Causas, sintomas e tratamento de lábios varicosos

IMPORTANTE! Para marcar um artigo, pressione: CTRL + D

Você pode fazer uma pergunta ao médico e obter uma resposta gratuita preenchendo um formulário especial no NOSSO SITE neste link >>>

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Lábios varicosos: causas, sintomas e características do tratamento

A doença varicosa afeta principalmente os membros inferiores. Redes vasculares, desconforto ao caminhar, pernas inchadas – esses problemas são familiares para muitas mulheres. No entanto, essa violação da circulação venosa pode afetar o esôfago, o cólon e outros órgãos importantes. A varicose dos lábios não é exceção neste assunto. As causas, sintomas e tratamento desta doença são discutidos no artigo.

Quais fatores predispõem à doença?

A doença varicosa dos lábios em mulheres é bastante comum. Em aproximadamente 30% do sexo justo, a patologia se manifesta durante a gravidez. Cada concepção repetida aumenta a probabilidade de seu desenvolvimento e, em 10%, os sintomas da doença persistem após o parto. Qual é o motivo do desenvolvimento dessa doença?

Nas mulheres em posição, o aparecimento de varizes é causado por uma carga aumentada no corpo. Aumentar o peso corporal todos os dias, uma mudança nos níveis hormonais – esses fatores contribuem para retardar a saída de sangue.

Os médicos também destacam outras causas da doença. Entre eles, destacam-se:

  • estilo de vida inativo;
  • trabalho sedentário;
  • excesso de peso;
  • tom reduzido das veias.

Um papel especial nessa questão é dado à predisposição hereditária.

Os primeiros sinais de patologia

A varicose dos lábios é acompanhada por uma ligeira expansão das veias na pele. Um constante sentimento de desconforto e queimação afeta negativamente o estado psicológico de uma mulher, deixando-a irritada. As veias e os lábios aumentam gradualmente de tamanho e a pele muda de cor e fica seca. Cada relação sexual também é acompanhada por um sentimento de desconforto e dor.

Métodos Diagnósticos

Levando em consideração os sintomas descritos acima, uma mulher pode determinar independentemente a varicose dos lábios. No entanto, para uma consulta detalhada sobre diagnóstico e tratamento, será necessária a ajuda de um médico experiente.

A primeira etapa do exame é uma consulta com um ginecologista. Durante o exame inicial, o médico realiza um exame físico, no qual chama a atenção para a presença de nós varicosos, a hiperemia. Por via de regra, com um exame vaginal bimanual, são encontrados azulado da mucosa vaginal, inchaço, sensibilidade e vasos trombosados ​​dilatados. Não é descartado um aumento no volume de brancos aquosos.

Para confirmar o diagnóstico de varizes dos lábios e determinar o estágio da patologia, é necessário um exame mais aprofundado. Implica a entrega de exames de sangue, ultra-som dos órgãos pélvicos. Após receber os resultados, o tratamento é prescrito. Você não deve ignorá-lo, porque a falta de terapia oportuna é perigosa para o desenvolvimento de complicações. Entre eles, o mais comum é a varicotromboflebite – inflamação das paredes dos vasos sanguíneos com a subsequente formação de coágulos sanguíneos.

Princípios do tratamento

Com o diagnóstico de veias varicosas nos lábios, o tratamento é conservador. Primeiro de tudo, você precisa mudar sua dieta e estilo de vida. Os médicos recomendam que os pacientes se movam mais, porque a saída de sangue melhora precisamente durante a caminhada. Você pode usar a piscina várias vezes por semana. Você também deve alterar suas preferências de gosto: exclua carnes fritas e gordurosas, defumadas e alimentos excessivamente salgados. É imperativo controlar o peso corporal. Se o aumento semanal for superior a 300 g, é útil fazer um dia de jejum com maçãs ou queijo cottage.

Para combater os sintomas da doença, os médicos prescrevem drogas venotônicas (Troxerutin, Diosmin, Lioton). Eles estão disponíveis na forma de géis e pomadas, por isso agem diretamente na área afetada. A escleroterapia também se refere a métodos médicos para se livrar de veias dilatadas. Durante esse procedimento, um medicamento especial é injetado na veia, que "sela" a área afetada. As injeções são realizadas em nível ambulatorial e seu número depende do grau de dano.

