Dermatite nas pernas – causas e tratamento de todos os tipos de doenças

Dermatite nas pernas é um problema comum que afeta pessoas de todas as idades. Sob a influência de vários fatores – alergias, contato com um irritante, infecção – ocorrem danos à pele. É de natureza inflamatória. É impossível contrair uma doença, com diagnóstico atempado é tratado com rapidez e sucesso.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Causa de dermatite nas pernas

A localização da inflamação dermatológica é diferente. A dermatite que ocorre nas pernas afeta diferentes áreas: quadris, pernas, pés. Menos comumente, a irritação aparece nos dedos e entre os dedos. A etiologia da doença é diferente e muitos fatores atuam como provocadores da patologia. Todos eles podem ser divididos em externo e interno. Então, as causas da dermatite são:

  1. Danos mecânicos na pele. Atrito de roupas e sapatos.
  2. Fatores físicos – os efeitos negativos da radiação ultravioleta, mudanças de temperatura.
  3. Químico – contato indesejado com cosméticos, interação com substâncias nocivas.
  4. Biológicos, que incluem vírus, lesões fúngicas e bacterianas da epiderme.
  5. Reação da pele a alergias.
  6. Estresse e colapsos nervosos.
  7. No contexto de imunidade reduzida, o aparecimento de erupções cutâneas.
  8. Predisposição hereditária.

Às vezes, a doença se manifesta devido à desnutrição ou falta de higiene, principalmente em crianças. Aparecem vermelhidão, queimação e coceira. Em casos mais graves, a irritação é manifestada por lesões graves: não cura, eczema de imersão, bolhas e crostas ásperas. Com base em que tipos de dermatite se declaram, os sintomas variam.

Dermatite escorrendo

Dependendo da aparência da dermatite nas pernas, de quais sintomas acompanhantes estão presentes, o médico diagnostica e prescreve terapia para a doença. Inflamação grave nas pernas requer mais atenção de pacientes e médicos. Com dermatite de pranto, úlceras e rachaduras se formam na pele e ficam crocantes. A localização da irritação nas pernas – sob os joelhos, nas curvas – é característica das crianças. Acompanhado por edema, excreção de pus e anemia. As coceiras nas feridas e mesmo após o tratamento bem-sucedido não desaparecem completamente, formando manchas escuras na pele.

Dermatite seca

Em idosos, pessoas com alergias e aquelas cuja pele é propensa a secura, a dermatite nas pernas tem um formato especial. Devido ao frio, a exposição ao ar seco, o estresse e outras causas, descamação e vermelhidão aparecem nos pés, acompanhados de coceira, às vezes inchaço. A dermatite seca nas pernas piora no inverno. Ao contrário de outras espécies, possui uma sazonalidade acentuada e um longo percurso.

Nanovein  Sintomas de varizes dos membros inferiores em mulheres

Dermatite alérgica nas pernas

Quando um alérgeno entra na pele ou no corpo, ocorre uma reação negativa. Algum tempo deve passar, depois descamação, erupção cutânea, coceira intensa aparece. A pele seca, manchas de vários tamanhos e crosta se formam sobre ela, erosão no local dos pentes. Se você não parar o contato com o alérgeno, a condição só piorará. Uma das manifestações de uma alérgica é a dermatite atópica nas pernas. A doença prossegue de forma crônica e tem uma natureza neuro-alérgica. O principal sintoma é coceira persistente.

Dermatite de contato nas pernas

Fatores externos – contato com o estímulo – provocam o aparecimento de erupções cutâneas nas pernas. Eles são estritamente localizados. A dermatite de contato nas pernas, cuja foto é apresentada acima – é um tipo de alergia, apresenta sintomas semelhantes: vermelhidão, coceira (leve), descamação. Os motivos são hipersensibilidade da derme a um fator negativo, o contato pode ser diferente:

  1. Usar sapatos ou meias desconfortáveis ​​causa dermatites nos dedos dos pés.
  2. O atrito constante das roupas de um determinado material é acompanhado pela vermelhidão de todos os membros.
  3. Muitas vezes, um médico é consultado por causa da vermelhidão local devido ao contato das pernas com elementos de níquel da roupa (botões, fechos).
  4. Os cosméticos também causam uma reação alérgica de contato.

Dermatite seborréica nas pernas

Quando ocorre o mau funcionamento das glândulas sebáceas e um fungo especial se multiplica rapidamente, a pele é afetada. Aparecem escamas secas brancas (com uma forma seca de patologia) ou uma erupção cutânea de abscesso (com oleosidade). Em outras partes do corpo, muitos tipos de dermatite nas pernas são manifestados. É mais provável que a seborreica seja uma exceção, pois geralmente ocorre irritação no rosto e na cabeça, e não nos membros. O fungo vive na pele em locais com um grande número de glândulas sebáceas. Nos pés, eles estão localizados nas solas dos pés e na única superfície dos dedos.

