Causas e tratamento de coceira na virilha em homens

Coceira na pele pode ser um sinal de muitas doenças. Se o sintoma incomoda o homem na virilha, é lógico suspeitar de uma lesão do sistema geniturinário. De fato, há muito mais áreas para pesquisar. Prurido é um sinal de distúrbios sistêmicos no corpo. Se o desconforto for ignorado, o problema só piorará e logo se manifestará como inflamação, supuração e outros problemas.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

O que é coceira

Comichão na pele indica o acúmulo de substâncias tóxicas nela. Eles entram na derme a partir do interior do corpo, com intoxicações e reações alérgicas, doenças dos órgãos de desintoxicação. Os microrganismos podem produzir toxinas – fungos, bactérias, vírus. As sensações de coceira acompanham a atividade vital dos parasitas – carrapatos, vermes, piolhos.

O prurido está associado à respiração celular prejudicada da pele. Com a falta de oxigênio e a violação do fluxo de secreções de glândulas na pele, são produzidas prostaglandinas – mediadores inflamatórios. Um mecanismo semelhante de desenvolvimento tem uma coceira associada à reprodução de microorganismos e protozoários. Mediadores entram em locais lesionados da corrente sanguínea e agem como participantes de mecanismos de proteção.

O prurido é uma reação protetora do corpo que chama a atenção para a área problemática. As sensações costumam entrar em inflamação e dor. Na presença de microtraumas, pentes, rachaduras na pele, “portões de entrada” para micróbios patogênicos aparecem. Infectando áreas desprotegidas da derme, causam alterações nulóticas-purulentas, furunculose. A penetração da infecção profundamente nos tecidos pode resultar em sepse.

Provocadores sistêmicos de coceira

A pele humana, como o maior órgão, responde instantaneamente a qualquer alteração no corpo. Doenças de órgãos internos, acúmulo de toxinas no interior, patologias infecciosas provocam coceira.

Doença renal e hepática

Os rins e o fígado são responsáveis ​​pela eliminação de toxinas e produtos em decomposição no organismo. Se sua função é prejudicada, os resíduos permanecem dentro, envenenando todo o corpo. Com danos nos rins, o metabolismo do nitrogênio muda. Mecanismos compensatórios de excreção de nitrato se desenvolvem – através da pele e das glândulas sebáceas. As substâncias irritam a epiderme, provocam pequenas erupções cutâneas e prurido. O primeiro a reagir é a pele fina e delicada, que geralmente sofre fricção. Prurido na virilha pode ser o sinal inicial de doença renal.

Nas doenças hepáticas, a síntese e a passagem da bile através dos ductos biliares são prejudicadas. A causa do prurido inguinal é mais frequentemente lesões da vesícula biliar (colecistite, doença da vesícula biliar, torções e aderências). Violando o fluxo de secreção hepática, a bilirrubina entra na corrente sanguínea. É caracterizada pela toxicidade, a capacidade de se acumular na derme. Daí a icterícia obstrutiva. A irritação da bilirrubina é mais pronunciada nas mucosas e na pele fina. O prurido ocorre na área genital, sob as axilas, no pescoço.

Distúrbios metabólicos

A causa da coceira na virilha nos homens pode ser distúrbios endocrinológicos. Uma mudança no equilíbrio hormonal em relação ao estrogênio e andrógeno causa problemas de pele. No primeiro caso, a imunidade local da pele diminui, a secura e o desconforto ocorrem nesse contexto. No segundo, a atividade das glândulas sebáceas aumenta, o sebo se acumula nos folículos e bocas das glândulas, é observada sudorese, surgem condições favoráveis ​​para a propagação da microflora condicionalmente patogênica.

Prurido na virilha geralmente acompanha a obesidade. A razão para isso é a transpiração da pele nas dobras, envenenamento crônico do corpo por produtos não divididos.

Muitas vezes, o desconforto ocorre no contexto da diabetes. Com a doença, o fluxo sanguíneo periférico é perturbado, o trabalho dos órgãos internos, a imunidade diminui, a pele sofre de secura.

Erros nutricionais

A causa da coceira inguinal é o abuso de alimentos doces e gordurosos. Confeitaria, fast food e muffin oxidam todos os meios corporais, dando origem à propagação de fungos oportunistas. Com uma tendência à constipação, a causa do prurido é a absorção reversa de toxinas do intestino. Sob as condições de um regime de bebida perturbado, a concentração de substâncias tóxicas no sangue aumenta, as tentativas do corpo de se purificar através da extremidade da pele com desconforto coceira.

Nanovein  Prevenção de varizes nas preparações pernas

A coceira na virilha segue a ingestão de alimentos, frutas exóticas ou vegetais fora da estação. Uma alergia alimentar se desenvolve, cujo principal sinal é a coceira na pele (incomoda no estômago, pescoço, costas, virilha).

