Cãibras nas pernas 15682 4

Cãibras nas pernas

Muitas pessoas ao longo da vida encontraram (algumas repetidamente) um fenômeno bastante desagradável quando os músculos das pernas começam a se contrair espontaneamente. Tudo isso é acompanhado por dor intensa, que aumenta significativamente quando se tenta fazer movimentos ativos no membro. É possível que alguém não saiba que ele teve uma cãibra.

Uma cãibra é sempre uma contração involuntária de um grupo muscular ou de um músculo, acompanhada de dor intensa. Quase todos os músculos do corpo podem se contrair dessa maneira, incluindo a parede intestinal, mas o termo "cãibra" é usado ativamente em relação aos membros.

Felizmente, a maioria das pessoas precisa lidar com uma opção fácil de patologia, quando tudo passa por algumas dezenas de segundos e é uma ocorrência rara. Para alguns, essa condição traz muitos inconvenientes, devido à sua forte gravidade e frequência de ocorrência. Além disso, um ataque de convulsões pode ser fatal se uma pessoa ultrapassar uma situação inadequada. Todos na escola ficaram assustados com o fato de uma convulsão ocorrer em água fria e seria muito difícil permanecer à tona. No entanto, o perigo pode estar à espera de uma pessoa em terra: você pode, com muito sucesso, deixar a cabeça cair em uma superfície dura e ter grandes problemas de saúde depois.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Classificação das convulsões e suas causas

Causas de convulsões não epilépticas

  • O estresse físico é a causa mais comum de cãibras nas pernas. Alguém viu na tela da TV como um atleta não podia continuar o desempenho por causa de um espasmo patológico, muitos deles, após intenso treinamento de sua própria experiência, sentiram todo o "encanto" da condição.
  • Trauma craniocerebral – como resultado disso, as estruturas cerebrais individuais não podem desempenhar corretamente suas funções e enviar sinais errados aos músculos.
  • Um estreitamento acentuado dos vasos sanguíneos como resultado da exposição à temperatura fria é a principal razão para o desenvolvimento de espasmos dos músculos da panturrilha em água fria.
  • Alta temperatura corporal – na maioria dos casos, causa cãibras não apenas nas pernas, mas você não deve esquecer. As mães jovens devem lembrar-se especialmente dela, porque as crianças pequenas têm um sistema imperfeito de termorregulação e, mais frequentemente do que os adultos, sofrem de convulsões febris.
  • As neoplasias do cérebro e da medula espinhal podem fazer ajustes significativos no estado de saúde do paciente, inclusive na forma de convulsões.
  • A gestose é uma complicação formidável do curso da gravidez, que em um caso grave pode levar a convulsões de vários grupos musculares, incluindo pernas.
  • Aumento inespecífico da excitabilidade dos neurônios que compõem os segmentos do cérebro. Às vezes, são provocadas por alterações patológicas no nível dos arcos reflexos nas estruturas do sistema nervoso central.
  • A disfunção dos neurônios com falta de oxigênio pode provocar o aparecimento de impulsos excessivos e contrações descontroladas.
  • O envenenamento por venenos individuais geralmente leva à ativação patológica de certas estruturas do cérebro. Essas convulsões são chamadas de tóxicas e podem ocorrer quando se toma um grande número de drogas.
  • A violação do conteúdo de hormônios individuais no corpo (muitas vezes – a glândula tireóide ou paratireóide) pode desencadear um ataque de convulsões.
  • Um desvio significativo do conteúdo de íons no sangue humano (cálcio, potássio, etc.) – eles estão envolvidos na redução do tecido muscular e podem ter um efeito estimulante em grupos musculares inteiros.
  • Deficiência de vitamina B6 ou hipoglicemia.
  • Desordem do funcionamento de mecanismos que estão ativamente envolvidos na organização do sono e relaxamento do sistema nervoso central.
  • Malformações congênitas do sistema nervoso central.
  • Doenças infecciosas que afetam o cérebro (meningite, encefalite, etc.).
  • Qualquer doença, como resultado da progressão da qual muitas toxinas entram no sangue do paciente, o que pode desencadear uma cadeia patológica.
  • Fatores psicogênicos e danos cerebrais orgânicos, como resultado do qual o sistema nervoso central normalmente não pode controlar todas as estruturas localizadas abaixo deles.
  • Convulsões iatrogênicas – aparecem como resultado do uso de certos medicamentos. Cãibra, neste caso, pode ser um dos efeitos colaterais e pode ser o resultado de uma overdose. A cirurgia nos órgãos do sistema nervoso para outras doenças (remoção de um tumor cerebral ou nervo periférico) pode ser complicada por convulsões, uma vez que as estruturas cerebrais são muito sensíveis ao estresse mecânico. Os neurocirurgiões, por sua vez, estão bem cientes do que pode acontecer ao paciente e assumem esse risco apenas nos casos em que ele é justificado. Por exemplo: um médico realiza uma operação radical para remover o tumor, salva a vida do paciente e evita a recorrência da doença, mas as convulsões se tornam uma complicação.
Nanovein  Nichos Katsuzo Cura pela energia do pensamento