Dermatite venosa nas pernas

Às vezes, no contexto de processos patológicos nas veias, circulação sanguínea perturbada, ocorre eczema da pele (varicosa). Localização da doença: tornozelos e pernas. Formas de irritação nas veias, que perderam parcial ou completamente suas funções. Se a doença não for tratada, úlceras não cicatrizantes se formam na superfície da pele. Muitas vezes, mulheres após 50 anos são afetadas por dermatite varicosa, suas causas são doenças venosas, que incluem varizes, doenças cardiovasculares, trombose venosa e não apenas.

Como tratar a dermatite nas pernas?

A inflamação da pele leva a sérias conseqüências se você não fizer tratamento. Como regra, para um resultado rápido e eficaz, é necessário excluir um fenômeno provocador. Você pode primeiro ter que lidar seriamente com outra doença concomitante. Estes incluem, por exemplo, dermatite venosa nas pernas, cujo tratamento deve começar com a eliminação da patologia subjacente. Se culpar alergias ou contatos negativos, é necessário limitá-los. Do ponto de vista médico, o tratamento da dermatite nas pernas envolve tomar medicamentos:

  • cremes e pomadas (anti-alérgicos, eliminando ressecamento e coceira);
  • soluções (cura);
  • pílulas – para derrotar a doença por dentro.
Nanovein  Qual é o estágio inicial das varizes

Tratamento para Dermatite nos Pés – Pomada

Com a ajuda de cremes e pomadas, é possível o tratamento local da dermatite nas pernas. As drogas diferem em composição e efeito: anti-séptico, restaurador, anti-inflamatório, hidratante. Pomadas para dermatite nas pernas também são divididas em hormonais e não hormonais. O regime de tratamento é o seguinte:

  1. Com os focos de inflamação umedecidos, o gel Psilobalzam e o anti-séptico Baneocin são usados.
  2. Se uma infecção secundária se associar, use drogas antimicrobianas e antibacterianas: pomada Vishnevsky, sintomicina e outras.
  3. A coceira intensa é removida com cremes anti-alérgicos Mometasona, Actovegin, Dermalex e outros.
  4. Elimina a secura e permite que a área inflamada recupere o creme Bepanten e similares – Pantoderm, Panthenol e D-Panthenol.
  5. A pomada curativa e a pomada vitamínica da dermatite nos pés de Radevit também têm um efeito curativo. Melhora a função protetora da pele.

Dermatite – tratamento, comprimidos

Com uma forma grave da doença, o tratamento tópico não é suficiente. É necessária medicação interna que reduz a gravidade dos sintomas e alivia a doença subjacente. Se a dermatite é diagnosticada, um médico prescreve comprimidos para o tratamento de patologias provocantes. Os medicamentos têm efeitos diferentes no corpo e na doença:

  1. Reduzir os sintomas de dermatite alérgica e de contato Lokoid, Zirtek, Advantan, Suprastin. Eles suprimem a coceira.
  2. Metronidazol, Aciclovir, Gentamicina combatem a microflora patogênica.
  3. Corticosteróides – flumetasona, triancinolona, ​​prednisolona, ​​etc. – têm um poderoso efeito anti-inflamatório.
  4. Os imunossupressores Mielosan, Clorbutina e outros suprimem a imunidade, removendo as reações da pele.

Dermatite – remédios populares

No tratamento da dermatite, é possível o uso de métodos conservadores da medicina alternativa. Pomadas para curar (por exemplo, mel e suco de Kalanchoe fresco na proporção de 1: 1), loções e banhos calmantes com decocção de camomila, folhas de bétula ou casca de carvalho, infusões de ervas que aliviam a coceira e a inflamação serão úteis para a pele.

  • flores e folhas de calêndula – 2 colheres de sopa;
  • água a ferver – 200 ml.

Preparação e uso

  1. Despeje a base seca com água.
  2. Cozinhe em fogo baixo por 10 minutos e filtre.
  3. Despeje o produto no banho.

Uma doença tão desagradável como dermatite nas pernas não deve passar despercebida. O problema não carrega um defeito cosmético tão forte como, por exemplo, uma erupção cutânea no rosto. Mas uma pessoa experimenta desconforto constante, coceira e subsequentemente edema e eczema hemorrágico, infecções infecciosas podem se juntar. Aos primeiros sinais de inflamação da pele, recomenda-se consultar um dermatologista que descubra a causa do fenômeno e prescreva o tratamento adequado.

Lagranmasade Portugal