Causas banais de coceira

As glândulas sebáceas e sudoríparas da pele trabalham continuamente. Sua tarefa é manter a imunidade local e regular a temperatura. Em condições quentes, com aumento da atividade física, vestindo roupas inadequadas, as glândulas trabalham intensamente. Eles produzem banha e suor, que, quando misturados, formam um filme denso na pele. O prurido pode ocorrer devido à respiração celular prejudicada.

A renovação da derme é acompanhada pela esfoliação das partículas córneas e pela vida humana – pelo acúmulo de poeira, sujeira e micróbios no corpo. Em combinação com a epiderme oleosa e as condições úmidas, é criado um ambiente ideal para a reprodução de micróbios.

Na lavagem habitual com água, a mistura de sebo, suor e sujeira não é fácil de lavar. Não prescindir de meios auxiliares – panos e géis higiênicos. Negligenciar eles provoca o acúmulo de sujeira na pele e o aparecimento de coceira.

Às vezes, reações alérgicas e coceira provocam apenas detergentes. Homens, como mulheres, devem adquirir géis especiais para higiene íntima – sem componentes detergentes agressivos, fragrâncias, com pH neutro.

Um provocador comum de desconforto na virilha é usar roupas íntimas de baixa qualidade. Cuecas sintéticas violam a microcirculação do ar na zona íntima, o que leva à transpiração e à multiplicação de bactérias nocivas, uma mudança na acidez do ambiente. Coceira na virilha também aparece se a roupa íntima for ligeiramente menor do que o homem precisa. A causa é a circulação sanguínea prejudicada nos tecidos superficiais devido ao esmagamento da gengiva.

Muitos homens estão convencidos de que a roupa íntima de algodão resolverá todos os problemas. No entanto, a qualidade das calças também é importante. Se eles não deixarem entrar ar, estão muito perto do corpo, a roupa em breve ficará molhada de suor e irritará ainda mais a derme, causando desconforto.

Patologia da pele

Prurido e desconforto são os principais sintomas das dermatoses. Além de alérgicos, eles podem ser de natureza fúngica e bacteriana. As lesões ocorrem em todo o corpo, mas a região da virilha nos homens tem o ambiente mais agradável para isso. Devido ao acúmulo de suor e acesso insuficiente ao ar, dermatomicoses, doenças fúngicas, desenvolvem-se com mais freqüência nessa área. O segundo provocador mais comum são os parasitas.

  • Epidermofitose. O fungo afeta a superfície e a camada média da derme, provoca secura, aparecimento de escamas, rachaduras na pele. A doença é acompanhada por transpiração excessiva e odor desagradável.
  • Erupções cutâneas de pitiríase versicolor. Comichão, manchas marrom-rosa aparecem na virilha com peeling em pó na superfície. A intensidade da coceira depende do número de erupções cutâneas; intensifica-se no contato com o suor durante a noite.
  • Herpes genital. Uma doença de natureza viral que é transmitida durante contatos domésticos e íntimos. No início do desenvolvimento, manchas vermelhas aparecem e nódulos densos com líquido dentro. A coceira é forte, quando as vesículas se transformam em erosão, elas se transformam em dor. A erupção cutânea aparece nas nádegas, nas dobras entre as pernas, no períneo e no pênis.
  • Piolhos púbicos. Você pode pegar piolhos de um parceiro aleatório ou ao usar uma toalha com uma pessoa doente. Os piolhos causam coceira mecanicamente – eles fazem cócegas na pele da superfície, deixando pequenos danos durante a sucção do sangue. Propagando, eles colocam lêndeas. Quando amadurecem, o número de parasitas aumenta e a coceira se intensifica. Os piolhos são visíveis a olho nu, enquanto se agarram à base dos pelos pubianos.
  • Sarna. O ácaro da coceira causa coceira intensa. A localização do parasita na virilha pode levar a neurose e insônia. No processo da vida, ele cria passagens na pele, afetando-a cada vez mais profundamente. Os sintomas incluem vermelhidão, coceira, aparecimento de pústulas, erosão.

Para determinar um problema de pele, entre em contato com um dermatologista ou dermatologista-venereologista. Após o exame, o especialista irá prescrever um exame, selecione o tratamento.

Patologia Genital

A causa do prurido em um homem pode ser doenças das membranas mucosas e genitais:

Nanovein  Coze o tratamento das veias das pernas

Mais frequentemente, são provocados por microrganismos patogênicos – IST – ureoplasmose, micoplasmose, tricomoníase, clamídia. Você pode suspeitar de uma infecção sexualmente transmissível por outros sintomas – desconforto durante a micção, ejaculação e relação sexual, secreção purulenta ou mucosa não característica do canal uretral.

