Causas de inflamação dos gânglios linfáticos na virilha

O sistema linfático no corpo humano não desempenha menos papel que o circulatório. Suas funções incluem a limpeza de tecidos de produtos metabólicos e o combate a infecções. Linfonodos – órgãos especiais nos quais ocorre a destruição de agentes estranhos (como bactérias, células tumorais e assim por diante), células especiais do sistema imunológico amadurecem.

A inflamação dos gânglios linfáticos na virilha em mulheres ou homens é uma condição patológica provocada por uma infecção bacteriana ou viral.

Vasos linfáticos aumentados e sua dor não são uma doença em si, mas um dos sintomas que indicam que algo está acontecendo no corpo que requer intervenção médica.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Causas de inflamação dos gânglios linfáticos na virilha nos homens

A inflamação dos gânglios linfáticos na virilha ou linfadenite pode indicar o desenvolvimento de várias doenças.

  • infecções do sistema reprodutivo, HIV, doenças sexualmente transmissíveis;
  • infecções nos membros inferiores;
  • tuberculose;
  • insuficiência renal;
  • hipotermia grave do corpo;
  • doenças dos órgãos pélvicos (hérnia inguinal, prostatite, tumores);
  • infecções virais e outras: toxoplasmose, tuberculose, DST e outras);
  • a inflamação pode ser causada por lesões mecânicas;
  • pode ser uma resposta ao uso de medicamentos.
Nanovein  Collants e meias para varizes

A doença ocorre como resultado da entrada de microrganismos nos linfonodos inguinais. Na maioria dos casos, a causa da inflamação é:

  • estafilococo;
  • E. coli;
  • estreptococos;
  • diplokokki;
  • patógenos de doenças sexualmente transmissíveis (uma vez que os órgãos genitais são muito próximos).

Assim que os microrganismos são detectados no linfonodo, as células responsáveis ​​pelo combate à infecção e às reações inflamatórias gradualmente começam a se agrupar ali. Como resultado, o próprio nó aumenta significativamente em tamanho.

Causas de inflamação dos gânglios linfáticos na virilha em mulheres

O processo inflamatório nos linfonodos da virilha nas mulheres pode se desenvolver por várias razões, mas as mais comuns são:

  1. Neoplasias oncológicas – com a progressão de um tumor maligno, todos os linfonodos do corpo aumentam e ficam inflamados;
  2. Infecções virais – na maioria das vezes a inflamação dos gânglios linfáticos inguinais é precedida por rubéola, herpes e sarampo;
  3. O desenvolvimento no corpo do processo inflamatório, cujo agente causador é o coco e o bacilo tubérculo;
  4. Rejeição de enxerto e desenvolvimento do processo inflamatório no campo da intervenção cirúrgica;
  5. Candidíase vaginal (candidíase);
  6. Doenças transmitidas por contato sexual – gonorréia, clamídia, ureaplasmosis, sífilis;
  7. Lesões na virilha recebidas – inchaços, quedas.

De qualquer forma, é realizado um diagnóstico completo da condição da mulher, a fim de identificar o fator etiológico da linfadenite. Qualquer arranhão pode ser a causa da linfadenopatia inguinal, mas precisa ser detectada.

Sintomas

Manifestações de linfadenite em homens e mulheres não diferem. Primeiro, o nó afetado aumenta de tamanho, a pele acima dele fica vermelha. Prurido, desconforto pode ocorrer.

Os principais sintomas da inflamação:

  • aumento dos linfonodos em tamanho;
  • a presença de dor, principalmente quando em movimento;
  • inchaço na área do processo inflamatório;
  • vermelhidão da pele na área de inflamação;
  • piora do bem-estar;
  • calafrios, febre;
  • o aparecimento de sinais de intoxicação;
Nanovein  Pernas doem

À medida que o processo se desenvolve, uma pessoa sente dor. Uma característica da inflamação dos gânglios linfáticos inguinais é o movimento constante ao caminhar – o que dá ao paciente ainda mais desconforto.

Inflamação dos gânglios linfáticos na virilha: foto

Como é a inflamação dos gânglios linfáticos na virilha de uma mulher ou homem na foto.

diagnósticos

Para estabelecer a verdadeira causa da inflamação dos gânglios linfáticos na virilha, é necessário avaliar as queixas do paciente e os resultados de seu exame clínico, com base nos quais um programa de exame é compilado.

Inclui necessariamente:

  • análises clínicas e bioquímicas;
  • hemocultura bacteriológica;
  • biópsia por punção do linfonodo afetado;
  • exame citológico e histológico;
  • radiografia e exame ultrassonográfico de órgãos adjacentes;
  • ressonância magnética e computada.

O tratamento tradicional da inflamação dos linfonodos inguinais em homens e mulheres pode ser realizado por métodos conservadores e radicais.

Como tratar a inflamação dos gânglios linfáticos?

Leve inflamação dos nós desaparece por si só, sem qualquer tratamento. Um tumor prolongado (mais de 2 semanas), acompanhado de dor, febre e fraqueza, geralmente indica uma doença grave, que o médico deve diagnosticar e prescrever tratamento. Outros sintomas suspeitos incluem dor e coceira na área genital, micção dolorosa, urina com sangue ou fezes, úlceras genitais, dor na parte inferior do abdômen, náusea ou vômito.

Os métodos terapêuticos conservadores são usados ​​nos estágios iniciais do desenvolvimento da doença e incluem:

  1. O conteúdo da área afetada do corpo em repouso;
  2. O uso de curativos anti-sépticos locais;
  3. O uso de antibióticos;
  4. Pomadas com propriedades anti-sépticas e antimicrobianas. Estes incluem pomada Levomekol e Vishnevsky;
  5. Fisioterapia, incluindo tratamento por ultrassom, galvanização e eletroforese em conjunto com antibióticos.

Quando um processo inflamatório purulento é detectado, é executada uma operação que envolve a abertura do nó afetado e a extração de conteúdo purulento patológico. Em tais situações, agentes antibacterianos e antimicrobianos são usados ​​para drenar a cavidade resultante.

Lagranmasade Portugal