a população do planeta. Os sintomas são os seguintes:

  • o inchaço se desenvolve rapidamente no local dolorido de um membro;
  • existe uma temperatura alta na área danificada;
  • sensações de dor;
  • o aparecimento de contração arterial.

Basicamente, esta doença se desenvolve como resultado do desenvolvimento de complicações de varizes com a ocorrência de infecções. Se uma pessoa tiver descoberto os sintomas desta doença, você deve consultar imediatamente um especialista.

6. Trombose de veias safenas. Essa doença é uma companhia de varizes. Muitas vezes, o desenvolvimento dessas doenças ocorre em conjunto. Você pode detectar a doença pelos seguintes sinais:

  • vermelhidão aparece na área afetada do membro;
  • infiltração ao longo da veia onde um coágulo sanguíneo se formou;
  • dor intensa no membro inferior danificado.

A trombose é muito perigosa, pois interrompe o movimento do fluxo sanguíneo, e isso pode afetar adversamente o trabalho do coração.

Sintomas comuns da doença vascular

A doença vascular pode ter sintomas semelhantes. Portanto, uma doença pode ser confundida com outra. Para evitar isso, você deve procurar a ajuda de especialistas. Os seguintes sinais podem servir como uma razão para isso:

  1. O aparecimento de estrelas a partir de vasos sanguíneos em um determinado local do membro inferior. Essa manifestação indica que o sistema cardiovascular não lida com o seu trabalho nessa área.
  2. A ocorrência de inchaço. O edema aparece simetricamente e em diferentes locais dos membros. Além disso, eles não dependem do que uma pessoa bebeu ou comeu. Edema diz que começa a estagnação do sangue nos vasos.
  3. Mudança na cor e estrutura da pele. Isso ocorre porque o problema foi além das veias ou artérias. Devido à falta de oxigênio e nutrientes, as células da pele das pernas começam a sofrer. Quando esse problema ocorre, a imunidade é significativamente reduzida, há uma probabilidade de surgimento de processos inflamatórios purulentos.
  4. Restrição de movimento do membro inferior. Mesmo qualquer esforço físico leve não é viável para uma pessoa que desenvolve uma doença vascular das extremidades inferiores.
  5. Cãibras e dor à noite. Esses sintomas trazem muitos transtornos para uma pessoa, então ela freqüentemente sofre de insônia, procurando uma posição confortável para dormir.
  6. Aparência de dormência total ou parcial de um membro. Isso indica que o sangue não entra na área afetada, como resultado, há uma interrupção dos vasos sanguíneos. Nesse caso, é observada compressão das terminações nervosas com veias inchadas ou tecidos danificados.

A doença vascular das extremidades inferiores é muito perigosa para o corpo, pois pode levar ao desenvolvimento de outras doenças que afetam o funcionamento dos órgãos vitais.

Nanovein  As melhores receitas para varizes castanhas

Fatores Provocadores

Os seguintes fatores podem provocar uma doença nos vasos das pernas:

  1. Predisposição genética e ocorrência de patologias do tecido conjuntivo e valvas vasculares. Se a família de um parente próximo tem vasos doentes das pernas, existe uma alta probabilidade de manifestação da doença em outro membro da família.
  2. Alterações hormonais. As doenças vasculares surgem especialmente por esse motivo em um grande número de mulheres, pois durante a gravidez o fundo hormonal e a composição sanguínea mudam, e o próprio corpo não tem tempo para se reconstruir. A menopausa também contribui para o desenvolvimento de doenças vasculares.
  3. Baixa atividade física. Se uma pessoa se move muito pouco ao longo do dia e constantemente se senta em uma cadeira no trabalho, há uma alta probabilidade de desenvolver doenças vasculares nos membros.
  4. Excesso de peso. De acordo com as leis da física, o excesso de peso corporal exerce mais pressão sobre os membros inferiores, resultando em uma violação do movimento do sangue pelas veias, o que leva a um mau funcionamento em uma determinada área.
  5. O uso de certos medicamentos. Alguns medicamentos afetam negativamente o funcionamento dos vasos sanguíneos nas extremidades inferiores, alteram o contexto hormonal.
  6. Fumar e beber. Maus hábitos levam ao fato de que uma grande quantidade de substâncias tóxicas que alteram a densidade do sangue entra no corpo. Como resultado, sua velocidade de movimento é interrompida, o que leva a um mau funcionamento do sistema cardiovascular.
  7. Idade. Com a idade, a elasticidade da pele diminui, as paredes dos vasos tornam-se não tão fortes e elásticas, como resultado, vários tipos de doenças se desenvolvem.

Existem certos fatores que podem desencadear o desenvolvimento de doenças vasculares das pernas. Para evitar isso, é necessário levar um estilo de vida móvel, bem como monitorar cuidadosamente o estado de saúde, passar pelos exames preventivos necessários.

diagnósticos

Hoje, a doença vascular periférica é bastante fácil de detectar. Para isso, a tecnologia moderna é usada para determinar a doença, mesmo no estágio inicial. Para identificar a doença exata, é necessário fazer um exame:

  • palpação da área afetada – um especialista avalia a condição do tecido conjuntivo, suas alterações;
  • um exame de sangue bioquímico pode fornecer um resultado preciso, uma vez que as contagens de plaquetas e glóbulos brancos são imediatamente detectadas;
  • Dopplerografia – com a ajuda de equipamentos especiais, o médico monitora o movimento do sangue;
  • A ressonância magnética é indicada quando outros estudos apresentam resultados pouco claros; é um exame que permite a um especialista determinar com precisão a doença.

Atualmente, apenas equipamentos modernos são utilizados em instituições médicas, portanto o paciente não deve sentir dor e desconforto durante o diagnóstico.

Medidas terapêuticas

Se uma pessoa tem doenças vasculares das extremidades inferiores, o tratamento inclui um conjunto de certas medidas:

  1. Exercícios físicos que visam normalizar a saída de sangue, restaurando seu movimento normal na área afetada.
  2. Use meias de compressão ou bandagem elástica. Isso permite melhorar o movimento do sangue através dos vasos, para remover obstáculos ao seu movimento.
  3. Para o tratamento de doenças vasculares periféricas, cremes e géis tônicos especiais são usados ​​para fortalecer as paredes das veias e artérias.
  4. O uso de infusões de ervas.
  5. Prescrever vitaminas. O uso de ácido ascórbico, vitaminas do grupo B e rutina é muito popular, pois são eles que fortalecem os vasos, normalizando suas funções.

As doenças dos vasos periféricos são de complexidade variada; portanto, o tratamento é prescrito por um especialista individualmente após exames.

Medidas preventivas

Para evitar o aparecimento de uma doença nos vasos das pernas, devem ser tomadas medidas preventivas. A prevenção inclui:

  • nutrição adequada;
  • estilo de vida em movimento;
  • meia de roupas e sapatos confortáveis;
  • ingestão de vitaminas.

Se você seguir o regime correto do dia e atividades vigorosas, poderá evitar problemas de saúde.

Lagranmasade Portugal