Uma doença comum da mucosa do pênis é a candidíase. É causada por fungos semelhantes ao fermento do gênero Candida. Estes são microorganismos oportunistas que normalmente estão presentes nas membranas mucosas. A reprodução de fungos é contida pela microflora normal. Violando a biocenose, os microorganismos são ativados e se multiplicam, formando colônias. Suas toxinas têm propriedades irritantes e provocam coceira intensa na cabeça e no prepúcio. Outros sinais da doença são o aparecimento de placa branca na cabeça, o acúmulo de esmegma viscoso e pegajoso sob o prepúcio e o desconforto ao urinar.

Bactérias condicionalmente patogênicas raramente causam inflamação. Sua ativação está associada a uma diminuição da imunidade e pode indicar doenças graves no sangue e nos órgãos formadores de sangue.

Como consertar o problema

O aparecimento de coceira sem secreções, erupções cutâneas e manchas incomuns deve dar ao homem a idéia de melhorar a qualidade da higiene. Você pode se livrar do problema tomando um banho 2 vezes ao dia com um detergente especial e um pano macio. Após procedimentos higiênicos, a área da virilha é limpa com uma toalha macia. É aconselhável ficar sem roupa por algum tempo, para que a pele fique seca e ventilada. Depois de usar pó de bebê – trate as dobras entre as pernas, a área entre as nádegas, escroto e virilha. Em seguida, vista roupas íntimas de algodão de tamanho adequado, de preferência de corte livre.

Com coceira intensa, antes do tratamento com pó, você pode usar Fenistil gel ou pomada Sinaflan. Antes de aplicar o pó, o produto deve ser completamente absorvido.

Após uma semana de conformidade com essas regras, a coceira deve desaparecer completamente. Se o sintoma persistir e uma erupção cutânea, manchas, secreção, úlceras ou rachaduras tiverem se associado a ele, consulte um médico imediatamente.

Tratamento de doenças fúngicas

Para se livrar do fungo da pele, o médico aconselhará preparações fungicidas externas ou sistêmicas. O primeiro é usado para tratar os estágios iniciais da dermatomicose. Tratamentos externos podem ser realizados:

  • Creme de pimafucina;
  • pomada ou creme de clotrimazol;
  • spray ou gel Lamisil;
  • Creme de cetodina;
  • Micosolona;
  • Sertaconazol.

Para prevenir a infecção por bactérias, um especialista recomendará o tratamento com Miramistin ou Clorexidina, lavando com infusões de ervas (calêndula, camomila, barbante, casca de carvalho). Em caso de inflamação grave ou suspeita de ligação de uma infecção secundária, o médico prescreverá um creme com uma composição complexa com um componente antifúngico, antibacteriano e anti-inflamatório (Triderm, Celestoderm, Belogent, Betaderm). Para uso externo, a área da virilha é tratada de manhã e à noite após procedimentos de higiene.

Antimicóticos sistêmicos são prescritos em casos avançados de dermatomicose. O médico deve escolher o medicamento, com foco no tipo de infecção e sua sensibilidade. Comprimidos de fluconazol, pimafucina, damisil, itraconazol e cetoconazol são frequentemente prescritos. Os termos de tratamento e dose são selecionados individualmente.

Como se livrar dos parasitas

Os piolhos pubianos são excretados com preparações à base de benzoato de benzila, permetrina (Perm, Nitifor). Faça uma aplicação por 20 a 30 minutos e enxague bem o produto. Após 5-7 dias, o tratamento é repetido.

Para se livrar do ácaro da sarna, você precisará de um tratamento com Spregal, pomada de permetrina, pasta sulfúrica, sulfúrica-salicílica ou salicílica-zinco. O processamento é realizado de acordo com as instruções do medicamento. O curso do tratamento é estabelecido por um especialista.

Se a causa do prurido for um dano aos órgãos internos, será necessário um exame e tratamento abrangentes da patologia subjacente. Em caso de reações alérgicas, o médico prescreverá anti-histamínicos (Zyrtec, Erius, Claritin) e ajudará a identificar o alérgeno.

A prática médica mostra que o prurido inguinal geralmente causa uma violação da higiene pessoal, infecções fúngicas e sexualmente transmissíveis. Para sua prevenção, atenção suficiente deve ser dada aos procedimentos de limpeza, para evitar relações sexuais desprotegidas, para vestir apenas suas roupas e usar produtos de higiene pessoal. É importante manter a imunidade em tom. Caminhadas frequentes, atividade física e nutrição adequada se tornarão uma esperança de proteção contra fungos e bactérias.

Lagranmasade Portugal