As veias das pernas podem ser removidas sem cirurgia

A principal função dos vasos sanguíneos é fornecer ao corpo as substâncias necessárias que compõem o sangue: as artérias fornecem oxigênio ao corpo, as veias “transportam” sangue para o coração e os capilares agem como um elo de conexão entre os dois sistemas circulatórios. Ao contrário dos vasos arteriais, as paredes dos vasos venosos são mais elásticas, uma vez que a camada média é representada pelo tecido muscular liso.

As doenças das veias das extremidades inferiores são chamadas varizes. As paredes do vaso, a camada endotelial e as válvulas estão envolvidas no processo patológico, o que dificulta o suprimento de sangue aos órgãos.

As doenças venosas incluem:

A doença ocorre em vasos profundos e superficiais por várias razões. As principais causas de patologias das veias das extremidades inferiores:

  • predisposição genética;
  • imaturidade do sistema de válvulas;
  • obesidade;
  • estilo de vida passivo;
  • cargas excessivas (principalmente em atletas);
  • doenças sanguíneas congênitas associadas à hipercoagulação;
  • desequilíbrio hormonal (em mulheres com um bebê, em homens com doenças da glândula tireóide);
  • alterações relacionadas à idade no sistema circulatório;
  • estresse e depressão;
  • dependência de álcool ou nicotina;
  • colesterolemia;
  • patologias endócrinas;
  • lesão mecânica;
  • história de cirurgia abdominal;
  • alergia;
  • infecções e doenças crônicas.

O grupo de risco inclui mulheres que preferem sapatos de salto alto, usam roupas apertadas e também se envolvem em uma profissão "de pé".

Com o aumento da carga no corpo, os vasos se expandem, tentando redistribuir o sangue, mas na presença de patologias ocorre estagnação.

Gradualmente, o processo piora e a veia danificada se projeta através da pele das pernas.

É necessário tratar a doença, levando em consideração os sintomas e as causas da patologia.

As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Estágios do desenvolvimento de varizes

A expansão varicosa das extremidades mais baixas prossegue em 3 etapas. Cada estágio é diferenciado por manifestações clínicas e métodos de medidas diagnósticas e terapêuticas.

  1. A fase inicial ou de compensação. Caracteriza-se por um curso latente, o quadro clínico é apagado, sintomas específicos estão ausentes ou são fracamente expressos e percebidos como outra doença. A patologia é detectada por acaso. Durante o tratamento, o tratamento leva à eliminação completa da doença. Sinais do estágio compensatório das varizes: fadiga, inchaço das pernas, sensação de queimação. O fortalecimento dos sintomas cai à noite.
  2. A segunda etapa da subcompensação. A parede do vaso venoso muda, sua deformação ocorre e as principais manifestações clínicas da doença aparecem: redes capilares aparecem nas pernas, as pernas piam, “queimam”, ficam periodicamente azuis. Patologia dura de vários meses a vários anos. Nesse caso, a deformação invisível das veias se projeta gradualmente. Muitas vezes, os pacientes procuram atendimento médico na fase de subcompensação.
  3. A forma final de varizes ou estágio de descompensação. O estágio mais desfavorável da doença. Os pacientes observam dor intensa e fadiga crônica das pernas, a formação de inchaços. As áreas afetadas coçam, formam-se úlceras tróficas. No contexto da patologia vascular, desenvolvem-se um mal-estar geral, fraqueza, perturbação do sistema muscular. As paredes venosas sofrem um efeito patológico pronunciado, e o risco de formação de trombos com subsequente separação é aumentado. Para evitar consequências negativas, é necessário procurar ajuda médica a tempo.
Nanovein  Como tratar inchaços nos lábios

Se as medidas de diagnóstico para a detecção de patologias vasculares não apresentarem diferenças especiais, a terapia será diferente.

O tratamento de varizes das pernas é realizado de várias maneiras: medicação ou conservador, e com uma forma grave da doença recorrer a procedimentos cirúrgicos.