Como aliviar a doença?

Para aliviar as manifestações da doença, os médicos recomendam desistir de saltos altos e não levantar pesos. Como já observado, os lábios varicosos geralmente se desenvolvem contra um fundo de estagnação do sangue. Portanto, qualquer atividade física que não exacerba o curso da doença é útil. Pode ser nadar na piscina ou yoga.

Além disso, é necessário monitorar a higiene íntima; lavar, não usar sabão, mas géis especiais. Os procedimentos de higiene devem ser realizados de manhã e à noite, troque regularmente a roupa de baixo. Quanto à dieta, é melhor por algum tempo abandonar alimentos ricos em vitamina C. Reduz a permeabilidade vascular, criando inchaço.

Roupa íntima de compressão é um dos métodos mais comuns que permite recuperar as veias inchadas. Como regra, use meias especiais. Comprimindo os membros, o tecido faz com que os músculos permaneçam em tom constante.

Características da doença durante a gravidez

A varicose nos lábios durante a gravidez é uma ocorrência muito comum e há uma explicação para isso. O feto dentro do útero aumenta de tamanho dia a dia, de modo que o sistema venoso recebe uma carga tremenda. Quanto maior o peso do bebê, maior o risco de desenvolver a doença e causar sangramento durante o parto.

As mulheres com predisposição para varizes são aconselhadas a prevenir a doença antes da concepção. Pomadas anticoagulantes e venotônicos podem ser utilizados apenas para fins terapêuticos até o terceiro trimestre. As gestantes com esse diagnóstico devem seguir rigorosamente as recomendações do ginecologista e monitorar os parâmetros de coagulação sanguínea. Mulheres com uma patologia semelhante geralmente são hospitalizadas na semana 38. Em muitos representantes do belo sexo em posição, isso não difere no curso complicado dos lábios varicosos. O parto e a gravidez em si passam sem patologias. No caso de lesões cutâneas extensas, eles recorrem à cesariana. Essa abordagem se deve à necessidade de eliminar o risco de sangramento devido à ruptura das veias durante o parto.

Medidas preventivas

A varicose dos lábios, cujas causas foram discutidas acima, é considerada uma doença desagradável. Como isso pode ser evitado? Antes de tudo, os especialistas recomendam aderir a um estilo de vida ativo, dedicar mais tempo à atividade física. Quando o trabalho é sedentário, você deve fazer uma pausa periódica para ginástica leve e, no almoço, pode caminhar pela rua.

É melhor abandonar o salto alto, substituindo-o por sapatos confortáveis. No caso de uma clara predisposição para a doença, é necessário o uso de roupa de compressão, comparecer periodicamente às consultas de um flebologista. As varizes não são uma doença fatal, mas você não deve negligenciar sua prevenção. Seja saudável!

Varizes dos lábios: causas, sintomas, tratamento

Varizes – uma doença que afeta principalmente os vasos das pernas e se manifesta como rápida fadiga, inchaço e dor. A violação da circulação venosa na pelve leva ao desenvolvimento de varizes. A varicose dos lábios é uma patologia dolorosa que interfere com uma vida sexual completa, pratica esportes ativos e traz muitos sintomas desagradáveis.

Normalmente, as veias varicosas dos lábios desenvolvem-se em mulheres no último trimestre da gravidez. Pernas varicosas freqüentemente se tornam seu prenúncio. A causa da patologia, neste caso, é o aumento da pressão no útero e no assoalho pélvico. As veias localizadas na genitália externa aumentam e mudam patologicamente. A doença dura até o nascimento e causa desconforto e medo nas gestantes.

Na maioria dos casos, os sintomas das varizes desaparecem por si próprios logo após o nascimento do bebê. Mas acontece que, sem tratamento oportuno, as varizes se tornam um problema para o feto e o parto. Somente o médico ajudará a interromper a progressão da doença, definindo o tratamento correto. Devido a isso, as mulheres grávidas não desistem do parto natural. As veias patologicamente alteradas e dilatadas podem ser completamente restauradas.