Tipos de cãibras nas cãibras nas pernas

Sintomas de cãibras nas pernas

  • Na maioria dos casos, uma pessoa tem contrações involuntárias dos músculos da perna, o que nas situações mais difíceis pode provocar o movimento do membro como um todo.
  • Parece que todo o músculo está entrando em uma pequena bola e pode até rasgar em pedaços. Tudo é acompanhado por uma dor intensa, que se intensifica quando você tenta endireitar a perna ou fazer outro movimento. Você pode escolher uma posição do corpo na qual não se torne mais fácil ou mais difícil, e a dor diminui com uma contração contínua.
  • Gradualmente, tudo passa, o músculo relaxa lentamente e resta apenas uma dor levemente expressa, que também desaparece gradualmente. Ao mesmo tempo, uma pessoa pode sentir que, se fizer um certo movimento, a cãibra voltará.

Felizmente, raramente, durante as cãibras nas pernas, as pessoas precisam lidar com complicações e sintomas mais sérios. No entanto, eles precisam ser lembrados por todas as pessoas.

  • Ligeira turvação da consciência ou o aparecimento de alucinações na forma de sons, cheiros e outros fenômenos são todos precursores de uma crise epiléptica, na qual as crises de uma pessoa cobrem não apenas os músculos das pernas, mas também outras partes do corpo. Conhecer esse fato pode ajudar a se preparar para um ataque e evitar sérias conseqüências.
  • Incontinência urinária ou fecal – ocorre com convulsões tônico-clônicas graves. Se estamos falando de simples cãibras nas pernas, uma pessoa não tem nada a temer com essa complicação.
  • Perda de consciência ou turvação – na maioria dos casos acompanha convulsões epilépticas.

Regras de apreensão

Diagnóstico de convulsões

Um neurologista examina uma pessoa, verifica a condição de seus reflexos, realiza testes de coordenação de movimentos, etc. Já com base apenas nesses dados, pode-se assumir o diagnóstico correto e determinar quais métodos de diagnóstico serão mais adequados e informativos.

  • O estudo do sangue e a determinação do conteúdo de hormônios nele contidos, bem como alguns íons – permitem identificar a patologia das glândulas endócrinas e, posteriormente, prescrever o tratamento correto.
  • A eletromiografia é um método diagnóstico altamente sensível especial, com base no qual é possível determinar quais músculos recebem impulsos patológicos e quanto eles são propensos à contração.
  • A eletroencefalografia é um estudo do cérebro que permite estudar a atividade de suas estruturas individuais e identificar focos de atividade patológica.
  • A ressonância magnética e a tomografia computadorizada são métodos de diagnóstico precisos e modernos. Com base neles, é obtida uma imagem em camadas do corpo humano, na qual todas as suas estruturas são claramente visíveis. Assim, você pode encontrar um tumor, apertando o tecido cerebral ou um nervo separado e causando convulsões.
Lagranmasade Portugal