O uso de métodos fisioterapêuticos e folclóricos não é excluído, no entanto, um interesse crescente se manifesta em métodos de terapia minimamente invasivos.

Em que casos você pode fazer sem cirurgia

Você pode se livrar de varizes sem cirurgia, o principal é identificar a forma da patologia.

A doença diagnosticada nos estágios iniciais (compensação) se presta a tratamento conservador sem o uso de drogas. A terapia é a seguinte:

O paciente deve abandonar o vício e dar preferência a exercícios físicos moderados.

A necessidade de terapia medicamentosa ocorre com a segunda forma da doença.

Se a doença progredir, causando dor e desconforto ao paciente, os médicos recorrem a procedimentos cirúrgicos.

Tipos de tratamento minimamente invasivo das veias

A terapia minimamente invasiva para doenças vasculares é uma maneira eficaz de eliminar a doença sem perda sanguínea extensa e uma curta fase de recuperação.

Os flebologistas (médicos envolvidos no tratamento de varizes) apreciaram o tipo moderno de terapia, na ausência de resultados do tratamento por métodos conservadores.

Existem vários tipos de terapia minimamente invasiva:

  1. Correção a laser – usada no estágio primário. Os pulsos de laser atuam nas paredes das veias, eliminando a ramificação vascular.
  2. Escleroterapia – uma solução é introduzida no lúmen do vaso venoso, impedindo a perda de elasticidade da parede vascular com a subsequente restauração do fluxo sanguíneo.
  3. Ablação a laser – um eletrodo é inserido no lúmen de uma veia. A veia irradiada afina e desaparece completamente.
  4. Ablação por radiofrequência – o método é usado em grandes vasos do tronco por exposição à radiação de radiofrequência.
  5. A ligação é um tipo de tratamento minimamente invasivo que consiste em "vestir" uma veia danificada.
  6. Microflebectomia – a ligação da seção aumentada da veia é realizada usando mini-incisões. A fase de recuperação não leva mais de 2 horas.

O tipo de mini-operação depende do estágio do processo patológico, da gravidade do quadro clínico e da capacidade financeira do paciente.

Nos quais são prescritos métodos minimamente invasivos

A intervenção minimamente invasiva é realizada na fase de descompensação da doença, na presença de distúrbios tróficos nos tecidos:

  • mudança de pigmentação;
  • coceira intensa, dor e ressecamento da pele;
  • distúrbios circulatórios;
  • a formação de úlceras tróficas;
  • protrusão das paredes venosas e deformação do vaso;
  • desenvolvimento de complicações adversas: trombose, tromboflebite;
  • aumento do risco de tromboembolismo.

Como são os tratamentos minimamente invasivos

As mini-operações cirúrgicas são realizadas em um hospital ou clínica. Hospitalização não é necessária. Na maioria das vezes, a anestesia local é usada.

A terapia a laser é realizada sob o controle de um sensor ultrassônico.

Antes de iniciar o tratamento para varizes, o paciente é submetido a exames, passa em exames laboratoriais para confirmar o diagnóstico e estabelecer o estágio da doença.

Contras:

Apesar da eficácia do tratamento anti-varicoso moderno, existem desvantagens para cada tipo de intervenção minimamente invasiva:

  1. A correção a laser não pode curar veias complicadas. Além disso, a terapia a laser é acompanhada de várias contra-indicações: gravidez, câncer, aumento da fragilidade dos vasos sanguíneos e trombose.
  2. Com a escleroterapia, o risco de recaída aumenta. Também na fase de recuperação deve usar roupa íntima de compressão por pelo menos 6 meses. É necessário limitar o levantamento de peso e visitas a saunas e banhos, caso contrário a doença retornará com uma garantia de 90%.
  3. Desvantagens da RFA: gravidez, excesso de peso, preço excessivo, amamentação e presença de doenças crônicas.
  4. A microflebectomia está associada a deficiências na forma de conformidade com medidas preventivas de varizes (nutrição, estilo de vida, compressão) e possíveis consequências, uma vez que uma mini-operação elimina um defeito existente, mas não a causa da doença.
Nanovein  Por que há uma alta pressão mais baixa da causa de sua ocorrência

Terapias Assistivas

O tratamento de varizes das extremidades inferiores é um complexo de medidas terapêuticas e preventivas.