A gravidez é a principal causa dos lábios varicosos. Durante esse período, crucial para todas as mulheres, o corpo sofre uma carga séria. Ganho de peso significativo, desequilíbrio hormonal, inatividade física, estresse físico, disfunção venosa, hipotensão vascular são fatores que contribuem para a circulação venosa prejudicada no corpo de gestantes. Um útero aumentado pressiona as veias da pélvis pequena, o que leva a uma violação do fluxo sanguíneo, um aumento no volume sanguíneo e um aumento na carga nos vasos do corpo. As veias não são tão densas e elásticas quanto as artérias. É por isso que eles são atingidos em primeiro lugar. Nas mulheres, o períneo incha, os lábios vaginais "rastejam" e se tornam mais densos.

Nanovein  Meias de compressão

As causas do desenvolvimento da doença em uma mulher que não dá à luz são as seguintes:

  • Excesso de peso
  • Terapia hormonal a longo prazo
  • Hereditariedade
  • Fraqueza da parede vascular,
  • Insuficiência valvar
  • Trabalho físico duro
  • Doença inflamatória pélvica
  • Trabalho em pé,
  • Hipodinâmica,
  • Constipação
  • Uma estadia prolongada no calor, especialmente em um banho ou sauna.

Sintomatologia

Nas mulheres que sofrem de varizes dos lábios, a genitália externa incha, as veias incham e freqüentemente formam conglomerados inteiros de nós. Na membrana mucosa e na pele, aparecem betonilhas e veias da aranha. Pele irritada e seca do períneo coça, entorpecida ou dolorida, há uma sensação de queimação, plenitude e desconforto, distúrbios disúricos aparecem. Essas sensações desagradáveis ​​e dolorosas se intensificam durante a relação sexual, após esforço físico e ir ao banheiro. A dor geralmente irradia para o sacro e o períneo. O estado psicológico de uma mulher piora, seu humor diminui e um aumento da irritabilidade aparece.

Os especialistas detectam visualmente a deformação das veias, que são uma visão esteticamente desagradável. Primeiro, um pequeno nódulo aparece nos lábios, que não se manifesta clinicamente. Gradualmente, há muitos nódulos, eles aumentam de tamanho e interferem na vida normal de sentar, caminhar e fazer sexo. Nódulos venosos, fios e inchaços crescem e são palpados. A pele seca afetada do períneo é pigmentada. Nos últimos estágios da gravidez, a dor se torna dolorosa e os sinais óbvios das varizes são tão perceptíveis quanto possível. Em casos graves, os pacientes andam e sentam com grande dificuldade.

Se houver sinais clínicos da doença, você deve consultar imediatamente um médico para estudos adicionais e a nomeação de tratamento apropriado.

As complicações das varizes dos lábios são: sangramento e ruptura do períneo durante o parto, bem como varicotromboflebite, coagulação do sangue, trombose das veias pélvicas.

As varizes do períneo podem ser detectadas independentemente, sentindo os órgãos genitais externos. Ginecologistas, flebologistas e cirurgiões vasculares estão envolvidos no diagnóstico e tratamento de varizes. Um médico examina uma mulher, ouve reclamações e coleta uma anamnese. Métodos de diagnóstico adicionais incluem: exames clínicos de sangue, coagulograma, ultra-som. O exame ultrassonográfico permite que você veja a condição da parede venosa e confirme o diagnóstico da doença.

O tratamento de mulheres grávidas é um processo difícil e muito responsável. As mulheres grávidas podem se livrar completamente das varizes somente após o parto. A terapia eficaz e adequada ajudará a reduzir a gravidade dos sintomas clínicos da doença e interromperá o desenvolvimento do processo patológico. Medicamentos adequados e seguros prescritos pelo seu médico melhorarão significativamente a condição de suas veias, tornando-as menos visíveis e dolorosas.

Gestantes que sofrem de lábios varicosos, os especialistas dão as seguintes recomendações:

  1. Não levante objetos com peso superior a 3 kg.
  2. Ofereça atividade física ideal (moderada),
  3. Controle de peso
  4. Regular a função intestinal,
  5. Visite a piscina
  6. Não tome banhos quentes, use chuveiros,
  7. Use roupas íntimas confortáveis,
  8. Observe a higiene pessoal
  9. Descanse em uma pose especial: deitado no lado esquerdo com os joelhos dobrados e pressionados contra o estômago.

O tratamento conservador consiste em usar roupa íntima de compressão, usar cremes com anestesia e usar medicamentos. Destina-se a interromper o fluxo sanguíneo reverso e aliviar os sintomas da dor.

