Causas e tratamento de cãibras noturnas nas pernas

Cãibras noturnas nas pernas se manifestam como uma forte contração dos músculos das extremidades inferiores. Um fenômeno semelhante ocorre frequentemente durante o sono, adquirindo uma natureza intensa e descontrolada. A condição é de duração variável, pode ter um grau desigual de dor. Quando cãibras nas pernas aparecem à noite, as causas e o tratamento da patologia devem ser considerados em conjunto com o médico. Tentativas independentes de combater a violação podem levar ao agravamento da situação e causar várias complicações.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

O mecanismo de desenvolvimento de cãibras noturnas

Há uma explicação detalhada de por que uma pessoa leva o pé à noite. Essa condição possui o seguinte mecanismo de desenvolvimento:

  1. Na presença de fatores adversos, o corpo é deficiente em um composto energeticamente importante (ácido adenosina trifosfórico).
  2. Como resultado, certos metabólitos (ácido lático) se acumulam nos tecidos.
  3. O aumento do conteúdo destas últimas se torna um fator que provoca relaxamento insuficiente das fibras musculares, aparecimento de convulsões espontâneas nas extremidades inferiores.

O princípio do desenvolvimento de cãibras noturnas também está associado a uma violação da regulação nervosa dos músculos, o que leva a uma diminuição no limiar de sua excitabilidade e até a uma diminuição sob a influência de impulsos nervosos fracos.

Precursores de cãibras nas pernas

Cãibras noturnas podem se desenvolver repentinamente, sem motivo aparente. Em alguns casos, essas sensações não requerem intervenção médica, são repassadas por si próprias ou após medidas simples.

Em outras situações, cãibras nas extremidades inferiores aparecem no contexto de certos fatores. Estes podem incluir:

  • uma mudança na natureza da atividade motora;
  • sobrecarga psicoemocional;
  • doenças crônicas exacerbadas;
  • super refrigeração;
  • estadia prolongada em condições climáticas adversas.

Cãibras noturnas podem ocorrer em pessoas que levam um estilo de vida insuficientemente ativo. Podem surgir cãibras se, após uma longa permanência na posição sentada, uma pessoa começa abruptamente a executar movimentos ativos. Às vezes, esse fenômeno é observado em atletas após uma longa inatividade forçada.

O desenvolvimento de cãibras nos pés afeta pessoas suscetíveis. Nessas pessoas, a contração das fibras musculares à noite pode ser desencadeada por estresse, excitação recente, experiências vívidas (positivas e negativas).

Muitas doenças crônicas durante uma exacerbação provocam o desenvolvimento de convulsões. As doenças que podem causar síndrome convulsiva incluem patologias endócrinas, varizes, tromboflebite. Tais violações afetam adversamente todo o corpo, incluindo tecido muscular, o que causa o desenvolvimento de convulsões espontâneas à noite.

Hipotermia e exposição prolongada a condições climáticas adversas freqüentemente levam ao aparecimento de uma síndrome convulsiva. A situação é agravada na presença dos fatores adversos listados acima.

Com a ocorrência regular de cãibras nas pernas à noite, é importante determinar com precisão a causa da patologia e realizar o tratamento necessário. Na ausência de medidas adequadas, a patologia pode levar a aparência de consequências indesejáveis ​​- osteocondrose, pés chatos, alterações degenerativas nas extremidades inferiores, repletas de endarterite e gangrena obliterantes.

