Como ocorre o parto se varizes na virilha ocorrem durante a gravidez

As varizes são uma expansão patológica das veias que mais frequentemente se desenvolve nas extremidades inferiores. No entanto, sob certas condições, a doença pode afetar outras partes do corpo. Uma forma da doença são as varizes na virilha, que se desenvolvem principalmente nas mulheres durante a gravidez. Quão perigosa é essa patologia, como é realizado seu tratamento e é possível dar à luz?

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Características da doença

Na maioria dos casos, as veias varicosas no períneo são diagnosticadas em mulheres grávidas nos estágios posteriores: a partir de 6-7 meses. Se o paciente teve problemas com os vasos antes da concepção, há uma maior probabilidade de uma manifestação anterior dos sintomas.

Os primeiros sinais da doença são o aparecimento de um ou mais pequenos nódulos moles nos lábios. Inicialmente, aumentar a espessura do vaso em um local íntimo não causa transtornos e pode passar despercebido por um longo tempo. À medida que os processos patológicos se desenvolvem, a veia se expande cada vez mais, causando desconforto, dor, sensação de queimação.

Na maioria das mulheres, as manifestações varicosas no períneo perdem algum tempo após o parto. No entanto, isso nem sempre acontece dessa maneira, e a deformação dos vasos sanguíneos em um local íntimo pode significar que há outras alterações mais perigosas no corpo (varizes na pelve, útero, ovários) que representam um perigo para a saúde e até a vida da futura mãe e uma criança

O que fazer com os primeiros sintomas de varizes na virilha? É necessário entrar em contato imediatamente com um especialista e ser submetido a um exame para excluir patologias vasculares mais graves e todo tipo de complicações. Isso garantirá o curso normal da gravidez e o nascimento de um bebê saudável a termo.

Nanovein  Haltere exercícios em casa

Por que, durante o nascimento de um filho, a probabilidade de desenvolver varizes aumenta

Desde as primeiras semanas de gravidez, há um aumento na carga no sistema vascular: um terceiro círculo de circulação sanguínea é adicionado – a placenta, o peso da mulher está crescendo e, portanto, o volume de sangue. Uma mudança no fundo hormonal afeta o tônus ​​das paredes vasculares, indicadores de viscosidade e coagulação sanguínea. A combinação desses fatores leva a uma diminuição da elasticidade das paredes venosas e seu alongamento posterior.

À medida que o útero cresce, a veia cava e as veias ilíacas da pelve sofrem aumento da pressão, que é a causa de congestão e fluxo sanguíneo prejudicado.

Outras causas comuns do desenvolvimento da doença incluem:

  • distúrbios do trato digestivo e constipação regular;
  • vestindo roupas e sapatos justos;
  • estadia prolongada nas pernas ou em uma posição;
  • diminuição da atividade física nos últimos meses de gravidez;
  • predisposição genética.

O risco de desenvolver varizes em um local íntimo aumenta a cada parto subsequente de uma criança.

Sintomatologia

Antes do aparecimento de sinais externos de deformação das veias na virilha, as mulheres grávidas podem experimentar os seguintes sintomas:

  • inchaço dos lábios é observado periodicamente;
  • coceira e dor são sentidas em um local íntimo;
  • a condição piora mais tarde à noite ou após intenso esforço físico.

Com a progressão da doença em mulheres grávidas, os nódulos vasculares aparecem na superfície dos lábios, que aumentam gradualmente de tamanho. Nos estágios posteriores, as varizes perineais causam inconvenientes tangíveis: qualquer movimento causa dor, torna-se impossível ficar sentado ou em pé por um longo tempo; também é observada dor intensa quando em contato com a roupa íntima.

Como é o diagnóstico

Para esclarecer o diagnóstico, é necessário realizar um exame por um ginecologista e flebologista. Durante o exame, os especialistas prescrevem estudos laboratoriais e instrumentais que podem determinar o grau de deformidade vascular e excluir lesões mais graves das veias na pelve e nos órgãos internos do sistema reprodutivo.

Com base nos resultados das análises, o médico determina as táticas de tratamento e dá todas as recomendações necessárias sobre o estilo de vida.

Que métodos são usados ​​para tratar durante a gravidez

A terapia de vasos varicosos em mulheres grávidas inclui vários métodos conservadores. Primeiro de tudo, você precisa reconsiderar seu estilo de vida.

Nanovein  Qual especialista entrar em contato com varizes

Para reduzir os sintomas de varizes na virilha e impedir o desenvolvimento da doença, as seguintes recomendações devem ser seguidas:

  • sapatos e roupas devem ser confortáveis ​​e livres;
  • a atividade física deve ser alternada com o repouso, não deve ser sobrecarregada;
  • uma mulher grávida deve necessariamente controlar seu peso;
  • da dieta, é necessário excluir alimentos picantes e muito salgados, observe o regime de consumo.

O uso regular de roupa íntima de compressão e um curativo para mulheres grávidas podem aliviar a condição de uma mulher. Assim, será possível reduzir a carga nas veias dos membros inferiores e da pelve.

Para restaurar a circulação sanguínea e o fluxo sanguíneo, é necessário fazer exercícios terapêuticos duas vezes por dia. Recomenda-se realizar vários exercícios que são executados em decúbito dorsal com as pernas dobradas ou levantadas.

O tratamento medicamentoso das manifestações varicosas no períneo é utilizado em casos extremos, enquanto a escolha dos medicamentos é realizada levando em consideração seu possível efeito sobre a criança. A terapia, neste caso, visa normalizar o tom das paredes vasculares. O médico pode prescrever os seguintes fundos para uso interno e externo: Phlebodia, Lyoton, Detralex, géis e cremes baseados em componentes naturais, como extratos de castanha da Índia, ginkgo biloba.

Varizes e parto

As mulheres diagnosticadas com varizes na virilha estão interessadas principalmente na questão: é possível dar à luz e como será o nascimento? Varizes em um local íntimo com terapia oportuna e a adoção de possíveis medidas preventivas permitem que você dê à luz de maneira natural.

A varicose dos lábios não é uma forma grave de patologia. Se a doença não se inicia e não há lesões de grandes vasos, o parto passa sem complicações. Nos casos em que a doença progride rapidamente e os vasos varicosos podem resultar em complicações graves durante a passagem da criança pelo canal de parto, recomenda-se que o paciente faça uma cesariana. Como regra, as mulheres com varizes precisam de internação pré-natal por 38 a 39 semanas para realizar um exame completo e determinar o método de parto.

No período pós-parto, mulheres com patologias vasculares devem estar sob a supervisão de um flebologista por algum tempo. Se dentro de 1,5 a 2 meses as manifestações da doença não passarem sozinhas ou se tornarem mais pronunciadas, será necessário tratamento adicional. As gestações subsequentes também devem ser submetidas a exames médicos regulares, pois há uma alta probabilidade de recidiva.

Lagranmasade Portugal