  • Venotonics são prescritos para pacientes na forma de comprimidos, géis e pomadas – Troxerutin, Detralex, Lyoton, Venoruton, Eskuzan.
  • Agentes antiplaquetários que impedem a trombose – Trental, Curantil, Venolife, Aspirina.
  • Vestir roupas íntimas de compressão ajuda a reduzir processos estagnados, acelera a circulação sanguínea, elimina manifestações patológicas e melhora o bem-estar de uma mulher grávida.
  • Terapia com vitaminas – tomar vitamina C, que dilui o sangue e melhora a circulação sanguínea, bem como vitamina E, que melhora a elasticidade dos vasos sanguíneos.
  • A ginástica médica ajudará a reduzir a dor. Para fazer isso, você precisa ficar de quatro e abaixar a cabeça no travesseiro para que a pélvis fique acima da cabeça. Essa postura contribui para a saída de sangue.
  • Se a causa dos lábios varicosos não for a gravidez, é realizada terapia sintomática. Os pacientes são prescritos agentes antiplaquetários, anti-inflamatórios e analgésicos.
  • A escleroterapia é uma maneira médica de se livrar dos lábios varicosos. Esta é uma técnica de injeção que permite que as veias alteradas desapareçam completamente. A área afetada pelas varizes é resfriada com ar e, em seguida, uma solução especial é injetada na veia, que a estreita e empurra o sangue, interrompendo o fluxo sanguíneo e impedindo a trombose. O vaso afetado deixa de funcionar e o sangue flui pelas veias saudáveis. Após a injeção, a compressão bilateral da área afetada é realizada por 5 a 7 minutos.

A escleroterapia é a maneira mais eficaz e geralmente indolor de tratar varizes genitais, realizada em nível ambulatorial e produz um resultado qualitativo. Labioplastia e microtermocoagulação também são possíveis. Mas para mulheres grávidas, esses métodos são estritamente contra-indicados.

Se os lábios varicosos não desaparecem após o nascimento do bebê, mas continuam a progredir, eles prosseguem para a cirurgia. Os principais tipos de operações para varizes são flebectomia clássica, radiofrequência e coagulação a laser de veias deformadas.

Prevenção

Medidas para impedir o desenvolvimento de lábios varicosos:

  1. Exame ginecológico
  2. Usando sapatos confortáveis, sem salto,
  3. Passeios frequentes
  4. Chuveiro de contraste
  5. Massagem
  6. Banhos de sal marinho
  7. Alimentos que impedem a constipação
  8. Realização de exercícios voltados à prevenção de lábios varicosos,
  9. Vestindo roupas íntimas confortáveis ​​feitas de tecidos naturais,
  10. Monitoramento médico do sistema de coagulação sanguínea.

Atualmente, a varicose dos lábios é uma doença completamente tratável. Com a ajuda da medicina moderna, você pode eliminar de forma rápida e indolor os sintomas da doença e possíveis defeitos cosméticos. Para conseguir isso, é necessário identificar a doença a tempo. Caso contrário, os lábios varicosos podem causar muitos problemas, especialmente para mulheres grávidas. Basta seguir todas as recomendações e instruções de um especialista. O autodiagnóstico e a automedicação sempre terminam em fracasso!

Varizes genitais em mulheres, palestra (vídeo)

Quais são as causas dos lábios varicosos? Leia aqui

A expansão varicosa pode afetar não apenas os vasos venosos dos membros, mas também aqueles localizados na área genital. Assim, durante o parto de uma criança, cerca de 30% das mulheres sofrem de varizes nos lábios – uma mudança patológica nos vasos venosos localizados na área genital.

Freqüentemente, paralelamente às veias localizadas nos lábios, os vasos dos órgãos localizados na vizinhança: pernas, reto e também órgãos genitais internos.

Alterações varicosas nos vasos venosos ocorrem, em regra, no contexto de uma predisposição genética ao enfraquecimento das paredes vasculares. Se algum fator complica a saída de sangue do órgão, há um transbordamento de veias, afinamento das paredes e subsequente deformação. Se a saída de sangue não for restaurada a tempo, é provocado o desenvolvimento de estagnação venosa.

Essa condição é caracterizada pelo fato de que os resíduos tóxicos das células não são excretados do corpo, mas começam a afetar negativamente as paredes vasculares, causando danos a elas.

