Decifrar os resultados do ultra-som dos vasos das extremidades inferiores e informações gerais

O diagnóstico por ultrassom é generalizado na medicina moderna devido à sua simplicidade, falta de contra-indicações e alto conteúdo de informações. Existem vários tipos deste estudo que permitem obter uma ou outra informação sobre muitos órgãos e sistemas do corpo humano.

O ultrassom dos vasos das extremidades inferiores permite diagnosticar de forma rápida e precisa e o diagnóstico diferencial de muitas doenças, sem consequências para o paciente. Ao mesmo tempo, os modernos aparelhos de ultrassom são capazes não apenas de identificar patologias, mas também de avaliar o grau de sua gravidade.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

O que é um ultra-som dos vasos das pernas

Os vasos das extremidades inferiores são representados por artérias e veias. Nesse caso, existem dois tipos de veias: superficial e profunda. Várias doenças do sistema circulatório das extremidades inferiores podem apresentar sintomas clínicos semelhantes, o que às vezes dificulta o diagnóstico.

O princípio do ultrassom é baseado na reflexão diferente das ondas ultrassônicas de tecidos com densidades e estruturas diferentes. Assim, líquidos têm a maior condutividade sonora e gases têm a menor condutividade sonora. Tecido muscular, tecido adiposo, tendões transmitem parcialmente ondas e refletem parcialmente de volta, o que é detectado pelo sensor do dispositivo. Formações densas, como ossos ou placas ateroscleróticas escleróticas, refletem completamente o ultrassom, criando uma barreira para sua passagem posterior. Analisando todos os dados obtidos, a máquina de ultrassom faz uma imagem dos tecidos moles, com base nos quais o diagnóstico é feito.

O estudo Doppler, um subtipo especial de ultrassom, leva em consideração a natureza do reflexo do som dos glóbulos vermelhos flutuando em uma direção diferente em relação ao sensor do dispositivo. Portanto, o ultrassom adquire uma velocidade um pouco maior após a reflexão dos glóbulos vermelhos que viajam para o sensor, em comparação com as ondas refletidas nos glóbulos vermelhos que flutuam no sensor. Graças a esse fenômeno, torna-se possível avaliar o grau de estreitamento do lúmen dos vasos sanguíneos e a preservação do fluxo sanguíneo.

Indicações para ultrassonografia dos vasos das extremidades inferiores

O exame ultrassonográfico dos vasos das pernas é mais relevante para pessoas após os 40 anos de idade, levando um estilo de vida sedentário, com uma hereditariedade pesada para varizes ou aterosclerose obliterante. Além disso, medidas de diagnóstico são realizadas no caso de uma patologia existente ou após o tratamento cirúrgico, a fim de monitorar a condição do paciente e ajustar a terapia.

Nanovein  A varicose é uma doença hereditária ou não

O ultrassom dos vasos das extremidades inferiores é necessário para as seguintes doenças:

  • Diabetes mellitus tipo I e II.
  • Aterosclerose obliterante.
  • Infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral.
  • Hipertensão.
  • Hiperlipidemia.
  • Tromboembolismo pulmonar adiado.
  • Intervenções cirúrgicas adiadas nas pernas.
  • Excesso de peso.
  • Varizes de qualquer local.

Para identificar a patologia, este estudo é prescrito para os seguintes sintomas:

  • Dor nas extremidades inferiores durante ou após o exercício.
  • Sensação de frio nos dedos e pés, independentemente da temperatura ambiente.
  • Dormência, rastejando, formigamento nas extremidades inferiores.
  • Mudança na cor da pele, a aparência do peeling.
  • Edema nas articulações do tornozelo, pernas, pés.
  • Expansão das veias safenas visíveis, sua dor.
  • O desenvolvimento de úlceras tróficas.
  • Convulsões não controladas de feixes musculares individuais ou músculos como um todo.

Tipos de diagnóstico por ultrassom

Existem duas maneiras principais de usar o ultrassom para qualquer exame de diagnóstico:

  • Ultra-som normal, que permite avaliar a condição dos tecidos moles.
  • O estudo Doppler teve como objetivo avaliar a perviedade vascular, preservação do fluxo sanguíneo e seu volume.

Várias combinações dessas técnicas permitem executar as seguintes medidas de diagnóstico:

  • Exame de ultrassom clássico. Não faz sentido realizar a avaliação do estado dos vasos das extremidades inferiores.
  • Estudo Doppler. Permite avaliar apenas o componente funcional dos vasos – a segurança e o volume do fluxo sanguíneo, mas não permite determinar a causa de sua alteração.
  • Digitalização frente e verso. Devido à combinação dos dois primeiros métodos, o aparelho de ultrassom é capaz não apenas de fornecer uma imagem dos tecidos moles, mas também de fornecer informações sobre o fluxo sanguíneo neles. No conjunto, tudo isso possibilita encontrar o local da perturbação do fluxo sanguíneo e determinar sua causa. A varredura dúplex é usada para detectar lesões ateroscleróticas das artérias, varizes, patologia do aparelho valvar das veias.
  • Digitalização triplex. Ele fornece informações semelhantes à digitalização duplex, mas possibilita a construção de modelos tridimensionais dos tecidos estudados.

