Causas e tratamento das varizes pélvicas

As varizes são uma doença venosa bastante comum e mais comum em mulheres do que em homens. Deve-se notar que uma enorme quantidade de informação está disponível especificamente sobre varizes das extremidades inferiores. Mas a quantidade mínima de informação é conhecida sobre as varizes da pelve pequena.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Pouco de cirurgia

Marcação de veias para cirurgia

Na flebologia, as varizes pélvicas são uma doença pouco estudada, uma vez que são bastante raras. Devido ao fato de a doença raramente ocorrer, não existe um quadro geral dos sintomas da doença, o que muitas vezes leva às dificuldades que acompanham a doença.

Até o momento, dois graus da doença são distinguidos. Trata-se de varizes primárias da pelve pequena, que geralmente surgem devido a características congênitas da anatomia das veias ou são adquiridas devido à insuficiência das veias ovarianas.

E varizes pélvicas secundárias, que ocorrem devido a patologias ginecológicas, bem como após a transferência de algumas doenças ginecológicas.

Tanto na primeira quanto na segunda variante, a doença se manifesta com sintomas bastante modestos e, portanto, é difícil determiná-la desde o início.

Sintomas da doença

Varizes pélvicas em mulheres

Apesar de os sintomas da doença não serem muito pronunciados, eles existem e é necessário prestar atenção a eles para consultar um médico em tempo hábil.

Os sintomas mais marcantes são dores localizadas no abdome inferior, que são especialmente agudas após algum esforço físico e também após dias críticos.

Além disso, um sintoma pode ser a chamada crise da dor, que ocorre em um nível psicológico devido à constante dor desconhecida no abdômen.

Nanovein  Remoção de nitrogênio com nitrogênio líquido

A dispareunia é uma sensação dolorosa que se forma na área da vulva. O desconforto é especialmente pronunciado durante ou após a relação sexual, e a dor sempre pode ter um caráter desagradável diferente.

A propósito, deve-se notar que, se ocorrerem varizes internas, a síndrome pré-menstrual se manifesta mais do que o normal, o que preocupa as mulheres.

Somente com essas síndromes é que uma mulher costuma recorrer a um ginecologista e não a um flebologista, o que, infelizmente, atrasa o tratamento de varizes.

Deve-se ter em mente que alguns sintomas podem levar a um urologista, pois podem ser semelhantes a problemas associados à bexiga.

Os distúrbios da micção podem ser muito diferentes, variando de dor no início do processo, terminando com dor abdominal "antes" e "depois".

Causas da doença

Veias pélvicas aumentadas

Até hoje, as varizes da pelve são uma doença que afeta apenas mulheres em idade reprodutiva.

A medicina moderna distingue apenas duas opções pelas quais a doença pode prosseguir. A primeira opção é uma síndrome de uma certa pletora venosa, que ocorre na pelve. A segunda opção é uma expansão das veias não apenas na pelve, mas também no períneo da vulva.

Muitas vezes, esta doença ocorre em mulheres grávidas. É provocado pelo fato de que uma mulher rapidamente ganha peso e os órgãos pélvicos se expandem, como resultado de cargas adicionais nas veias.

Além disso, a expansão venosa da pelve pode ocorrer devido ao fato de uma mulher ter sofrido trombose de membro ou expansão venosa dos membros.

Como diagnosticar uma doença

Varizes das pernas

Para identificar o diagnóstico correto, é imprescindível realizar um exame sonoro qualitativo.

Se o diagnóstico for feito, é possível não continuar a pesquisa, embora a medicina também se ofereça à flebografia, o que será uma confirmação adicional.

Se houver qualquer dúvida, a laparoscopia pode ser realizada. Mas, freqüentemente, se for realizado, os médicos, por outro lado, se configuram para realizar a cirurgia vestindo as veias ovarianas.

Como tratar a expansão venosa da pelve

Para que o tratamento das varizes pélvicas passe o mais rápido e completamente possível, é necessário abordar o processo de tratamento de maneira abrangente.

  • Para muitos, você precisa mudar completamente seu estilo de vida, pois é necessário garantir atividade física completa e deixar os maus hábitos para trás.
  • Você precisa iniciar um estilo de vida ativo, caminhar mais ao ar livre, mudar de posição com frequência.
  • É imperativo usar calças elásticas que retenham as veias e ajudem a doença a não mudar de estágio.
  • É importante fazer fisioterapia, cujos exercícios podem ser encontrados na Internet e solicitados para serem exibidos na clínica.
  • O histórico e o status hormonal também precisam ser normalizados, para que não haja mais recaídas da doença.
  • Terapia com medicamentos prescritos pelo médico assistente.
  • Se necessário, cirurgia.
Nanovein  Como fortalecer os vasos das pernas

Terapia de medicação

É a terapia medicamentosa que precisa receber a devida atenção, com foco no fato de que em nenhum caso o paciente deve decidir por si próprio quais medicamentos tomar.

O medicamento mais importante usado para esta doença é o venotônico, que é prescrito em certos cursos, não mais que 3 meses por vez.

Entre os venotônicos, pode-se distinguir drogas como detralex, sinos e ginkor forte. Todos esses medicamentos são combinados e afetam o corpo de maneira abrangente, trabalhando em direções diferentes.

Terapia hormonal

Muitos, por algum motivo, têm medo das palavras terapia hormonal, temendo que o excesso de peso apareça. De fato, os medicamentos modernos são selecionados individualmente e, se houver um aumento de peso, apenas alguns quilos, mas não mais.

O tratamento cirúrgico

Nas varizes da pelve, às vezes é necessária apenas intervenção cirúrgica, o que ajudará a evitar as conseqüências que se arrastam pelas doenças associadas às veias. A operação pode ter duas variedades, dependendo dos estágios da doença:

  • Bandagem do plexo venoso, para que a doença não se expanda.
  • Embolização, ou seja, uma operação completa realizada através da parte interna da coxa.

Deve-se notar que, infelizmente, a medicina ainda não está muito desenvolvida nessa área e, portanto, mesmo após a cirurgia, as recidivas não são incomuns em 6 meses.

Como mostra a prática, após três recaídas e, consequentemente, três operações, a doença deixa de se fazer sentir e inicia o processo de melhoria da condição do corpo.
De qualquer forma, é importante consultar um médico em tempo hábil e não se automedicar, pois, caso contrário, você poderá causar ainda mais danos ao seu próprio corpo. Apenas uma visita oportuna a um especialista ajudará a se livrar da doença no menor tempo possível.

Lagranmasade Portugal