Fatores que provocam varizes localizadas nos lábios incluem:

  • ter um filho (especialmente a segunda e subsequente gravidez), parto;
  • trabalho associado à posição em pé, bem como à posição sentada ou com alto esforço físico;
  • atividades esportivas de poder;
  • a presença de tumores em órgãos localizados na área pélvica;
  • inflamação dos órgãos pélvicos (estes são cistite, anexite, colpite, colite);
  • excesso de peso;
  • patologia dos órgãos do sistema cardiovascular;
  • doença adesiva;
  • constipação regular;
  • patologia dos órgãos genitais internos (por exemplo, flexão do útero);
  • tomar medicamentos de natureza hormonal;
  • abuso de álcool.

A ocorrência de lábios varicosos durante a gravidez deve-se ao fato de um útero em expansão de volume pressionar as veias, atrasando a saída de sangue. Além disso, a massa corporal aumenta, assim como o volume de sangue circulando constantemente no corpo, aumentando a carga nas paredes vasculares.

Manifestações externas de varizes vaginais estão associadas àquelas com danos aos vasos dos membros:

  • ocorre deformação e aumento dos lábios;
  • a pele da área afetada fica seca e pode mudar de cor;
  • estrelas e nódulos vasculares se formam;
  • veias safenas incham, a pele irrita.

No estágio inicial do desenvolvimento da doença na área da vulva, um pequeno nódulo é formado, quase imperceptível na aparência. À medida que as varizes progridem, os nódulos começam a sentir e interferem na caminhada, sentado. Ao mesmo tempo, o paciente sente desconforto, explosão, dor.

Durante a relação sexual, sentimentos negativos se intensificam. Todos esses sintomas afetam negativamente o estado psicológico da paciente, piorando seu humor.

Se durante o dia as pernas do paciente sofreram uma carga pesada, à noite, assim como durante a defecação, os sintomas da doença se intensificam.

Nos estágios posteriores da gravidez, os sintomas da doença se manifestam o mais severamente possível e a dor aumenta. Em casos especialmente graves, o paciente tem dificuldade para caminhar e sentar.

Possíveis complicações

Se as varizes não afetam uma grande área dos órgãos genitais e não capturam as áreas envolvidas durante o parto, não é perigoso para o parto e pode ocorrer naturalmente. Essa patologia não afeta a condição do feto, mas pode complicar significativamente o nascimento.

A varicose dos lábios é perigosa com algumas complicações:

  • trombose vascular venosa pélvica;
  • coagulação do sangue;
  • ruptura de vasos venosos durante o parto, o que pode causar grande perda de sangue e até morte se o sangramento não parar a tempo.
Nanovein  Esteróides, como são! Então é ou não é

diagnósticos

O paciente pode identificar varizes dos lábios por conta própria, investigando as áreas afetadas; no entanto, para confirmar o diagnóstico, você precisa visitar um especialista.

Na primeira etapa das medidas de diagnóstico, é realizado um exame geral de sangue, dando uma idéia do número de plaquetas na corrente sanguínea. Além disso, é feito um coagulograma detalhado, incluindo indicadores de dímeros D, fibrinogênio A e B.

No estágio seguinte, é realizado um exame ultrassonográfico dos vasos localizados na região pélvica e nas pernas do paciente. Com os resultados obtidos, o paciente deve ir a uma consulta com um especialista em cirurgia vascular.

Tratamento de lábios varicosos

No caso em que a causa da doença não foi a gravidez, mas outros fatores, a terapia competente não pode ser dispensada. Ao mesmo tempo, a automedicação não é altamente recomendada. O paciente deve definitivamente consultar um especialista que escolherá o método de terapia mais adequado. Agentes antiplaquetários, analgésicos e anti-inflamatórios são geralmente prescritos aqui.

Se o desenvolvimento da patologia está associado ao parto de uma criança, é muito raramente possível curá-la antes do parto. Mas os médicos podem escolher um tratamento que reduza significativamente os sintomas da doença e alivie a condição do paciente.

Como tratar os lábios varicosos? Muitas vezes, eles são tratados com métodos conservadores usando medicamentos, cuja seleção deve ser feita por um especialista. Um medicamento selecionado incorretamente pode prejudicar não apenas o corpo da mulher, mas também o bebê ainda não nascido, portanto a escolha da medicação leva em consideração as características individuais do paciente.