Os “procedimentos” de apoio não são menos populares: massagem, ginástica, fisioterapia e medicina alternativa.

Fisioterapia

A fisioterapia pode prevenir o agravamento da doença e acelerar a fase de recuperação. Mais comumente usado:

  • eletroforese;
  • darsonvalização;
  • terapia magnética;
  • técnica de drenagem linfática “Bota”;
  • fisioterapia a laser;
  • terapia de pressão;
  • terapia de ozono;
  • cryosauna e cryomassage.

Ginástica Terapêutica

É realizado nos estágios primário e secundário. A ginástica pode aumentar a eficiência, fortalecer as paredes vasculares, melhorar a circulação sanguínea e a atividade cardíaca.

A natureza dos exercícios é determinada pelo médico.

Massagem

A massagem é realizada apenas com a permissão do médico, que leva em consideração o estágio da doença e os sinais clínicos. A massagem pode melhorar o suprimento linfático e sanguíneo, o tecido trófico e eliminar o inchaço das extremidades inferiores.

Tipos de massagem para patologias vasculares:

  • clássico (terapêutico) – consiste em movimentos freqüentes e agitação leve;
  • hidromassagem – o uso de um chuveiro de contraste;
  • massagem de drenagem linfática de hardware – tem contra-indicações, portanto, é importante obter uma consulta preliminar;
  • rolo de vácuo;
  • massagem pneumática.

Medicina tradicional

Métodos de tratamento não tradicionais são o uso de decocções e infusões de ervas medicinais, fricção e compressas. Os métodos populares não curam a doença, mas ajudam na prevenção e na fase de recuperação. As formas eficazes são:

  • tintura de álcool e unguentos de castanha para uso externo;
  • decocção de urtiga para estimular a imunidade;
  • uma compressa de folhas de couve, batatas raladas e vinagre de maçã;
  • decocção de trevo.

Não será supérfluo revisar o estilo de vida, andar de bicicleta, nadar e caminhar (com moderação).

Recomendações de dieta

Medidas de apoio contribuem para a fácil reabilitação e a prevenção de recaídas após tratamento minimamente invasivo, cirúrgico e conservador. Um estágio igualmente importante é a dieta.

Uma das causas de patologias vasculares é excesso de peso e desnutrição.

Alimentos enlatados, gordurosos e salgados levam ao acúmulo de substâncias tóxicas e semelhantes a gorduras que são depositadas nas paredes das veias, danificam-nas e provocam a formação de fenômenos estagnados.

A correção da dieta ajuda a manter o tom das paredes venosas, a imunidade local e a evitar consequências negativas.

  • recusar comer gorduroso, frito e salgado;
  • é dada preferência a alimentos cozidos no vapor, assados ​​ou cozidos;
  • consumir vegetais, frutas e cereais diariamente;
  • comer em pequenas porções 5-6 vezes ao dia;
  • recusar bebidas com cafeína e laticínios com alto teor de gordura.

Características do período de reabilitação

No período de reabilitação, é importante ouvir as recomendações médicas, pois o sucesso da fase de recuperação depende de vários parâmetros:

  • idade do paciente;
  • estágio da doença;
  • tipo de tratamento;
  • características individuais do corpo.

Durante o período de reabilitação, roupas íntimas de compressão devem ser usadas por 1 semana e 3 horas e depois durante o dia por pelo menos XNUMX meses.

Evite cargas de energia, pare de fumar e ingerir álcool, faça fisioterapia. Você também deve revisar as regras de nutrição, a quantidade de comida consumida e o regime de bebida.

Lagranmasade Portugal