Por que cãibras nas pernas à noite

Existem várias razões pelas quais o pé beija pesadamente à noite. Um fenômeno semelhante é frequentemente associado aos seguintes fatores:

Causar Manifestação
Deficiência de vitaminas e minerais (vitamina B 6, potássio, magnésio, cálcio) A falta de tais elementos é mais frequentemente associada à sua absorção defeituosa ou nutrição desequilibrada, provoca falhas no sistema circulatório e nervoso, aparecimento de cãibras musculares.
Sobrecarga física Os espasmos noturnos são frequentemente precedidos por atividade motora imoderada que ocorre quando os períodos de mobilidade e descanso são alternados de maneira desigual. Um fator que provoca o aparecimento de convulsões é a falta de intervalos entre contrações e relaxamento muscular.
Desidratação repleta de desidratação A perda de grandes volumes de umidade pelo organismo acelera a eliminação dos sais responsáveis ​​pelo funcionamento do tecido muscular. Podem ocorrer cãibras nas extremidades inferiores se a perda de água não for compensada por um regime ativo de bebida (uma pessoa deve receber 20 ml de líquido por kg de peso corporal por dia).
Quedas de temperatura do ar Com resfriamento repentino ou insolação, o risco de desenvolver espasmos musculares aumenta. Nesse sentido, quedas repentinas nos indicadores de temperatura (em 10 graus ou mais) não são seguras.
Situações estressantes frequentes As emoções negativas afetam negativamente o funcionamento do sistema nervoso, levando a uma violação de sua função reguladora, várias avarias no corpo, entre as quais muitas vezes são contrações musculares. Além disso, o estresse provoca a liberação de hormônios especiais que causam falta de potássio, prejudicando o bom funcionamento das fibras musculares.

Outra razão pela qual reduz o pé durante o sono é considerada algumas doenças. A presença de várias lesões, distúrbios metabólicos, nevrálgicos, vasculares, endócrinos, intoxicação alimentar e tóxica pode levar ao desenvolvimento de patologias. Muitas vezes, as cãibras nas pernas agem como um sintoma de patologias nas extremidades inferiores (varizes).

Por que à noite traz bezerros

Além das causas acima mencionadas de convulsões, à noite os músculos da panturrilha podem sofrer cólicas devido ao uso de sapatos muito apertados e à caminhada prolongada de salto alto. Uma condição desagradável também ocorre com uma doença de tromboflebite, pés chatos. Às vezes, bezerra as pernas à noite devido ao entusiasmo excessivo pelas dietas, levando à falta de sódio, vitaminas e elementos minerais no corpo.

Por que dedos

As convulsões noturnas, que se estendem até os dedos das extremidades inferiores, podem ser um sintoma de doenças graves do sistema músculo-esquelético (artrose, artrite). Nesse caso, eles são acompanhados por dores de diferentes graus de intensidade, dormência.

Se você juntar os dedos dos pés à noite, o motivo pode estar oculto na recente hipotermia, excesso de massa corporal e sapatos inadequadamente selecionados. A patologia também é causada por tensões frequentes, osteocondrose da região lombar, uma dieta desequilibrada durante a gravidez.

Uma das causas mais comuns de cãibras nos dedos dos pés é considerada uma dieta proteica, que é frequentemente respeitada pelos defensores do condicionamento físico. Uma dieta especial pode levar à remoção de cálcio do corpo, contração muscular involuntária em várias partes do pé.

Causas de convulsões durante a gravidez

Cãibras noturnas em mulheres grávidas nos músculos da panturrilha costumam aparecer pelos seguintes motivos:

  • falta de glicose e macronutrientes no organismo (magnésio, potássio, cálcio);
  • apertar os vasos sanguíneos por um feto em crescimento (síndrome da veia cava inferior), no qual o útero pressiona a veia inferior e reduz o fluxo sanguíneo
  • anemia por deficiência de ferro, levando a baixos níveis de ferro e hemoglobina no sangue.

Cãibras nas pernas podem ser desencadeadas pela ingestão descontrolada de medicamentos diuréticos, inchaço nas pernas, tabagismo durante a gestação. Muitas vezes, espasmos dos músculos da panturrilha à noite aparecem devido à falta de mobilidade, o que está se tornando a norma para muitas mulheres durante o período de expectativa do bebê.