Tipos de diagnóstico por ultrassom

Quais diagnósticos podem ser feitos usando esse método

Com base nos dados obtidos após um exame ultrassonográfico dos vasos das extremidades inferiores, são possíveis os seguintes diagnósticos:

  • A aterosclerose obliterante é uma das formas de lesões ateroscleróticas das artérias, que se manifesta na forma de desenvolvimento de placas nos vasos das pernas. Com a progressão da patologia, a nutrição tecidual é perturbada e sua morte subsequente ocorre até a formação de úlceras tróficas primeiro e depois gangrena.
  • Veias varicosas – um aumento no diâmetro das veias superficiais das extremidades inferiores devido à falha do aparelho valvar, o que normalmente impede o retorno do fluxo sanguíneo.
  • Flebite e tromboflebite – inflamação das veias de várias origens, seguida pela formação de trombos parietais. A patologia está repleta de desenvolvimento de embolia pulmonar, que pode levar à morte.

Além disso, o ultrassom é usado no diagnóstico diferencial de vasculite, vasoespasmo periférico (síndrome de Raynaud) e várias outras patologias.

Preparação para pesquisa

Uma das vantagens do ultrassom é que ele não requer nenhum preparo especial, além de observar as regras banais de higiene pessoal. No entanto, é aconselhável observar as seguintes regras:

  • 60 minutos antes do exame, exclua qualquer atividade física significativa, pois pode afetar o tônus ​​vascular e alterar a condição.
  • No dia anterior ao ultra-som, evite beber álcool e 30 minutos – fumando. Essas substâncias também afetam o tônus ​​vascular.
  • Se não houver risco à saúde, pare de usar antiespasmódico (aminofilina, no-shpa, drotaverina, platifilina), anticoagulante (heparina, varfarina, sincumar), agentes antiplaquetários (aspirina), pois podem afetar a precisão dos resultados finais.
Nanovein  Comentários Kalanchoe versus varizes

O ultrassom dos vasos das pernas deve ser adiado se houver patologia cardiovascular na fase aguda, doenças infecciosas agudas, lesões cutâneas das extremidades inferiores (úlceras tróficas extensas, queimaduras, lesões, processos inflamatórios purulentos).

Como realizar o procedimento

O ultra-som dos vasos das pernas requer a colaboração do paciente e do médico. Inicialmente, o paciente deve liberar os membros inferiores da roupa e eliminar todos os elementos de compressão (elásticos, cintos, etc.). O estudo é realizado em decúbito dorsal e em pé, o que nos permite avaliar o estado das artérias e veias em diferentes posições. Para fins de diagnóstico diferencial, pode ser necessário realizar amostras de teste especiais, como avaliar o fluxo sanguíneo de retorno durante a tosse, alterações no fluxo sanguíneo durante a flexão das pernas nas articulações do quadril e joelho, atividade física doseada e mudança na posição do corpo.

Para melhor contato do sensor do dispositivo de diagnóstico por ultrassom com a pele, é utilizado um gel hipoalergênico especial. Todo o procedimento leva cerca de 10 a 15 minutos, não mais. Os resultados são anunciados imediatamente ou emitidos após um curto período de tempo na forma de um protocolo de estudo concluído e um disco com uma gravação do procedimento.

Avaliação de resultados

De acordo com os resultados de um estudo das veias e artérias das pernas usando ultra-som, os seguintes resultados são obtidos:

  • A relação do fluxo sanguíneo e os atos respiratórios. A corrente venosa reversa indica a presença de varizes.
  • A espessura da parede vascular. Nas artérias, altera-se com lesão aterosclerótica, na veia – com flebite e tromboflebite.
  • Identificação da localização de coágulos sanguíneos ou placas ateroscleróticas, determinação da sua estabilidade.
  • Avaliação do fluxo sanguíneo. Permite estabelecer o grau de progressão da doença e escolher outras táticas de tratamento.
  • A condição das válvulas venosas, uma alteração que é característica das varizes.

Somente um médico de diagnóstico por ultrassom pode descriptografar completamente e analisar os resultados obtidos. Os demais especialistas não possuem o nível de qualificação suficiente para tais conclusões.

O custo deste estudo depende em grande parte da clínica em que será realizado. A formação de preços é afetada pelo nível de treinamento especializado, pelo fornecimento de um gabinete de diagnóstico por ultrassom e pelo modelo do próprio dispositivo. A pesquisa com Doppler tem o menor custo, mas não fornece informações suficientes. A digitalização duplex custa 1,5-2 vezes mais cara, mas fornece todas as informações necessárias. A digitalização triplex ainda é 1,5-2 vezes mais cara que a digitalização duplex, mas a quantidade de informações adicionais obtidas pode ser valiosa apenas em um círculo estreito de casos.

Lagranmasade Portugal