A varicocele afeta a potência

Os homens geralmente estão interessados ​​em saber se a varicocele afeta a potência, qual é o nível desse efeito e se existe.

Para entender isso, deve-se recorrer à anatomia e fisiologia.

Anatomicamente, uma varicocele se desenvolve nas veias do testículo e do cordão espermático, que formam o plexo papilar e fluem para a veia testicular, é caracterizada por sua expansão varicosa, estase sanguínea, aumento da temperatura local, um efeito negativo na espermatogênese e na função testicular, e é perigoso desenvolver a infertilidade masculina.

Uma ereção surge devido a uma corrida de sangue para os corpos cavernosos do pênis, esse processo é regulado de forma reflexiva e com a ajuda do sistema nervoso central. Anatomicamente e fisiologicamente, à primeira vista, ele não se cruza com o sistema venoso do testículo.

No entanto, uma diminuição na função testicular ao longo do tempo é acompanhada por uma diminuição no nível do hormônio sexual testosterona produzido neles. A produção desse hormônio também diminui com a idade e sua falta afeta seriamente o nível de desejo sexual em humanos.

Podemos falar sobre o efeito da dor durante a relação sexual, quando os sintomas aparecem, há dor na virilha, ao longo do cordão espermático, no escroto. É claro que manter uma ereção nesse caso é bastante difícil. Nesse caso, a causa da disfunção erétil pode ser distúrbios reflexos e dificuldades por motivos psicológicos. Se toda relação sexual é acompanhada de dor, com a anatomia e fisiologia preservadas da função erétil, pode haver uma diminuição no nível de desejo sexual.

Se as varizes do testículo, por exemplo, nos estágios iniciais, não causam dor, o homem pode não estar ciente de sua doença e, portanto, isso não afeta a atração pela mulher, a potência e a capacidade do pênis para ereção.

O que a varicocele afeta em geral?

Dependendo do grau, esta doença pode levar a um aumento local da temperatura nos testículos.

Como resultado, surgem distúrbios metabólicos, função testicular, deterioração das condições de maturação espermática, devido à qual diminui sua qualidade (nível de mobilidade e fertilidade e quantidade), o que pode levar ao desenvolvimento de um problema grave – a infertilidade.

Além disso, uma diminuição na função hormonal dos testículos leva a uma diminuição nos níveis de testosterona e, com atrofia testicular, a produção desse hormônio é preservada apenas no córtex adrenal. Seu nível diminui acentuadamente e afeta não apenas a potência, mas também a saúde do homem como um todo.

Nanovein  Goldlily Goldliely contraceptivo intra-uterino tamanho padrão espiral exclusivo

O tratamento cirúrgico é necessário para evitar complicações. A operação para eliminar a doença na maioria dos casos leva à restauração de condições para espermatogênese normal, aumento da fertilidade, possivelmente fertilização e a gravidez desejada do cônjuge.

A operação também não afeta a potência, somente após a operação há um certo período em que é impossível ter relações sexuais até que tudo cure.

Se a potência for prejudicada pela varicocele sem grandes alterações nos níveis de testosterona, haverá outra doença concomitante que causa esses distúrbios.

Os motivos podem incluir:

  • osteocondrose da coluna lombar;
  • hérnia do disco intervertebral;
  • frequentemente dor lombar, como resultado da qual a compressão dos nervos radiculares se desenvolve.

No caso de uma varicocele se desenvolver em um atleta, a ingestão de nutrição esportiva contendo hormônios pode afetar adversamente a saúde sexual e todo o corpo. Há evidências de que a proteína de soja contém fitoestrogênios – análogos dos hormônios sexuais femininos. Este fator pode ser uma das causas da doença.

  • Varicocele afeta o tamanho – não é? Agora está provado ser um mito. Com a varicocele, a aparência do escroto muda em 2 e 3 graus, o lado ou os dois lados do escroto envolvido no processo patológico aumenta devido ao aumento das veias e a algum edema. A varicocele não afeta o tamanho do pênis. Possível aumento de tamanho com varizes concomitantes do pênis.
  • Quão forte é o efeito da varicocele na potência? A varicocele nos homens não afeta por si só a potência. Complicações e consequências da varicocele, bem como doenças concomitantes, podem afetar a potência.
As varizes são facilmente eliminadas sem cirurgia! Para isso, muitos europeus usam Nanovein. Segundo os flebologistas, este é o método mais rápido e eficaz para eliminar varizes!

Nanovein é um gel peptídico para o tratamento de varizes. É absolutamente eficaz em qualquer estágio da manifestação de varizes. A composição do gel inclui 25 componentes curativos exclusivamente naturais. Em apenas 30 dias de uso deste medicamento, você pode se livrar não apenas dos sintomas das varizes, mas também de eliminar as conseqüências e a causa de sua ocorrência, além de impedir o re-desenvolvimento da patologia.

Você pode comprar Nanovein no site do fabricante.

Varicocele e potência: mito ou verdade

Existe um mito de que a varicocele afeta a potência.

Nanovein  Cosméticos naturais caseiros

De fato, o nível de desejo sexual não depende da presença ou ausência de varizes do cordão espermático, varicocele e potência até que um determinado período seja completamente compatível.

Por via de regra, com varicocele, a potência diminui devido a complicações. Talvez o desenvolvimento de prostatite devido à estase venosa e, quando uma infecção é anexada, sua forma crônica. Nesse caso, a diminuição da potência será, mas a causa não é varicocele, mas prostatite crônica ou aguda.

A redução de potência é possível após a operação de Ivanissevich, bem como após quaisquer outras operações com anestesia geral. Além disso, teoricamente, a anestesia local pode ser complicada pela impotência transitória associada à influência da anestesia local na inervação local. Talvez esse fator para alguns se torne o motivo para acreditar que varicocele e potência não são coisas muito compatíveis.

Mas isso pode afetar a ereção da varicocele, mas apenas em certos casos. Por exemplo, com dor ao longo do cordão espermático, na virilha e no escroto durante a relação sexual.

Quanto ao nível de testosterona nesta doença, deve-se ter em mente que esse hormônio sexual é produzido por 95% dos testículos e 5% do córtex adrenal.

Assim, com a varicocele de 2º grau e a varicocele de 3º grau da doença, ocorre uma mudança significativa na função testicular, incluindo a produção de testosterona, e seu nível diminui. Portanto, pode-se concluir que a varicocele afeta o nível do hormônio acima mencionado.

Afeta a qualidade da varicocele e do esperma. A violação da espermatogênese devido à hipóxia e um aumento da temperatura local do testículo levam ao fato de que os espermatozóides no ejaculado se tornam menos móveis, seu número diminui. No caso de atrofia de ambos os testículos, os espermatozóides podem não ser detectados no ejaculado, e esse estágio, infelizmente, é irreversível.

As varizes do cordão espermático e testículo não são curadas por medidas populares e conservadoras. No caso de um diagnóstico de varicocele, o paciente é aconselhado a se submeter à cirurgia. A gama de intervenções cirúrgicas é muito ampla, desde a ligadura da veia testicular até operações intravasculares endoscópicas, da microcirurgia à esclerose. Atualmente, as operações microcirúrgicas e intravasculares são consideradas as que menos afetam o desenvolvimento de complicações e a esfera sexual da vida após a cirurgia.

Lagranmasade Portugal