A síndrome convulsiva nas pernas é observada principalmente no estágio de crescimento fetal ativo – no segundo e terceiro trimestres de gestação. Nos estágios iniciais da gravidez, as cãibras nas extremidades inferiores estão principalmente associadas à toxicose.

Causas de cólicas em crianças

Cãibras nos pacientes jovens são uma consequência da imaturidade do sistema nervoso central, do desenvolvimento contínuo do cérebro e das fibras nervosas. No corpo de uma criança, os processos de inibição estão no estágio de formação, o que causa sobrecarga muscular.

Entre outras causas de cãibras nos pés em crianças, os especialistas apontam os fatores que ocorreram durante a maturação fetal: toxicose, medicamentos tomados por uma mulher grávida, doenças transmitidas pela mãe.

Violações causadas pela criança durante a passagem pelo canal do parto, doenças virais (gripe, SARS, varicela, sarampo, escarlatina, rubéola) também podem contribuir para a violação.

Cãibras noturnas nas extremidades inferiores são frequentemente observadas até a criança atingir 1 ano, mesmo em um estado saudável.

Variedades de cãibras noturnas nas pernas

Cãibras nas pernas podem ser:

  1. Tônico. Com o desenvolvimento dessas cãibras, uma violação é observada por 4 minutos ou mais, o controle do membro se torna impossível e os movimentos são acompanhados por uma dor significativa.
  2. Clonic. Essas cãibras nos músculos das pernas são caracterizadas por um curso de curto prazo, prosseguindo com a tração de grupos musculares específicos.
  3. Localizado. Síndrome convulsiva e dor cobrem um músculo específico, sem afetar outras partes das pernas.
  4. Generalizado. O processo patológico se estende a todo o sistema muscular do membro. Na maioria das vezes, essas convulsões agem como uma manifestação de doenças graves.

Convulsões freqüentes, de natureza prolongada, geralmente indicam a presença de defeitos graves no corpo. Cãibras nas pernas à noite não são incomuns em pessoas idosas. Nesse caso, são consideradas consequências do paciente idoso.

Primeiros socorros – como eliminar rapidamente o desconforto

Se as cólicas noturnas causarem ansiedade severa, você deve recorrer aos primeiros socorros. Para aliviar a condição, você precisará de:

  1. Para dar ao corpo do paciente a posição correta, deitado em uma superfície horizontal plana.
  2. Para desbloquear músculos – amasse cuidadosamente uma área com espasmo reduzido, aplicando um objeto ou ímã de metal nela.
  3. Na presença de uma síndrome pronunciada, tome anestésico – o paracetamol pode se tornar o mais eficaz e seguro.

Após os primeiros socorros para cãibras nas pernas, a vítima deve estar completamente em repouso.

No caso de um ataque, a auto-ajuda não será menos eficaz. O paciente precisará sentar-se, esticando horizontalmente os membros inferiores, segure firmemente os dedos da perna problemática e puxe-os em sua direção com esforço. Se todas as ações são executadas corretamente, a dor desaparece rapidamente.

Exame necessário

Para pacientes que costumam ter bezerros à noite, é recomendado um exame abrangente. O diagnóstico consiste em várias etapas:

  1. Consulta de um flebologista com ultrassom das veias das extremidades inferiores (método que ajuda a detectar varizes).
  2. Refinamento da quantidade de potássio, magnésio, cálcio no soro sanguíneo.
  3. Exceções para hipovitaminose D e B.
  4. Consulta neurologista necessária para avaliar a condição da coluna lombar.
  5. Inspeção do endocrinologista.

Além disso, é fornecida uma análise de todos os medicamentos tomados pelo paciente (com a participação de um terapeuta ou farmacologista clínico).

Como se livrar de cãibras nas pernas à noite

O desenvolvimento de uma condição na qual as pernas são derrubadas à noite requer tratamento complexo. A eliminação da patologia é facilitada por medicamentos, exercícios especiais e medicina tradicional.

medicação

Com cãibras nas pernas em mulheres, pode ser prescrito um curso de medicamentos com medicamentos da lista a seguir: Valproato, Fenitoína, Diazepam, Carbamazepina, Benzonal.