Entre os medicamentos prescritos ao paciente, existem:

  • venotônicos são meios na forma de pomadas, comprimidos e géis ("Troxerutin", "Lyoton", "Eskuzan", "Detralex");
  • agentes antiplaquetários – medicamentos que interferem na formação de coágulos sanguíneos (Trental, Aspirina, Venolife, Curantil);
  • vitaminas. A vitamina C é prescrita para melhorar a circulação sanguínea e afinar o sangue; vitamina E – para melhorar a elasticidade dos vasos sanguíneos.

Além disso, recomenda-se que o paciente use roupas de compressão especiais, o que melhora a circulação sanguínea, reduz processos estagnados e melhora a condição do paciente.

O último lugar no tratamento de varizes vulvar também pertence aos exercícios terapêuticos. Recomenda-se que a paciente tome a posição do joelho-cotovelo e, ao mesmo tempo, coloque a cabeça no travesseiro para que a área pélvica fique acima do nível da cabeça. Graças a essa postura, há uma saída de sangue dos órgãos genitais e a condição do paciente melhora.

Outro método de tratamento poderoso e quase indolor é a escleroterapia. Sua essência está no fato de que a área afetada pelas varizes é submetida ao resfriamento pelo fluxo de ar, após o que uma solução especial é introduzida no vaso afetado. Graças a esta droga, a veia se estreita e empurra o sangue, impedindo a formação de coágulos sanguíneos. Depois disso, o vaso sanguíneo afetado não funciona mais e o sangue flui pelas veias saudáveis.

A escleroterapia também pode ser usada no tratamento de mulheres grávidas. A técnica é conhecida por sua eficácia, velocidade de ação, excelentes efeitos terapêuticos e cosméticos.

Se a doença não desaparecer após o parto, os médicos podem recorrer à cirurgia. Como regra, essa doença é tratada com flebectomia clássica, bem como com radiofrequência e coagulação a laser.

Para reduzir os sintomas da doença podem ser utilizadas receitas de medicina alternativa, sugerindo tratamento com compressas especiais. Para esses fins, são utilizadas infusões de trigo sarraceno, hamamélis, folhas de calêndula e farinha de trigo sarraceno.

Conclusão

As veias varicosas dos lábios são uma doença que trata bem o suficiente. Os medicamentos modernos podem eliminar com segurança e rapidez os sintomas de patologia e defeitos cosméticos. No entanto, para uma terapia eficaz, é muito importante identificar a doença em tempo hábil e, após o diagnóstico, seguir todas as prescrições dos médicos.

Em nenhum caso você deve se envolver em autodiagnóstico e automedicação – essas tentativas geralmente acabam em mau estado.

O que fazer com os lábios varicosos

Varizes – uma doença mais característica das extremidades inferiores. No entanto, em alguns casos, também pode se desenvolver no campo dos órgãos reprodutivos. Em particular, as mulheres grávidas podem sofrer de varizes de lábios progressivos.

Esta doença ocorre em mulheres em idade reprodutiva. Além disso, varizes da vulva desenvolvem-se nelas como uma doença primária devido ao aumento do esforço físico e como uma patologia secundária, como resultado de varizes nas extremidades inferiores.

Essa patologia é causada por uma violação da fisiologia da circulação sanguínea nos órgãos pélvicos, que causa estase sanguínea, alterações anatômicas nos lábios, além de outros sintomas e consequências. E se a expansão das veias nas extremidades inferiores é uma preocupação apenas com o aumento do esforço físico, os lábios varicosos podem causar dor insuportável com muito mais frequência – com micção frequente, durante a intimidade e durante a gravidez.

As causas da doença

A principal causa de varizes é uma violação da fisiologia das veias labiais. Em particular, fatores significativos são uma diminuição na espessura das paredes das veias, patologia do fluxo sanguíneo direto e reverso nos órgãos pélvicos.

Ao mesmo tempo, um aumento no peso corporal durante a gravidez é considerado um fator negativo que afeta a formação de varizes. No entanto, durante esse período, pode-se observar um mau funcionamento do fundo hormonal e alterações fisiológicas em todo o corpo.

