Causas de varizes em crianças

As varizes das pernas em crianças são uma doença rara, mas perigosa. A patologia requer terapia obrigatória e, na sua ausência, leva à morte. O artigo descreve as causas, primeiros sintomas, complicações e métodos de tratamento.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

O que é isto

As varizes são uma condição patológica das veias nas quais sua expansão e alongamento são observados. Posteriormente, eles estão muito esgotados e os nós se formam neles. Muitas vezes, a doença é congênita e apresenta sérios riscos à saúde no futuro.

Com anomalias, são detectadas alterações patológicas, que são acompanhadas por danos nas paredes venosas, aumento de diâmetro e afinamento. É raro e tem um nome comum – angiodisplasia.

razões

As varizes em crianças são uma doença de natureza congênita, portanto a razão está no desenvolvimento embrionário inadequado. O aparecimento de fatores adversos pode provocar o aparecimento no corpo feminino entre 5 e 8 semanas de gravidez. Como resultado, o feto tem um defeito nos vasos profundos dos membros.

Em uma gravidez complicada, de 8 a 20 semanas, os vasos superficiais das extremidades inferiores do feto em desenvolvimento são afetados. Por esse motivo, as gestantes precisam monitorar sua saúde.

Os seguintes fatores podem provocar varizes em tenra idade:

  • abuso de álcool da mãe durante o desenvolvimento fetal;
  • tabagismo e uso de drogas;
  • doenças virais de forma complicada no primeiro trimestre;
  • pneumonia na fase de gestação;
  • intoxicação alimentar no primeiro trimestre;

A doença varicosa em bebês é combinada com patologias da estrutura da válvula venosa e outras anormalidades do desenvolvimento do CVS. Nos adolescentes, uma curvatura da coluna vertebral e aumento da atividade física no corpo podem provocar a doença.

Que perigoso

Na ausência de terapia oportuna, a doença causa sérias complicações e até incapacidade. O paciente sofre amputação dos membros, o que afeta a qualidade de sua vida. As varizes das pernas em crianças requerem correção no estilo de vida.

Nanovein  Tratamento a laser de varizes em preços de perm

Se você ignorar as recomendações, podem ocorrer complicações como tromboflebite e mau funcionamento do sistema cardiovascular.

Sintomas

Os primeiros sintomas de varizes em crianças já podem ser notados nos primeiros meses de vida. No estágio inicial, a expansão dos vasos venosos é acompanhada pela formação de manchas da idade e da rede vascular nas extremidades inferiores. Além disso, podem ocorrer hematomas.

Se você ignorar os sintomas, a doença progride rapidamente. Depois de algum tempo, os nódulos são visíveis na superfície da pele.

Aos 7 anos, o membro inferior afetado aumenta para 12 cm, são observados inchaços e dores severas durante a caminhada. Após um ano, os sintomas tornam-se os mesmos que nos adultos. As veias inchadas são claramente visíveis a olho nu, deformação óssea e restrições à mobilidade dos tecidos conjuntivos.

Aos 12 anos, a condição da criança está visivelmente piorando. Nas extremidades inferiores, nós com vedações calcificadas aparecem. É possível a formação de úlceras tróficas que não cicatrizam por muito tempo. A síndrome da dor é notavelmente pior ao caminhar e há sinais de mau funcionamento do sistema cardiovascular.

A criança é diagnosticada com hipertrofia ventricular esquerda, o que leva à insuficiência cardíaca.

Quando e qual médico deve ser consultado

Muitos pais se preocupam se uma criança pode ter varizes. Um pediatra pode diagnosticar a doença no estágio inicial de desenvolvimento. Ao confirmar o diagnóstico para futuras pesquisas e seleção da terapia, o paciente é encaminhado a um flebologista.

diagnósticos

Para o diagnóstico e diagnóstico de vários tipos de estudos. Chama-se atenção para os seguintes fatores:

  • um fator provocador para a ocorrência de vasos varicosos das pernas;
  • a presença de refluxo perfurante;
  • condição geral de válvulas de veias safenas;
  • danos nas veias perfurantes.

Para identificar a doença, os seguintes tipos de estudos são prescritos.

  1. Ultrassom Doppler. O procedimento possibilita o diagnóstico de refluxo venoso patológico. Com sua ajuda, a patência das válvulas e sua condição são determinadas. Durante o procedimento, são utilizadas ondas sonoras seguras para bebês. O ultra-som Doppler não causa dor e não tem limite de idade.
  2. Angioscanning de ultra-som. O procedimento permite realizar um estudo de todo o sistema venoso de uma pessoa. Com ele, você pode diagnosticar uma violação em seu estágio inicial.
  3. Flebografia por contraste de raios-X. O procedimento é realizado com anestesia e, antes de tirar a foto, um agente de contraste é injetado no corpo. Isso se deve ao fato de que, usando um raio-X convencional, não é possível estudar a estrutura do sistema vascular. A flebografia por contraste de raios-X é utilizada para resultados duvidosos de métodos de pesquisa não invasivos.
Nanovein  Como as varizes se desenvolvem

Preciso de tratamento

A principal condição para combater a patologia é considerada uma revisão do estilo de vida do paciente e de sua nutrição. Nas varizes congênitas, o único método eficaz é a cirurgia urgente.

À medida que a criança cresce, aparecem complicações cada vez mais perigosas. A idade ideal para realizar a cirurgia é de 3-5 anos.

Os seguintes métodos são usados ​​para combater a doença:

  • terapia por radiofrequência;
  • tratamento a laser.

Um dos métodos comuns para eliminar varizes na infância é a obliteração por radiofrequência. Ao conduzir na parede interna do vaso venoso é afetado pela corrente de alta frequência. Como resultado, o vaso é esclerotizado e a radiação é transmitida pelo cateter.

A terapia a laser tem muitas vantagens. É feita uma punção no vaso danificado, no qual é inserido um condutor de fibra fina do raio laser. A potência do feixe pode ser dosada e todas as manipulações são realizadas sob controle ultrassônico.

A remoção cirúrgica de varizes pode ser complementada com terapia medicamentosa. Com a idade de um ano, são prescritas suspensões e injeções.

É possível lidar com a patologia com a ajuda de medicamentos como Phlebodia, Venarus e Thrombital. Geralmente sua ingestão é combinada com anti-histamínicos.

Para combater a patologia na adolescência, géis, cremes e venotônicos são usados. A prevenção de varizes na infância consiste em planejar a gravidez, observar um estilo de vida saudável por pais e filhos e escolher os sapatos certos.

As varizes das pernas em crianças são consideradas uma doença complexa e perigosa que requer tratamento oportuno.

Com tratamento inadequado, um coágulo de sangue pode sair e um pequeno paciente morre. Os pais precisam abandonar a auto-retificação do problema e consultar um médico.

Lagranmasade Portugal