Se convulsões noturnas forem provocadas por uma deficiência no organismo de potássio ou magnésio, Asparkam, Magnelis é indicado. Com espasmos que ocorrem no contexto de varizes, Troxevasin, Venoflebin, Venarus se tornam relevantes. Com a falta de oligoelementos, a condição pode ser melhorada graças a uma dieta equilibrada, cursos com complexos multivitamínicos.

Os medicamentos podem ser utilizados em comprimidos ou em pomadas. O uso de qualquer produto farmacológico é permitido somente após a aprovação de um especialista.

Exercícios

Para enfraquecer e eliminar completamente as convulsões, ginástica especial deve ser ministrada pelo menos 5 minutos por dia, repetindo sua implementação duas ou três vezes por dia:

  • as pernas levantadas na parede são mantidas por 10 a 15 minutos (esse movimento também pode ser usado como primeiros socorros durante um ataque noturno);
  • fique na ponta dos pés, levantando abruptamente os calcanhares do chão e depois abaixe;
  • sentado em uma cadeira, levante as pernas e faça movimentos circulares com os pés;
  • mantendo a posição anterior, passo a passo, no calcanhar e na ponta de cada perna;
  • dobre e dobre os dedos, mova-os intensamente.

O último treino deve ser realizado logo antes da hora de dormir. Isso reduzirá significativamente o risco de desenvolver um ataque noturno.

Receitas de medicina tradicional

Os remédios populares para cãibras nos pés são baseados no uso dos ingredientes naturais disponíveis: celandine, casca de cebola, suco de limão.

Celestial

Suco de grama fresco combinado com vaselina (1: 2). Pomada recebida diariamente áreas de esfregar com tendência a espasmos. É melhor fazer o procedimento antes de dormir. A duração do tratamento é de 2 semanas.

Casca de cebola

1 colher de chá cascas picadas preparam 300 ml de água fervente, incubadas por 10 minutos O medicamento é tomado por via oral à noite. Na maioria das vezes, um efeito positivo ocorre após uma dose de "medicamento". Além de convulsões, este produto ajuda a aliviar dores de cabeça.

Suco de limão

Recomenda-se aplicar duas vezes ao dia (manhã e noite) aplicar suco de limão nas extremidades inferiores. Após a lubrificação das áreas problemáticas, é necessário permitir que o produto seque bem. O processo é repetido por 14 dias.

Outro produto que alivia cãibras nas pernas e impede seu desenvolvimento durante a noite é o óleo de mostarda. Aplique 1-2 vezes ao dia para esfregar áreas doentes.

Prevenção

As seguintes medidas preventivas permitem evitar o desenvolvimento de cãibras nas pernas em um sonho:

  • usando sapatos confortáveis;
  • luta contra o excesso de peso;
  • recusa de cigarros e qualquer tipo de álcool;
  • uma dieta completa, com ênfase no uso de queijos duros, queijo cottage, cereais, legumes, legumes e frutas;
  • ingestão periódica de vitaminas e minerais;
  • evitar cargas excessivas nas extremidades inferiores.

Para evitar a ocorrência de uma síndrome convulsiva, os banhos de pés com mostarda (para 3 litros de água – 1 colher de sopa. L. Produto), ervas medicinais (alfafa, valeriana, hortelã-pimenta) ajudam. Na ausência de sinais pronunciados de varizes, é indicada uma massagem diária com óleo essencial de gengibre ou camomila.

É possível reduzir a probabilidade de desenvolver ataques espasmódicos com o uso frequente de bananas e frutas cítricas. Um bom anticonvulsivante é considerado um copo de água morna bebido antes de dormir (com a adição de suco de limão ou vinagre de maçã com mel). Pouco antes de uma noite de descanso, é útil tomar um banho de contraste.

Lagranmasade Portugal