As causas comuns desta doença podem incluir fatores como:

  • longo período de terapia hormonal;
  • insuficiência fisiológica das válvulas das veias;
  • focos de processos inflamatórios nos órgãos pélvicos;
  • constipação frequente;
  • fraqueza das paredes das veias;
  • falta de exercício, estilo de vida sedentário;
  • exposição prolongada a altas temperaturas – ao sol, em um banho ou sauna.

Além disso, trabalho físico pesado, trabalho estagnado, diminuição do tônus ​​venoso e obesidade podem se tornar um fator provocador.

A varicose dos lábios pode progredir no contexto de uma predisposição genética, sob a influência de fatores de ambiente ecológico deficiente. A patologia também pode se desenvolver se uma mulher grávida já tiver desenvolvido varizes nas pernas antes da gravidez e do parto.

Sintomas da doença

Normalmente, em mulheres grávidas, varizes dos órgãos reprodutivos aparecem no estágio inicial. Os principais sintomas são sintomas que são acompanhados por desconforto e coceira no períneo e nos lábios. Ao mesmo tempo, podem ocorrer sensações dolorosas nos lábios.

Visualmente, é estabelecido um aumento no volume das veias, sua deformação e protrusão. Primeiro, no local da formação de varizes, aparece um nódulo quase imperceptível, que aumenta posteriormente em volume. Dependendo da intensidade da lesão das veias, esses nódulos aumentam com o tempo e formam colônias inteiras que se transformam em focos contínuos de varizes.

Nesta fase, a mulher sente desconforto e queimação na virilha ao sentar. Ao caminhar, a dor pode ser sentida. Dor com sinais doloridos dá à região do sacro e períneo.

Os sintomas da doença são especialmente pronunciados no momento da micção e durante a relação sexual. Ao mesmo tempo, ocorre um distúrbio diurético do sistema genito-urinário, inchaço dos lábios, um aumento nos nódulos venosos.

Na ausência de tratamento e tratamento prematuro ao médico para obter ajuda, os lábios varicosos correm o risco de evoluir para uma forma crônica. Além disso, seus sinais se tornam ainda mais pronunciados à medida que o feto cresce no útero. Aumentando de tamanho, cria pressão nas veias dos lábios, o que dá ainda mais sensações patológicas a uma mulher grávida.

O diagnóstico dos lábios varicosos inclui, além dos métodos clínicos, o exame ultrassonográfico, bem como a digitalização duplex dos órgãos do aparelho genital.

Medidas de segurança

Para que a expansão das veias nos lábios não termine com o estágio crônico das varizes, as gestantes são aconselhadas a evitar aumento do esforço físico, tentar controlar o peso corporal, estar atentas ao trabalho do trato gastrointestinal.

Ao mesmo tempo, deve ser possível limitar o uso de medicamentos hormonais, visitas a um banho ou sauna e solário. Em vez disso, é recomendável visitar a piscina com mais frequência e fazer tratamentos de água.

Certifique-se de usar roupas íntimas confortáveis ​​e espaçosas e um estilo gratuito de roupas e sapatos. Certifique-se de seguir as regras de higiene pessoal.

O descanso deve ser organizado deitado no lado esquerdo. Nesta posição, é aconselhável apertar os joelhos e pressioná-los contra o estômago.

O curso de reabilitação para varizes dos lábios inclui terapia geral, medicação e procedimentos fisioterapêuticos. O tratamento específico envolve o uso de escleroterapia. Essa técnica envolve o resfriamento das veias e a subsequente injeção de uma solução especial que dilui e empurra o sangue através dos vasos, eliminando as varizes.

Junto com esse método, é prescrita terapia sintomática para eliminar os sinais e as consequências dos lábios varicosos. Os pacientes são prescritos agentes antiplaquetários, anti-inflamatórios e anestésicos.

Alguns médicos recomendam não negligenciar os exercícios de bem-estar. Em particular, as recomendações referem-se a exercícios nos quais a cabeça está abaixo da pelve em uma determinada posição. A terapia com vitaminas também é recomendada, o que pode ser útil não apenas para uma paciente grávida, mas também para seu feto. Com progressão intensa, deve-se usar roupas íntimas de compressão, tomando medicamentos que interferem na formação de coágulos sanguíneos nas veias dos lábios.

Lagranmasade Portugal